Bahia tem mais um caso confirmado de coronavírus, pacientes são de Feira de Santana

(Foto: ATTA KENARE/AFP)

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirmou na noite do último sábado (7) mais um caso de coronavírus. De acordo com o secretário Fábio Vilas-Boas, novamente trata-se de um paciente em Feira de Santana.

LEIA TAMBÉM

Bahia tem primeiro caso confirmado de coronavírus

Ele tem 42 anos e teve contato domiciliar com a primeira pessoa confirmada do covid-19 no Estado. “Diferente do caso original, cujo contágio inicial foi na Itália, trata-se de uma transmissão local, sendo agora considerado circulante no estado. Cabe ressaltar que as pacientes vinham sendo monitoradas pelo CIEVS-BA em conjunto com a Vigilância Municipal de Feira de Santana”, explicou o secretário em suas redes sociais.

De acordo com Vilas-Boas, ambos seguem sendo monitorados. “Atualmente ambas se encontram em isolamento domiciliar, adotando todas as medidas de precaução de contato e evoluem clinicamente bem”, completou.

No Brasil, até o momento, são 19 casos confirmados. Esses são os únicos na região Nordeste até o momento. Há casos suspeitos sendo investigados também em Pernambuco.

Bahia tem primeiro caso confirmado de coronavírus

Bahia tem primeiro caso confirmado

A Bahia tem seu primeiro caso confirmado de coronavírus. A informação foi repassada pelo secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, na manhã dessa sexta-feira (6). Em um publicação nas redes sociais o titular da pasta deu detalhes do fato.

Trata-se de uma paciente de 34 anos, moradora de Feira de Santana que estava na Itália, um dos centros da doença na Europa. Ela retornou ao Brasil em 25 de fevereiro. Com a confirmação, o Nordeste tem o primeiro registro do covid-19.

“O primeiro atendimento e as amostras foram coletadas em um hospital particular da capital baiana, sendo enviadas para a Fiocruz, no Rio de Janeiro. O resultado laboratorial confirmando o diagnóstico foi concluído hoje [sexta-feira]”, disse Fábio.

Os sintomas da paciente só se manifestaram no Brasil. Ela permanece em sua casa, sem sintomas e com orientação de permanecer em isolamento, adotando as medidas de precaução de contato. Todo o monitoramento é realizado pelo Coordenação de Investigação e Informação Estratégica de Vigilância em Saúde (Cievs/BA) e Secretaria Municipal de Saúde.

Esse é o nono caso confirmado da doença no Brasil. Em Pernambuco há apenas casos notificados, mas nenhum confirmado. Todos são de pacientes que estavam no exterior e retornaram ao país.

Mais de 100 detentos deixaram presídio de Feira de Santana para prisão domiciliar após decisão da Justiça

Conjunto Penal de Feira de Santana. (Foto: Almir Melo/TV Subaé)

114 detentos do regime semiaberto do Conjunto Penal de Feira de Santana (BA), cidade a cerca de 100 km de Salvador, foram liberados para cumprir prisão domiciliar. Os presos deixaram a unidade após determinação da Justiça. Além deles, outros 206 tiveram a saída autorizada.

A decisão de liberar os presos foi tomada pelo juiz, Waldir Viana Ribeiro Júnior, titular da Vara de execuções penais de Feira de Santana, cerca de cinco meses após o conjunto penal ser parcialmente interditado por conta do descumprimento de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que, entre as determinações, previa a separação de presos do regime fechado e semiaberto, bem como dos presos provisórios dos definitivos.

O presídio ficou impedido de receber novos detentos por mais de três meses. Enquanto isso, o Complexo de Delegacias de Feira de Santana teve superlotação. Quatro dias após o conjunto penal ser liberado pela Justiça, duas fugas foram registradas na unidade.

De acordo com informações do diretor do presídio, capitão PM Allan Silva, até esta segunda (1º), 132 mandados de liberação foram entregues pela Justiça. Outros devem chegar nos próximos dias. Contudo, ainda conforme o capitão Allan, nem todos os detentos liberados poderão sair, porque respondem a outros processos. Os detentos estão presos por crimes como roubo, tráfico de drogas e estupro.

LEIA MAIS

Suspeito de matar PM em Feira de Santana alega legítima defesa e diz que se apresentará na segunda

Carro onde estava a ex-namorada e o suspeito colidiu em dois veículos e se chocou em um poste.

O homem suspeito de ter matado o policial militar Florisvaldo Moreira Santos Júnior, 39 anos, na madrugada desse domingo (26), em Feira de Santana, (BA), entrou em contato com a Polícia Civil e informou que atirou no PM em legítima defesa. Ronaldo Jerônimo de Souza Carvalho disse ainda que irá se apresentar nesta segunda-feira (27) com o advogado para prestar esclarecimentos.

O policial perseguia a ex-namorada e o atual companheiro dela em um carro. Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), durante a perseguição, um dos veículos colidiu e o PM teria atirado contra o casal. Para se defender, Ronaldo revidou a agressão, atingindo o militar no pescoço, que não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

LEIA MAIS

Policial Militar é baleado e esposa é morta após ataque em Feira de Santana

Na noite desta quinta-feira (02), o tenente da Polícia Militar Fábio Emanuel Oliveira dos Santos e sua esposa sofreram um ataque próximo a um shopping de Feira de Santana (BA), na rua Juarez Tavares.

Segundo informações iniciais, de agentes da referida CIPM, dois elementos a bordo de um carro estilo sedan efetuaram vários disparos contra o casal.

O oficial – lotado na 67ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) – foi atingido por três disparos, na perna e no braço. A esposa do tenente também foi atingida. Os dois foram socorridos para o Hospital Emec, no entanto, a mulher não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Prefeitura de Feira de Santana abre concurso com 50 vagas para Guarda Municipal

(Foto: Ilustração)

A prefeitura de Feira de Santana (BA) deve nesta quarta-feira (1º) o edital do concurso para Guarda Municipal. As inscrições devem começar também na quarta, com taxa no valor de R$60.

O edital terá 50 vagas com exigência de nível médio. A assessoria da prefeitura afirmou à Folha Dirigida que durante a seleção até dez vezes mais candidatados poderão ser convocados.

Ainda de acordo com a Folha, a previsão é que na primeira quinzena de fevereiro do ano 2018 a cidade já possa nomear os aprovados.

A banca organizadora ainda não foi informada, mas as finalistas da seleção são a AOCP Concursos e a EPL (Empresa Paranaense de Licitações).