Receita abre consulta ao 4º lote de restituição do Imposto de Renda nesta segunda-feira (24)

A Receita Federal abre nesta segunda-feira (24), às 9 horas, a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020. O crédito bancário para 4.479.172 contribuintes será realizado no dia 31 de agosto, totalizando o valor de R$ 5,7 bilhões.

Desse total, R$ 248.630.681,67 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal: 6.633 contribuintes idosos acima de 80 anos, 36.155 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.308 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 17.787 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

LEIA MAIS

Prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda termina nesta terça-feira (30)

A um dia do fim do prazo, quase 5 milhões de contribuintes ainda não declararam o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020. Até o início da tarde desta segunda-feira (29), 27.080.873 declarações foram recebidas pelos sistemas da Receita Federal – algo em torno de 84% de um total de 32 milhões que o órgão espera receber neste ano.

Em razão da pandemia de coronavírus, o prazo para a entrega da declaração foi prorrogado do dia 30 de abril para 30 de junho. A multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo será correspondente a 20% do imposto devido.

LEIA MAIS

Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR nesta terça

A Receita Federal abre nesta terça-feira, 23, às 9h, consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020. Mais de 3,3 mil contribuintes receberão R$ 5,7 bilhões no lote de maior valor já registrado. O pagamento será dia 30 de junho.

Desse valor total, R$ 3,977 bilhões são para contribuintes com direito a prioridade no recebimento: 54.047 contribuintes acima de 80 anos; 1.186.406 contribuintes entre 60 e 79 anos; 89.068 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave; e 937.234 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Foram contemplados ainda mais de 1 milhão de contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 4 de março.

O pagamento será realizado no dia 30 de junho, data de encerramento do período de entrega das Declarações do Imposto de Renda das Pessoas Físicas/2020. Neste ano, os lotes foram reduzidos de sete para cinco com pagamento iniciando antes mesmo do fim do prazo de entrega. O primeiro lote foi pago em 29 de maio.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na Internet. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Receita Federal realiza pagamento de restituições residuais do IRPF do período 2008/2019

(Foto: Reprodução/Internet)

O crédito bancário para 72.546 contribuintes do lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), contemplando restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2019, está sendo feito nesta segunda-feira (16) pela Receita Federal.

Ele totaliza R$ 240 milhões. Desse valor, R$ 104,186 milhões são para contribuintes com prioridade no recebimento: 1.848 idosos acima de 80 anos, 11.528 entre 60 e 79 anos, 1.621 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 5.667 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Campanha propõe doação do Imposto de Renda em prol dos idosos do Lar de São Vicente de Paulo de Salgueiro

(Foto: Reprodução/Site do Lar São Vicente de Paulo)

A atual legislação brasileira possibilita cidadãos e empresas a destinar parte de seu Imposto de Renda (IR) a projetos sociais de Entidades. Assim, através do Fundo Municipal de Direito do Idoso (FMDI), este ano, é possível ajudar a transformar a vida dos idosos do Lar de São Vicente de Paulo de Salgueiro  (PE), por meio de deduções fiscais.

O Lar de São Vicente de Paulo oferta serviço de acolhimento institucional para idosos em Salgueiro. É uma entidade sem fins lucrativos, que atua há mais de 100 anos na região. Possui um relevante papel na rede de garantia à direitos da pessoa idosa, pois afiança o acolhimento de idosos em situação de violação a seus direitos fundamentais. Atualmente, é a única entidade a ofertar o serviço no Sertão Central, sendo assim referência na prestação do serviço.

LEIA MAIS

Receita Federal libera consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), que  contempla restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2019, já está disponível para consulta.

O crédito bancário para 72.546 contribuintes será feito no dia 16 de março, totalizando R$ 240 milhões. Desse total, R$ 104,186 milhões são para contribuintes com prioridade no recebimento: 1.848 idosos acima de 80 anos, 11.528 entre 60 e 79 anos, 1.621 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 5.667 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

LEIA MAIS

Consulta a lote de restituição do Imposto de Renda será liberada na próxima segunda-feira

(Foto: Reprodução/Internet)

A partir das 9h da próxima segunda-feira (9), estará disponível para consulta o lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF), contemplando as restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2019.

O crédito bancário para 72.546 contribuintes será realizado no dia 16 próximo, somando R$ 240 milhões. Desse total, R$ 104,186 milhões são para contribuintes com prioridade no recebimento: 1.848 idosos acima de 80 anos, 11.528 entre 60 e 79 anos, 1.621 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 5.667 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146.

Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, pode-se avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Comprovantes para Imposto de Renda devem ser enviados até sexta-feira

As empresas e as instituições financeiras têm até sexta-feira (28) para enviar aos contribuintes os comprovantes de rendimentos referentes ao ano passado. Os informes são usados para o preenchimento da declaração do Imposto de Renda (IR) Pessoa Física 2020, cujo prazo de entrega começa na segunda-feira (2).

Os dados não precisam ser enviados pelos Correios. Os comprovantes podem ser mandados por e-mail, serem baixados na internet ou divulgados em aplicativos para dispositivos móveis. Os documentos de rendimento servem para a Receita Federal cruzar informações e verificar se o contribuinte preencheu dados errados ou sonegou imposto.

Os documentos fornecidos pelos empregadores devem conter os valores recebidos pelos contribuintes no ano anterior, assim como detalhar os valores descontados para a Previdência Social e o Imposto de Renda recolhido na fonte. Contribuições para a Previdência Complementar da empresa e aportes para o plano de saúde coletivo devem ser informados, caso existam.

LEIA MAIS

Receita Federal antecipará pagamento de lotes de restituição do Imposto de Renda

(Foto: Reprodução/Internet)

A partir deste ano a Receita Federal antecipará o pagamento dos lotes de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Tradicionalmente paga em sete lotes, de junho a dezembro, a restituição será paga em cinco lotes, do fim de maio ao fim de setembro.

Pelo cronograma anunciado hoje (19) pela Receita Federal, o primeiro lote será pago em 29 de maio. Os lotes seguintes serão pagos em 30 de junho, 31 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro.

LEIA MAIS

Receita começa pagar restituições residuais do Imposto de Renda

Acesse o site da Receita para saber mais

Já está disponível o pagamento do lote residual de restituição multiexercício do Imposto sobre a Renda Pessoa Física (IRPF). A Receita Federal começou a pagar os contribuintes nessa segunda-feira (17), mas apenas aos exercícios de 2008 a 2019. O crédito bancário será feito para 116.188 contribuintes, somando mais de R$ 297 milhões.

Têm prioridade no pagamento idosos acima de 80 anos, idosos entre 60 e 79 anos, pessoas com deficiência física, mental ou doença grave e aquele contribuinte cuja maior renda for o magistério. Para saber se teve o crédito liberado basta acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano e caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contactar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil.

Receita Federal libera consulta a lote do Imposto de Renda

(Foto: Reprodução/Internet)

A Receita Federal liberou às 9h dessa segunda-feira (10) a consulta ao lote residual de restituição multiexercício do Imposto de Renda sobre a Pessoa Física (IRPF), referentes ao período de 2008 a 2019. O crédito bancário será depositado na próxima segunda-feira (17), a 116.188 contribuintes.

Serão pagos mais de R$ 297 milhões. Terão prioridade no recebimento idosos acima de 80 anos, pessoas com deficiência ou doentes. A consulta ao lote pode ser feita na internet, no site da Receita, via Receita Fone (146) ou aplicativo para smartphones.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Quem não receber o valor deve ir a agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Receita começa a pagar restituições de lote residual do Imposto de Renda

(Foto: Reprodução/Internet)

A Receita Federal começou a pagar nessa quarta-feira (15) as restituições do lote residual do Imposto de renda Pessoa Física janeiro. O dinheiro está sendo depositada na conta informadas na declaração passada.

A estimativa do órgão é que serão desembolsados R$ 725 milhões às declarações entre 2008 a 2019. Esse valor será pago a 185.891 contribuintes que estavam na malha fina, mas conseguira regularizar as pendências com o Fisco e têm direito ao dinheiro.

Para o lote de 2019, a correção da restituição é de 4,77%. Já aos lotes de 2008, 113,05%. A lista dos beneficiados está disponível no site da Receita Federal, mas também pode ser consultada no Receita Fone (146) ou via aplicativo para smartphones.

Receita Federal abre consulta a lote residual de restituição para 185 mil contribuintes nesta quarta

(Foto: Agência Brasil)

A Receita Federal divulgou que, a partir desta quarta-feira (8), estará disponível para consulta o lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda residual referente aos exercícios de 2008 a 2019.

Segundo o fisco, o crédito bancário para 185.891 contribuintes será realizado no dia 15 de janeiro, totalizando R$ 725 milhões. Desse total, diz a Receita, R$ 399.520.451,84 referem-se ao quantitativo de contribuintes de que tratam o art. 16 da Lei nº 9.250/95 e o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 8.010 contribuintes idosos acima de 80 anos, 36.161 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.412 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 9.387 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Receita Federal libera sexto lote da restituição do Imposto de Renda 2019

Sexto lote começou a ser pago hoje (Foto: Agência Brasil)

A Receita Federal liberou hoje (18) o sexto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. No lote ainda serão contempladas restituições residuais entre 2008 e 2018. Serão pagos R$ 2,1 bilhões a 1.365.366 contribuintes.

O pagamento é prioritário a idosos acima de 80 anos, seguidos dos de 60 a 79 e pessoas com algum tipo de deficiência física, mental ou doença grave. Para saber se tem direito ao benefício, a Receita orienta o contribuinte que faça a consulta no Receitafone (146) ou na internet.

Também é possível fazer a consulta no aplicativo da instituição. A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate dentro do prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no eCAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Receita Federal abre consulta ao sexto lote do Imposto de Renda

(Foto: Agência Brasil)

A Receita Federal abriu, nesta sexta-feira (8), em função do feriado de 15 de novembro, a consulta ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. O lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

O crédito bancário para 1.365.366 contribuintes será realizado no dia 18 de novembro, totalizando o valor de R$ 2,1 bilhões. Desse total, R$ 207.186.130,72 são destinados a 5.270 idosos acima de 80 anos, 32.641 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.673 com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 16.408 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, no serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS
123