Imposto de Renda: Receita libera consulta ao 2º lote da restituição amanhã

A Receita Federal deve liberar a consulta ao segundo lote de restituição do imposto de renda 2021 nesta quarta-feira (23). Para quem está na expectativa, os pagamentos serão liberados no dia 30 de junho, ou seja, próxima semana.

O contribuinte deve acessar o site da Receita Federal, clicar em Meu Imposto de Renda e, em seguida, clicar em “Consultar Restituição” para saber se foi contemplado neste lote. A Receita Federal oferece também o serviço de consulta rápida das declarações do imposto de renda por meio do app Meu Imposto de Renda, disponível para Android e iOS.

Segundo a Receita Federal, a expectativa é concluir o pagamento de todas as restituições até o mês de setembro. Confira a seguir o calendário de pagamento:

Prefeitura garante isenção automática no IPTU para quem foi contemplado em 2019

(Foto: Ascom/PMP)

Uma boa notícia para quem foi isento do IPTU 2019, em Petrolina. De acordo com a Prefeitura, eles serão automaticamente contemplados neste ano. Devido à pandemia, a gestão optou por estender esse direito aos que já haviam sido contemplados anteriormente.

Quem é beneficiado

Estão sendo beneficiados aposentados, pensionistas e pessoas com deficiência que atendam aos critérios previstos em lei. De acordo com a secretária da Fazenda de Petrolina, Lucivane Lima, ao receberem o DAM da Taxa de Coleta de Lixo 2021 os contribuintes já serão informados sobre a isenção do imposto.

LEIA MAIS

9 milhões de brasileiros ainda não fizeram declaração do Imposto de Renda

(Foto: Reprodução/Internet)

O prazo para fazer a declaração do Imposto de Renda termina na próxima segunda-feira (31), mas até ontem cerca de 9 milhões de brasileiros ainda não haviam prestado contas ao Leão. Segundo o balanço mais recente, 23.535.609 contribuintes enviaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, 72,1% do previsto para este ano.

Neste ano, o Fisco espera receber entre até 32.619.749 declarações. No ano passado, foram enviadas 31.980.146 declarações. Quem ainda não fez a declaração pode baixar o programa para computador, disponível na página da Receita.

Quem perder o prazo de envio terá de pagar multa de R$ 165,74 ou 1% do imposto devido, prevalecendo o maior valor. A entrega é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2020. Isso equivale a um salário acima de R$ 1.903,98, incluído o décimo terceiro.

'; } else { echo ''; } ?>

Bolsonaro veta projeto que prorrogava prazo da declaração do IRPF

A Secretaria-Geral da Presidência informou, na quarta-feira (5), que o presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto aprovado pelo Congresso, que prorrogava até 31 de julho o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2021 (IRPF).

A matéria foi aprovada em 13 de abril e seguiu para sanção. Porém, com a negativa do presidente, os contribuintes têm até 31 de maio para acertar as contas com o Leão. Há duas possibilidades: o Congresso Nacional pode derrubar ou manter vetos presidenciais.

Para isso, precisa ser convocada uma sessão conjunta, formada por deputados e senadores. A justificativa do Governo Federal para a decisão veio do Ministério da Economia pois haveria “desequilíbrio do fluxo de recursos”.

Senado aprova projeto para prorrogar declaração do IR até julho

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (6), em votação simbólica, o projeto de lei que prorroga o prazo para declaração do Imposto de Renda de 2021 por causa da pandemia de Covid-19. O texto, aprovado com emendas que alteraram o parcelamento dos valores restantes após a declaração, agora voltará à Câmara dos Deputados para revisão.

Caso seja aprovado e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a proposta vai prorrogar a declaração em 91 dias, estabelecendo a data final para o dia 30 de julho de 2021. O prazo atual se encerra no dia 30 de abril.

LEIA MAIS

Receita abre consulta ao 4º lote de restituição do Imposto de Renda nesta segunda-feira (24)

A Receita Federal abre nesta segunda-feira (24), às 9 horas, a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020. O crédito bancário para 4.479.172 contribuintes será realizado no dia 31 de agosto, totalizando o valor de R$ 5,7 bilhões.

Desse total, R$ 248.630.681,67 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal: 6.633 contribuintes idosos acima de 80 anos, 36.155 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.308 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 17.787 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

LEIA MAIS

Prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda termina nesta terça-feira (30)

A um dia do fim do prazo, quase 5 milhões de contribuintes ainda não declararam o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020. Até o início da tarde desta segunda-feira (29), 27.080.873 declarações foram recebidas pelos sistemas da Receita Federal – algo em torno de 84% de um total de 32 milhões que o órgão espera receber neste ano.

Em razão da pandemia de coronavírus, o prazo para a entrega da declaração foi prorrogado do dia 30 de abril para 30 de junho. A multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo será correspondente a 20% do imposto devido.

LEIA MAIS

Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR nesta terça

A Receita Federal abre nesta terça-feira, 23, às 9h, consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020. Mais de 3,3 mil contribuintes receberão R$ 5,7 bilhões no lote de maior valor já registrado. O pagamento será dia 30 de junho.

Desse valor total, R$ 3,977 bilhões são para contribuintes com direito a prioridade no recebimento: 54.047 contribuintes acima de 80 anos; 1.186.406 contribuintes entre 60 e 79 anos; 89.068 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave; e 937.234 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Foram contemplados ainda mais de 1 milhão de contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 4 de março.

O pagamento será realizado no dia 30 de junho, data de encerramento do período de entrega das Declarações do Imposto de Renda das Pessoas Físicas/2020. Neste ano, os lotes foram reduzidos de sete para cinco com pagamento iniciando antes mesmo do fim do prazo de entrega. O primeiro lote foi pago em 29 de maio.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na Internet. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Receita Federal realiza pagamento de restituições residuais do IRPF do período 2008/2019

(Foto: Reprodução/Internet)

O crédito bancário para 72.546 contribuintes do lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), contemplando restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2019, está sendo feito nesta segunda-feira (16) pela Receita Federal.

Ele totaliza R$ 240 milhões. Desse valor, R$ 104,186 milhões são para contribuintes com prioridade no recebimento: 1.848 idosos acima de 80 anos, 11.528 entre 60 e 79 anos, 1.621 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 5.667 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Campanha propõe doação do Imposto de Renda em prol dos idosos do Lar de São Vicente de Paulo de Salgueiro

(Foto: Reprodução/Site do Lar São Vicente de Paulo)

A atual legislação brasileira possibilita cidadãos e empresas a destinar parte de seu Imposto de Renda (IR) a projetos sociais de Entidades. Assim, através do Fundo Municipal de Direito do Idoso (FMDI), este ano, é possível ajudar a transformar a vida dos idosos do Lar de São Vicente de Paulo de Salgueiro  (PE), por meio de deduções fiscais.

O Lar de São Vicente de Paulo oferta serviço de acolhimento institucional para idosos em Salgueiro. É uma entidade sem fins lucrativos, que atua há mais de 100 anos na região. Possui um relevante papel na rede de garantia à direitos da pessoa idosa, pois afiança o acolhimento de idosos em situação de violação a seus direitos fundamentais. Atualmente, é a única entidade a ofertar o serviço no Sertão Central, sendo assim referência na prestação do serviço.

LEIA MAIS

Receita Federal libera consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), que  contempla restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2019, já está disponível para consulta.

O crédito bancário para 72.546 contribuintes será feito no dia 16 de março, totalizando R$ 240 milhões. Desse total, R$ 104,186 milhões são para contribuintes com prioridade no recebimento: 1.848 idosos acima de 80 anos, 11.528 entre 60 e 79 anos, 1.621 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 5.667 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

LEIA MAIS

Consulta a lote de restituição do Imposto de Renda será liberada na próxima segunda-feira

(Foto: Reprodução/Internet)

A partir das 9h da próxima segunda-feira (9), estará disponível para consulta o lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF), contemplando as restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2019.

O crédito bancário para 72.546 contribuintes será realizado no dia 16 próximo, somando R$ 240 milhões. Desse total, R$ 104,186 milhões são para contribuintes com prioridade no recebimento: 1.848 idosos acima de 80 anos, 11.528 entre 60 e 79 anos, 1.621 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 5.667 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146.

Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, pode-se avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

LEIA MAIS

Comprovantes para Imposto de Renda devem ser enviados até sexta-feira

As empresas e as instituições financeiras têm até sexta-feira (28) para enviar aos contribuintes os comprovantes de rendimentos referentes ao ano passado. Os informes são usados para o preenchimento da declaração do Imposto de Renda (IR) Pessoa Física 2020, cujo prazo de entrega começa na segunda-feira (2).

Os dados não precisam ser enviados pelos Correios. Os comprovantes podem ser mandados por e-mail, serem baixados na internet ou divulgados em aplicativos para dispositivos móveis. Os documentos de rendimento servem para a Receita Federal cruzar informações e verificar se o contribuinte preencheu dados errados ou sonegou imposto.

Os documentos fornecidos pelos empregadores devem conter os valores recebidos pelos contribuintes no ano anterior, assim como detalhar os valores descontados para a Previdência Social e o Imposto de Renda recolhido na fonte. Contribuições para a Previdência Complementar da empresa e aportes para o plano de saúde coletivo devem ser informados, caso existam.

LEIA MAIS

Receita Federal antecipará pagamento de lotes de restituição do Imposto de Renda

(Foto: Reprodução/Internet)

A partir deste ano a Receita Federal antecipará o pagamento dos lotes de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Tradicionalmente paga em sete lotes, de junho a dezembro, a restituição será paga em cinco lotes, do fim de maio ao fim de setembro.

Pelo cronograma anunciado hoje (19) pela Receita Federal, o primeiro lote será pago em 29 de maio. Os lotes seguintes serão pagos em 30 de junho, 31 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro.

LEIA MAIS

Receita começa pagar restituições residuais do Imposto de Renda

Acesse o site da Receita para saber mais

Já está disponível o pagamento do lote residual de restituição multiexercício do Imposto sobre a Renda Pessoa Física (IRPF). A Receita Federal começou a pagar os contribuintes nessa segunda-feira (17), mas apenas aos exercícios de 2008 a 2019. O crédito bancário será feito para 116.188 contribuintes, somando mais de R$ 297 milhões.

Têm prioridade no pagamento idosos acima de 80 anos, idosos entre 60 e 79 anos, pessoas com deficiência física, mental ou doença grave e aquele contribuinte cuja maior renda for o magistério. Para saber se teve o crédito liberado basta acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano e caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contactar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil.

123