Prefeitura de Petrolina divulga dicas sobre o que fazer em casos de acidentes com escorpiões

(Foto: Ascom/PMP)

Com a chegada do verão e do período chuvoso, principal época de reprodução dos escorpiões, o número de acidentes com animais peçonhentos tende a aumentar. Pensando nisso, a Prefeitura de Petrolina divulgou medidas que vão auxiliar a população na prevenção de novos casos.

Os escorpiões têm hábitos noturnos e se alimentam, principalmente, de insetos e aranhas. Em Petrolina, o combate desse animal, é feito pela gestão municipal através da captura das espécies e de orientações repassadas à população pelos agentes de saúde e de endemias. Mas, as ações por parte dos moradores são de suma importância, como a limpeza de terrenos e quintais, por exemplo.

“A gente salienta a importância de cada morador avaliar seu imóvel e eliminar possíveis situações que tornem a residência atraente para o surgimento de insetos, principalmente baratas, pois irá promover a proliferação de escorpiões. O lixo doméstico deve ser colocado em sacos plásticos ou cestos de lixo, devidamente fechados, para posterior coleta. É importante também evitar nas residências acúmulo de entulhos, telhas, blocos e madeiras”, frisa a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

Após registro de morte de saguis, Pernambuco vai oferecer vacina contra a febre amarela para toda a população

(Foto: Reprodução/Internet)

A partir de março, a vacina contra a febre amarela vai ser oferecida nos postos de saúde de Pernambuco, para toda a população, sem necessidade de comprovação de viagem a áreas de risco. A inclusão do estado como área de recomendação foi anunciada pela Secretaria Estadual de Saúde em meio ao alerta provocado pela descoberta de 14 saguis mortos num condomínio em Aldeia, Camaragibe. Os moradores do residencial e de seu entorno já serão vacinados, de forma antecipada, a partir do sábado. A decisão foi tomada pelas autoridades de saúde do estado e do município.

A morte dos saguis está sendo investigada pela SES e pela Vigilância Ambiental do município. Seis animais foram encaminhados ao Departamento de Veterinária da UFRPE para passarem por necrópsia. Outros oito estavam em estado avançado de decomposição. As amostras foram enviadas ao Instituto Evandro Chagas, no Pará. O órgão averiguará o que pode ter provocado os óbitos. Entre as suspeitas estão o contágio de herpes, dengue ou febre amarela, além de envenenamento. O resultado sai em até 20 dias.

“A campanha de vacinação contra a febre amarela já aconteceria em março. O fato de ter havido 14 óbitos provocou a antecipação porque a vacina é uma forma de prevenção. Vamos começar no perímetro onde ocorreram as mortes e cobrir todo o município. É importante ressaltar que não temos o vírus circulante. Esta é uma forma de prevenção já prevista no calendário vacinal nacional e estamos apenas adiantando o cronograma de forma preventiva”, esclareceu a coordenadora municipal de imunização, Maria José Neves.

1º Mutirão de Detecção da Hanseníase será realizado em Petrolina no próximo sábado

O Colegiado de Medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), com o apoio do Hospital Universitário, realizará no próximo sábado (11), o 1º Mutirão de Detecção da Hanseníase. O evento será sediado na Policlínica da Univasf.

A ação em alusão à campanha “Janeiro Roxo”, tem o objetivo de alertar a população sobre a gravidade da doença e a necessidade do diagnóstico e tratamento precoces, além de contribuir para a redução do preconceito.

O número de casos da doença detectados no Brasil é alto. De acordo com o Ministério da Saúde, em média são 30 mil por ano. “Cerca de 90% dos diagnósticos da doença, nas Américas, são encontrados no Brasil. E o Nordeste tem seis vezes mais casos do que o tolerável”, ressalta a dermatologista e hansenologista, Tânia Moreno.

Coelba alerta para cuidados com a seguranças das crianças durante férias escolares

(Foto: Ilustração)

As férias escolares já começaram e a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) reforça as orientações de segurança para este período do ano. Segundo dados do Ministério da Saúde, cerca de 110 mil crianças são hospitalizadas, anualmente, vítimas de acidentes domésticos. Durante as férias escolares, essas ocorrências aumentam em 25%.

O ambiente doméstico pode esconder armadilhas que comprometem a segurança dos pequenos. Quando o assunto é energia elétrica, a Coelba recomenda atenção redobrada dos pais ou responsáveis no período de férias, em que as crianças permanecem mais tempo em casa.

A primeira ação é manter a garotada longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. No caso de tomadas, devem ser utilizados protetores para que não sejam introduzidos objetos metálicos (como clipes, grampos, pregos, etc.), caso muito comum devido à curiosidade das crianças.

Equipe do Serviço Social reforça campanha ‘Dezembro Vermelho’ na UPAE Petrolina

(Foto: Ascom)

A equipe do Serviço Social da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) está trabalhando este mês o ‘Dezembro Vermelho’ – uma campanha criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para lembrar a luta contra a AIDS e fortalecer a compreensão, solidariedade e apoio aos portadores do vírus.

A escolha dessa data seguiu critérios próprios das Nações Unidas. No Brasil, a data passou a ser adotada a partir de 1988, por meio de uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde. O laço vermelho (utilizado na campanha) é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a AIDS.

As ações do Dezembro Vermelho buscam sensibilizar a população quanto à importância do acesso à informação adequada sobre o HIV, sobre a evolução dos métodos de prevenção e de tratamento.

Celpe alerta para prevenção de acidentes domésticos envolvendo eletricidade

(Foto: Ilustração)

Com a chegada das férias escolares, as crianças costumam passar mais tempo em casa realizando atividades de lazer e brincadeiras. Neste período, o tempo livre pode representar um risco, quando cuidados prévios não são tomados. Por isso, o uso seguro da energia é mandatório em todas as idades. Para minimizar os perigos, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) alerta sobre os cuidados necessários para prevenir e evitar acidentes domésticos envolvendo a eletricidade.

O uso de aparelhos eletroeletrônicos e eletrodomésticos por parte das crianças tende a aumentar nesse período, sendo importante redobrar a atenção durante o uso. O acesso à geladeira, por exemplo, não deve acontecer de modo algum com os pés descalços. Nunca se deve manter contato com eletrodomésticos quando o corpo está molhado. Esse cuidado deve ser ainda maior nas casas com piscina ou na praia, uma vez que é comum as pessoas saírem molhadas e abrirem freezers e refrigeradores.

Cada vez mais comum, os celulares, tablets e notebooks devem ter uma atenção especial ao serem recarregados. A primeira ação, e a mais básica, é manter as crianças longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. Também é importante que o uso do aparelho seja suspenso durante seu carregamento. No caso de tomadas, devem ser utilizados protetores para que não sejam introduzidos objetos metálicos, caso muito comum devido à curiosidade das crianças. Usar o “T” (benjamim) e extensões de maneira definitiva também é perigoso, além de sobrecarregar as tomadas, pode causar curtos circuitos e incêndios.

Mais de 250 pessoas são atendidas na Policlínica do Hospital Universitário durante mutirão de combate ao câncer de pele

(Foto: Ascom)

No último sábado (7), ocorreu na Policlínica do Hospital Universitário, um mutirão de atendimentos para avaliação de lesões suspeitas de câncer de pele. A ação faz parte da campanha Dezembro Laranja, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), para combater a doença. O Hospital Universitário apoia e colabora com a causa desde o ano de 2016.

O mutirão contou com a participação voluntária de 11 dermatologistas, quatro cirurgiões, além de residentes e estudantes. Mais de 250 pessoas passaram pelas consultas, 50 delas apresentaram lesões compatíveis com o câncer e 25 foram submetidas, no mesmo dia, a procedimentos cirúrgicos para tratamento. Os outros pacientes já estão com suas cirurgias agendadas.

Prefeitura de Petrolina realiza ação de combate ao Aedes aegypti no João de Deus

(Foto: Duda Oliveira)

Nesta sexta-feira (6), Dia Nacional de Combate ao Aedes aegypti, os agentes de combate às endemias de Petrolina percorreram as ruas do bairro João de Deus, um dos maiores bairros da cidade, em uma ação educativa de conscientização da população com foco na eliminação de possíveis criadouros do mosquito.

Durante toda a amanhã, os agentes – coordenados pela equipe da Secretaria de Saúde – bateram de porta em porta para falar sobre os riscos do Aedes. O João de Deus foi escolhido por ser um bairro com histórico de infestação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

De acordo com a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro, o objetivo da ação é reforçar o combate ao vetor transmissor, além de alertar a população sobre as medidas necessárias para evitar a proliferação do mosquito em suas residências.

Petrolina e Juazeiro reforçam ações na Semana Nacional de Mobilização contra o Aedes Aegypti

(Foto: Ascom/PMP)

Ao longo desta semana, os municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) estão realizando diversas atividades para alertar a população sobre a importância de combater a proliferação do Aedes aegypti.

Nesta sexta-feira (6), a prefeitura vai realizar um mutirão no bairro João de Deus, em alusão à Semana Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti, das 7h30 às 12h30. O objetivo é prevenir contra a dengue, chikungunya e zika vírus, doenças transmitidas por esse vetor.

Prefeitura de Petrolina alerta sobre fake news e reforça eficácia de vacinação

Além de manter hábitos saudáveis, a melhor maneira de evitar doenças infecciosas é se vacinando contra elas. Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferta diversas vacinas que protegem contra mais de 40 doenças, entre elas, o sarampo.

Diante do surgimento de fake news, a Prefeitura de Petrolina reforça que vacinação é uma prioridade. “Basta ir ao Posto de Saúde mais perto de sua casa e pedir para atualizar o calendário de vacinação, que prevê vacinas para todas as idades, desde os recém-nascidos até os idosos. Por isso, se proteger contra doenças é uma questão de escolha, responsabilidade e deve ser tido como prioridade por todos”, destaca secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

A vacinação evita que os vírus de doenças graves circulem pelo país. Além disso, as vacinas evitam sequelas causadas por essas doenças, como surdez, cegueira, paralisia, problemas neurológicos e até a morte. As vacinas servem para estimular o sistema imunológico, ou seja, as células que protegem o nosso corpo.

Ministério da Saúde lança campanha para prevenir a obesidade infantil

(Foto: Agência Brasil)

O Ministério da Saúde lançou a campanha 1, 2, 3 e já! Vamos prevenir a obesidade infantil. A ideia é incentivar as crianças a seguirem três passos simples para evitar o sobrepeso: alimentação saudável, atividade física e brincadeiras longe das telas da TV, celular e jogos eletrônicos.

O lançamento ocorreu durante a abertura do 15° Encontro Nacional de Aleitamento Materno (Enam) e o 5° Encontro Nacional de Alimentação Complementar Saudável (Enacs), no Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova, região central do Rio de Janeiro.

Na cerimônia de abertura, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destacou que o país tem evoluído na regulamentação da indústria e propaganda e no incentivo à alimentação saudável. “Somos de uma geração em que a propaganda dizia: ‘Danoninho vale por um bifinho’. Daquele marco, inicia-se uma reação da sociedade e organização para pensar e debater se aquela frase tinha algum fundo de verdade. Hoje, ela fica na prateleira da vergonha da propaganda. Era um Conar [Conselho Nacional Autorregulamentação Publicitária] que não existia, uma regulamentação que não existia.”

Segundo Mandetta, o problema é um “verdadeiro drama” e o fenômeno é global. Dados do ministério apontam que três de cada 10 crianças de 5 a 9 anos atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) estão acima do peso, um total de 4,4 milhões. Do total de crianças, 16% (2,4 milhões) estão com sobrepeso, 8% (1,2 milhão) com obesidade e 5% (755 mil) com obesidade grave. Abaixo de 5 anos, são 15,9% com excesso de peso.

Segunda etapa de vacinação contra o sarampo começa na próxima semana em Petrolina

(Foto: Jonas Santos)

A Prefeitura de Petrolina dará início à segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, na próxima segunda-feira (18). Nesta nova fase, por orientação do Ministério da Saúde, o público-alvo será os adultos de 20 a 29 anos.

“Quem não estiver com a caderneta de vacinação em dia terá a oportunidade de se vacinar até 30 de novembro, quando termina a campanha. As Unidades de Saúde da Família (USF) estarão abertas para fazer a imunização. Na área rural, com funcionamento das 7h às 13h, e das 8h às 16h45 na zona urbana”, explica a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a vacina tríplice viral que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba está disponível na rede pública por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS) o ano todo. A faixa etária do público alvo são brasileiros de 1 até 49 anos, dentro ou fora de surtos. Com a situação de surto no país ampliou para crianças de 6 meses a menores de um ano como intensificação. O dia ‘D’ dessa segunda etapa ocorrerá no próximo dia 30.

Com mais de 106% de cobertura vacinal Petrolina supera meta da campanha contra sarampo

(Foto: Alexandre Justino)

Petrolina superou a meta da campanha nacional contra o sarampo para a vacinação de rotina, ou seja, crianças de 12 e 15 meses, com o registro de 106,84% de imunização dessa faixa etária. A informação é de uma balanço parcial divulgado pela Secretária de Saúde.

Para crianças de 6 meses a menores de 1 ano, as equipes estão fazendo o levantamento que será divulgado em breve. “Estamos finalizando esses números, mas já estamos muito felizes com os nossos resultados parciais. Vale ressaltar que, mesmo com o fim da campanha para esse público, a vacinação continua nas unidades de saúde”, frisou a secretária interina de Saúde, Larisse Silva.

A segunda etapa da campanha de vacinação está prevista para começar em 18 de novembro com foco na população adulta. “Desta vez, adultos de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia terão a oportunidade de se vacinar até 30 de novembro”, destaca.

UPAE e Hospital Dom Malan seguem desenvolvendo ações do Outubro Rosa em Petrolina

(Foto: Divulgação)

As atividades do Outubro Rosa continuam na Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada e no Hospital Dom Malan, ambos geridos pelo IMIP em Petrolina. A campanha, que começou no início do mês, conta com o engajamento dos dois serviços todos os anos, e costuma envolver pacientes, acompanhantes, funcionários e colaboradores.

Na UPAE, por exemplo, já foram feitas palestras, distribuição de laços e folders, e rodas de conversa e visando a conscientização. Nesta quarta-feira (23) mesmo, o serviço social preparou um momento para o pessoal do ambulatório. Antes disso, a equipe já havia passado pela fisioterapia e salas de emergência.

O Núcleo de Educação Permanente (NEP) e a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) também participam das ações. “A gente tenta envolver a todos e trabalhar os temas ligados à saúde de forma leve e até lúdica. Acho que tem dado certo e a UPAE tem atuado bem na prevenção”, defende a assistente social, Cynthia Sousa.

No Dom Malan as ações têm sido diversificadas, inclusive com momentos de autocuidado para as mulheres. De acordo com a supervisora do Serviço Social, Kátia Silene, a intenção é sensibilizar. “A mulher precisa entender que necessita se cuidar e se amar, e isso passa primeiro pela saúde“, reflete.

Vale ressaltar que no Dom Malan as mulheres têm acesso a consultas e exames. Por mês, são disponibilizadas, em média, 200 mamografias, 70 ultrassons de mama e consultas com o mastologista. A porta de entrada do paciente na rede de assistência à saúde é a atenção básica. Então, ao primeiro sinal de problema procure o posto de saúde para os encaminhamentos necessários.

Ação da prefeitura voltada para o Outubro Rosa levará serviços de saúde para o bairro Cacheado

(Foto: Ascom)

O mês de outubro é marcado por diversas ações nas Unidades Saúde da Família (USF), em Petrolina. Neste sábado (19) é a vez da comunidade do Cacheado ser beneficiada com diversos serviços voltados, principalmente, para as mulheres do bairro. O objetivo da prefeitura é promover a sensibilização sobre a prevenção do câncer de mama, além da importância de cuidados com a saúde física, mental e autoestima.

Durante toda a manhã, serão ofertados exames de preventivos; orientações para autoexame da mama; solicitação de mamografia; aferição da pressão arterial e HGT; consulta saúde da mulher; palestras educativas, além da atualização da caderneta de vacinação. Para receber o atendimento é importante levar um documento de identificação, cartão SUS e, para as crianças, a caderneta de vacinação. O evento acontecerá das 8h às 12h.

De acordo com a coordenadora da área, Julianne Padilha, será um momento muito importante de cuidado da mulher. “Muitas dessas mulheres que moram na comunidade trabalham durante a semana e não têm tempo de vir até a unidade de saúde, então essa oferta de serviços em forma de mutirão foi a forma que encontramos para atender esse público”, destacou.

123