Prefeitura de Juazeiro se manifesta sobre reivindicação de Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias

(Foto: Ascom/PMJ)

Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias de Juazeiro publicaram semana passada um documento, através do qual, reivindicavam da gestão Suzana Ramos um reajuste salarial, que segundo eles, faz parte de um escalonamento de salário que foi iniciado em 2019 e que já deveria ter sido paga a terceira parcela desse acordo desde o pagamento do salário de janeiro de 2021.

Os profissionais informaram também que, o Sindicato que representa a categoria já havia protocolado ofício na Secretaria de Saúde, na tentativa de iniciar um diálogo com os gestores das pastas responsáveis, mas não tinha obtido resposta.

Procurada pela a equipe do Blog Waldiney a assessoria da Secretaria de Administração (SEAD) esclareceu que, na última quarta-feira (17), houve uma reunião entre a Secretaria de Gestão de Pessoas e o Sindicato de Trabalhadores da Saúde para tratar sobre o assunto. Na ocasião, ficou acertado que será feito um estudo e análise da situação para que o pagamento seja feito o mais rápido possível.

Agentes de Saúde e de Endemias de Juazeiro cobram reajuste salarial do governo municipal

(Foto: Ascom/PMJ)

Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias de Juazeiro, enviaram um documento a imprensa nesta semana, através do qual cobram um reajuste salarial da gestão da prefeita Suzana Ramos. Segundo os Agentes, o reajuste faz parte de um escalonamento de salário que foi iniciado em 2019 e que já deveria ter sido paga a terceira parcela desse acordo desde o pagamento do salário de janeiro de 2021.

No documento eles alegam que não foram informados sobre quando essa parcela será paga. “Até hoje não temos nenhuma informação sobre o recebimento do reajuste salarial que temos direito e já está instituído,” diz um dos Agentes que não quer se identificar.

LEIA MAIS

Projeto que reajusta salário dos agentes de saúde já está na Casa Plínio Amorim

Categoria terá piso salarial reajustado

O primeiro projeto a ser colocado em pauta no ano de 2021, em Petrolina, beneficiará os Agentes Comunitários de Saúde. A informação foi dada pelo vereador Manoel da Acosap (DEM), que é representante da categoria no Poder Legislativo municipal, durante a sessão da última terça-feira (9).

A categoria está com remuneração defasada e logo isso será revisto. “Na pandemia foi baixada uma lei complementar proibindo reajuste salarial a todos os servidores públicos das três esferas de Governo e também que não fosse nomeado qualquer concursado aprovado, a não ser de vaga imediata. Os agentes de Saúde e de Endemias, do qual eu pertenço a essa categoria, aprovamos no ano de 2018 o nosso reajuste do piso salarial e intercalou em três parcelas: 2019, 2020 e 2021. O piso foi fixado em R$ 1.550″, afirmou.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina divulga terceiro LIRAa de 2020

A Prefeitura de Petrolina divulgou o resultado do terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) em 2020 no município. Foram vistoriados estabelecimentos residenciais e comerciais em diversos bairros da cidade e o índice geral ficou em 1,6%, ou seja, em estado de alerta para surto. O nível satisfatório é inferior a 1%, mas esse terceiro LIRAa apresentou uma leve redução nos índices, de 1,8% para 1,6%.

As comunidades com maior índice são Mandacaru, Vila Eulália, Santa Luzia e Park Mandacaru, com 4,1%. Em Segundo lugar, com 2,6%, aparecem os bairros Terras do Sul e José e Maria. Ocupam a terceira colocação, com 2,3%, Dom Avelar, Padre Cícero, Loteamento Padre Cícero, São Joaquim e São Jorge.

Estudos apontam que cerca de 80% dos focos do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya – estão dentro dos domicílios, em depósitos como vasos, garrafas, pratos de plantas, bebedouros de animais, entre outros. As ações de controle das aroboviroses continuam sendo intensificadas pela Prefeitura de Petrolina, através dos agentes de endemias, mas é preciso reforçar o alerta aos moradores para a eliminação de possíveis focos em suas residências, mais imprescindível agora nesse momento de isolamento social.

Prevenção

Em menos de 15 minutos é possível fazer uma varredura em casa e acabar com os recipientes com água parada, ambiente propício para procriação do Aedes aegypti. Tampar tonéis, caixas d’água e lixeiras; manter as calhas sempre limpas; preencher os pratos de vasos de plantas com areia; limpar com escova ou bucha os potes de água para animais; retirar a água acumulada na área de serviço; são algumas medidas eficazes que os moradores devem adotar para evitar essas doenças.

Prefeito Paulo Bomfim assina Lei de Complemento Salarial dos agentes de endemias

(Foto: Ascom)

As primeiras palavras do presidente do Sintase, Jorge Brandão, durante a assinatura do Projeto de Lei que trata do complemento salarial dos Agentes de Endemias, foram de entusiasmo e  agradecimento: “Neste 22 de julho estamos fazendo história em Juazeiro com a implementação dessa Lei Municipal que garante o aguardado prêmio aos nossos agentes de endemias. Em nome de toda a categoria, agradeço ao prefeito Paulo Bomfim e a toda a sua equipe”.

O ato aconteceu na última segunda-feira (22) no Paço Municipal, e tornou Juazeiro município pioneiro na Bahia a proporcionar essa conquista para a categoria. “Esse é um sonho que agora estamos realizando mediante o compromisso e esforço de todo o governo e também da direção do Sintase, que sempre se pautou pelo diálogo. Apesar de toda a crise econômica enfrentada pelo país, nossa gestão empreendeu um grande esforço no sentido de contemplar essa importante categoria ampliando ainda mais a sua valorização salarial. Nossa gestão prioriza o servidor porque entende que com isso melhoramos ainda mais os serviços para a população, em especial da saúde”, explanou o prefeito Paulo Bomfim.

LEIA MAIS

Após sete anos, prefeitura de Petrolina assegura gratificação dos agentes de endemias

(Foto: Ascom/PMP)

O prefeito Miguel Coelho autorizou o pagamento da gratificação por metas dos Agentes de Combate às Endemias (ACE’s) da Prefeitura de Petrolina, que vinha sendo reivindicado há mais de sete anos. A aprovação tem o intuito de valorizar os profissionais que desenvolvem atividade fundamental para prevenir e controlar doenças como dengue, chagas e leishmaniose.

Tem direito à gratificação de 50% em cima do salário base da categoria, os profissionais que cumprirem a meta estabelecida pela Secretaria de Saúde. Agente há nove anos, Rita de Cássia Santana, não consegue esconder a satisfação, após tantos anos reivindicando esse benefício. “Graças a Deus essa gestão nos ouviu e abraçou nossa causa. Estamos muito satisfeitos. É um benefício que vem em boa hora”, comemorou.

O prefeito Miguel Coelho, ressaltou o esforço da gestão para valorizar os servidores, a exemplo do pagamento do salário sempre na data correta; melhores condições de trabalho com a entrega de fardamentos e equipamentos novos para a classe. “A gente sabe que um servidor satisfeito reflete no resultado do trabalho entregue à população. Firmamos esse compromisso com a categoria que há muito tempo esperava e, com muito esforço, estamos cumprindo. É um ganho para os servidores, mas principalmente para a população que precisa de atendimento de saúde de qualidade”, concluiu.

Prefeitura de Petrolina e Agentes de Endemias chegam a acordo sobre campanha salarial

(Foto: Ascom/PMP)

Representantes da Prefeitura de Petrolina e dos Agentes de Endemias do município chegaram a um acordo sobre as reivindicações da categoria. De acordo com o município, os servidores receberão a bonificação exigida na campanha salarial, além de equipamentos de segurança.

A negociação entre a Secretaria de Saúde e o Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDESEMP), juntamente com a Associação dos Agentes de Endemias chegou a um consenso e a Prefeitura designará 70% da bonificação reivindicada.

Os servidores também receberão a gratificação por metas e receberão equipamentos de proteção individual (EPIs), para as atividades de campo. Ainda segundo a Prefeitura de Petrolina, os fardamentos também já estão em processo licitatório.

Agentes de combate as endemias vão à Câmara de Vereadores de Petrolina pedir ajuda para receber incetivo adicional que não é pago há dois anos

Charles Oliveira, presidente da Associação dos Agentes de Endemias. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Por iniciativa do vereador Rodrigo Araújo (PSC), que enviou ofício ao presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira, solicitando o espaço durante a sessão, o presidente da Associação de Agentes de Combate as Endemias de Petrolina (PE), Charles Oliveira, fez uso da tribuna da Câmara de Vereadores na sessão desta quinta-feira (26), para pedir aos edis que intercedam junto a Secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque e ao prefeito Miguel Coelho, para que seja pago aos agentes o incetivo adicional, que há dois anos eles não recebem.

O incetivo adicional é um valor que é pago aos agentes, um vez por ano no valor de R$ 1.014,00, através de verba federal extra, que é destinada ao município. “Nós já procuramos a secretaria de saúde, já fizemos o requerimento junto a prefeitura sobre esse incetivo adicional, já marcamos três reuniões com a secretária e até agora não tivemos nenhuma resposta. Queremos saber porque municípios como Afrânio e Santa Maria da Boa Vista já pagaram o incetivo a seus agentes de endemias e aqui até agora nada”, questionou Charles.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (SINDSEMP), Walber Lins, que acompanhou Charles Araújo a tribuna, cobrou também novas fardas para os agentes de endemias, crachás e melhores condições de trabalho. Segundo o sindicato, o carro usado pelo os agentes para trabalhar está quebrado há dias e eles estão trabalhando em um carro sem identificação, o que dificulta o acesso as casas, porque além de estarem sem crachá, o carro também não tem identificação.

O vereador Aero Cruz (PSB), líder do governo na Câmara e o vereador Rodrigo Araújo, fazendo uso da palavra garantiram que vão levar as reivindicações ao Prefeito e a Secretária de Saúde. Aero Cruz chegou a lidar para a secretária Magnilde Albuquerque e confirmou uma reunião com os agentes para o dia 04 de maior para discutirem a pauta apresentada pela categoria.

Agentes de Saúde e de Endemias de Petrolina devem entregar minuta do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos ao Executivo Municipal

Minuta do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) deve ser entregue pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) e de Endemias (ACEs) ao prefeito de Petrolina, Julio Lossio/Foto:Assessoria

Minuta do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) deve ser entregue pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) e de Endemias (ACEs) ao prefeito de Petrolina, Julio Lossio/Foto:Assessoria

Depois de elaborada junto ao Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp), minuta do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV) deve ser entregue pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) e de Endemias (ACEs) ao prefeito de Petrolina, Julio Lossio.

O vereador Manoel da Acosap garante que a categoria vai engrossar a mobilização nacional marcada para esta quarta(18) em todo o país. Em Petrolina, acontecerá uma assembleia a partir das 8h na sede da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde (Acosap), no Bairro Antonio Cassimiro. Na reunião, a entidade deverá aprovar a minuta do Plano de Cargos e Carreira (PCC) da categoria.

Está programada também, uma caravana até a sede da Prefeitura, na Avenida Guararapes, Centro da cidade, para pressionar o Executivo Municipal.

PCCV

O Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos não deve ser aprovado este ano pelo impedimento da legislação eleitoral, contudo, é necessário que o documento tramite na Procuradoria Geral do município e na Secretaria de Administração, para que no próximo ano – independente de quem seja o prefeito – o Projeto de Lei referente à matéria seja elaborado e enviado para votação na Casa Plínio Amorim. O vereador estimou que, no máximo em 130 dias, o projeto, depois de pronto, seja enviado ao Legislativo Municipal.

Com informações do Sindsemp

Secretaria de Saúde dá continuidade à Campanha Antirrábica nos bairros  

caninos

Até o próximo sábado (21), mais sete comunidades receberão a visita dos Agentes de Combate às Endemias, para a vacinação de cães e gatos contra raiva. Até o momento, já foram vacinados 19 mil animais, o que corresponde a 41,59% da população canina e felina.

A meta do município é imunizar 80% dos cães e 100% dos gatos, o que corresponde a 37.854 animais. “A vacinação acontece casa a casa, então os donos de animais devem ficar atentos ao dia e horário da vacinação. Caso, perca o dia da visita é só ir ao Centro de Controle de Zoonoses”, informa o médico veterinário do Centro de Controle de Zoonoses, Washington Luiz.

O CCZ fica localizado na Rua Pedra do Bode, s/n, Jatobá. Para maiores informações ligar para 87 3867 4774.

Cronograma

17/05 – Maria Auxiliadora  – 14 h às 19h

18/05 – Vila Eulália  – 14 h às 19h

19/05 –  Dom Malan  – 14h às 19h

20/05 – Areia Branca – 14 h às 19h

21/05 – Cosme e Damião  – 8h às 12h

Com informações da Assessoria