Caixa libera 5ª parcela da ajuda de R$ 600 para novo grupo do Bolsa Família

Começa nesta terça-feira (25) o saque da 5ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600 aos beneficiários do Bolsa Família que têm o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 6.

Hoje não há pagamento de nenhuma parcela para quem não é do Bolsa Família. Amanhã (26), nascidos em dezembro receberão um novo depósito. Confira aqui detalhes do calendário para o público geral.

Quem está no programa Bolsa Família e preenche os requisitos para receber o auxílio emergencial não acumula os dois pagamentos. Recebe apenas o que for de maior valor.

O saque é liberado a cada dia a um novo grupo dos inscritos no Bolsa Família, conforme o último número do NIS:

Como sacar

Os beneficiários do Bolsa Família podem sacar o valor do auxílio por meio do cartão do Programa Bolsa Família, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

O auxílio emergencial aprovado em abril previa três parcelas de R$ 600 (ou R$ 1.200 para mulheres chefe de família). O governo federal prorrogou o programa por dois meses, totalizando cinco parcelas.

Novas parcelas estão em análise

O governo federal ainda estuda se vai liberar mais parcelas do auxílio emergencial, além das cinco já aprovadas. A medida depende de ajustes no Orçamento.

A lei aprovada pelo Congresso dá ao presidente Bolsonaro autonomia para liberar novas parcelas de R$ 600 (ou R$ 1.200 para mães chefe de família) até o final do ano, desde que indique de onde virá o dinheiro. Se quiser reduzir o valor das parcelas ou prorrogar o auxílio para 2021, o governo precisará da aprovação da Câmara e do Senado.

Projetos buscam evitar que beneficiários do Minha Casa, Minha Vida percam imóvel

(Foto: Ubirajara Machado/MDS)

Enquanto o governo federal prepara o lançamento do novo programa de habitação popular que vai substituir o Minha Casa, Minha Vida, o Legislativo trabalha para manter as moradias já conquistadas nas mãos dos atuais beneficiários.

No Senado, tramitam pelo menos três projetos de lei que possibilitam, entre outras coisas, a redução no valor das parcelas do financiamento imobiliário e até mesmo a suspensão do pagamento, enquanto durar o estado de calamidade pública decorrente da pandemia de coronavírus.

LEIA MAIS

Auxílio emergencial começa a ser creditado na conta de beneficiários

A Caixa Econômica Federal informou neste domingo (31) que vai começar a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 diretamente nas contas bancárias indicadas pelos beneficiários. Os recursos, que haviam sido antecipados para uso digital pelo aplicativo Caixa Tem, agora serão transferidos automaticamente para as contas informadas pelos beneficiários, de acordo com o calendário de saque em espécie.

A transferência dos valores não movimentados pelo Caixa Tem será realizada para quem indicou contas para recebimento de outros bancos ou poupança existente na Caixa. Com isso, esses beneficiários poderão procurar as instituições financeiras com quem tem relacionamento, caso queiram sacar, segundo orientou o banco estatal.

Calendário da 2ª parcela do auxílio emergencial – Caixa Econômica Federal

Mais de 50 bancos participam da operação de pagamento do auxílio emergencial. Segundo o governo, todos os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para o auxílio emergencial já receberam o crédito da segunda parcela.

“A Caixa reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, das 8h às 14h, serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente. O banco fechou parceria com cerca de 1.200 prefeituras em todo o país para reforçar a organização das filas e manter o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas”, informou a Caixa, em nota.

Governo vai disponibilizar lista de quem recebeu auxílio emergencial

(Foto: Ascom/PMP)

O governo federal deve disponibilizar, nos próximos 15 dias, a lista de beneficiários do programa de auxílio emergencial de R$ 600, que está sendo pago a mais de 53 milhões de pessoas. A informação foi dada nesta terça-feira (26) pelo ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, para atualizar ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

“O ponto de destaque é que em 12 a 15 dias vamos estar colocando em transparência toda a base do recebimento do auxílio emergencial, com todas as pessoas que vem recebendo, para que o cidadão possa ele mesmo fiscalizar esses cerca de 53 milhões de pessoas que estão cadastradas com recebimento do auxílio emergencial”, disse o ministro.

Lançado em abril para assegurar uma renda para trabalhadores informais e famílias de baixa renda em meio à pandemia, o auxílio emergencial do governo federal soma cerca de R$ 123 bilhões em recursos orçamentários. O benefício será pago, inicialmente, em três parcelas. No momento, o governo executa o pagamento da segunda parcela do programa.

Pagamentos irregulares

A CGU também está monitorando, em parceria com o Ministério da Cidadania, o pagamento irregular do benefício a pessoas que não teriam o direito de receber. É o caso, por exemplo, de cerca de 74 mil sócios em empresas. A pasta também interceptou o pagamento para 86 mil pessoas físicas que doaram mais de R$ 10 mil nas últimas eleições. Proprietários de veículos de mais de R$ 60 mil também foram identificados nos cruzamentos feitos pelo governo, além de pessoas que possuem domicílio fiscal no exterior e também se cadastraram para receber o auxílio, o que é vedado.

“Em conjunto com o Ministério da Cidadania, a gente vem cortando esses benefícios para evitar a saída de recursos”, disse Rosário. Segundo o ministro, o trabalho de monitoramento está em andamento e ainda não é possível determinar o número final de pessoas que possam ter se cadastrado de forma irregular no programa.

Senado aprova PL que amplia auxílio de R$ 600; veja novos beneficiados

O plenário do Senado Federal, em sessão remota, aprovou por unanimidade (81 votos) o texto substitutivo do PL 873/2020, que amplia o auxílio emergencial de R$ 600 previsto na Lei nº 13.982/2020 para categorias de trabalhadores ainda não contempladas e que tenham perdido renda em função da pandemia do novo coronavírus.

Com a decisão, o Congresso Nacional incluiu mais de 20 categorias na lista do benefício. O texto aprovado proíbe que instituições financeiras façam descontos ou compensações sobre o valor do auxílio emergencial, mesmo que o beneficiário esteja em débito com a Caixa Econômica Federal ou outra instituição responsável pelo pagamento do auxílio.

O substitutivo proíbe a recusa de concessão do auxílio emergencial a trabalhador civilmente identificado sem CPF ou título de eleitor regularizado e estabelece, também, mecanismos de regularização do CPF.

As mudanças ainda não estão valendo. Para passarem a valer, o projeto de lei precisa agora ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em até 15 dias. Ele pode sancioná-lo ou vetá-lo na íntegra, ou fazer vetos parciais.

Assim como mães chefes de família podem receber R$ 1.200, o projeto aprovado prevê que o mesmo valor seja pago a pais solteiros que sejam o único responsável do lar, bem como a mães adolescentes (menores de 18 anos). Segundo o texto, as novas categorias que terão direito ao auxílio emergencial de R$ 600 são:

  • trabalhadores do transporte de passageiros regular
  • taxistas,mototaxistas, motoristas de aplicativo, motoristas de transporte escolar
  • microempresários de vans e ônibus escolares
  • caminhoneiros
  • entregadores de aplicativo
  • professores contratados que estejam sem receber salário
  • profissionais das artes e da cultura, como artistas, autores, intérpretes, técnicos de espetáculos
  • profissionais do esporte, como atletas, paratletas, técnicos, preparadores físicos, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, árbitros e auxiliares de arbitragem, de qualquer modalidade
  • cuidadores, babás e diaristas
  • cabeleireiros, barbeiros, esteticistas, depiladores, maquiadores e outros profissionais da beleza reconhecidos por lei
  • empreendedores individuais de beleza, cosméticos, terapias complementares e arte-educação
  • empreendedores independentes das vendas diretas
  • agentes e guias de turismo.
  • artesãos e expositores em feira de artesanato
  • ambulantes de alimentos, feirantes, camelôs, baianas de acarajé, garçons, marisqueiros, catadores de caranguejos, barraqueiros de praia
  • catadores de materiais recicláveis
  • vendedores de marketing multinível e porta a porta
  • arrendatários, extrativistas, silvicultores, seringueiros, mineiros e garimpeiros
  • beneficiários dos programas de crédito fundiário e assentados da reforma agrária agricultores familiares e técnicos agrícolas
  • quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais
  • pescadores profissionais artesanais quando não receberem o seguro-defeso
  • cooperados ou associados de cooperativa ou associação
  • ministros de confissão religiosa e profissionais assemelhados
  • sócios de pessoas jurídicas inativas, sem ter que apresentar a Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais

Prefeitura de Juazeiro divulga nova lista de beneficiários do Bolsa Família

O Programa Bolsa Família é voltado para famílias com renda per capita mensal de R$ 89 até R$ 178. (Foto: Internet)

A Prefeitura de Juazeiro – através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) – divulgou a nova lista de beneficiários do programa Bolsa Família que devem começar a receber o benefício a partir deste mês.

As famílias contempladas receberão através dos Correios um cartão de saque emitido pela Caixa Econômica Federal, juntamente com panfleto explicativo sobre como ativá-lo, o calendário de saques e outras informações sobre o programa.

Caso o responsável familiar já possua o cartão cidadão e senha, deve dirigir-se à casa lotérica para sacar o benefício conforme o calendário de pagamento. Se possuir o cartão, mas esqueceu a senha, é necessário ligar para o 0800 726 0207 e, no mesmo dia, comparecer à casa lotérica ou correspondentes bancários para efetuar o recadastramento da senha e sacar o benefício.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro divulga nova lista de contemplados no Bolsa Família

(Foto: Arquivo)

Uma nova lista de beneficiários do programa Bolsa Família foi divulgado nessa segunda-feira (11) pela Prefeitura de Juazeiro. Os contemplados receberão o valor pago pelo Governo Federal já neste mês. O saque poderá ser feito nas casas lotéricas, utilizando o cartão enviado pela Caixa Econômica Federal via Correios.

Quem não possuir o cartão em mãos e esqueceu a senha, é necessário ligar para o 0800 726 0207 e no mesmo dia comparecer à casa lotérica ou correspondentes bancários para efetuar o recadastramento da senha e sacar o benefício.

Nos casos em que a família não possua ou não tenha recebido o cartão através dos correios, deve dirigir-se aos CRAS ou à Casa do Bolsa Família, localizada à Praça da Misericórdia, Centro. As unidades dos CRAS estão instaladas nos seguintes bairros: Quidé, Malhada da Areia, João Paulo II, Itaberaba e Tabuleiro.

Prefeitura convoca beneficiários do Bolsa Família para acompanhamento nas unidades de saúde em Petrolina

(Foto: ASCOM)

Beneficiários do Bolsa Família que moram em Petrolina (PE) devem ficar atentos: para continuar recebendo o benefício, é necessário  que todos os membros das famílias sejam acompanhados por uma equipe de saúde do bairro onde residem. Para isso, é preciso que cada familiar tenha o seu Número de Inscrição Social (NIS) e cadastros atualizados até o próximo dia 14 de dezembro, quando o sistema para inserção de dados será fechado.

Com o intuito de viabilizar a atualização de cadastro ou a consulta do NIS individual, já que agora é obrigatório que cada membro das famílias beneficiadas tenha o seu próprio número, a Secretaria de Saúde (SESAU), em parceria com o Casa Bolsa está fazendo um mutirão nas unidades de saúde de acordo com um cronograma disponibilizado pela SESAU. Os usuários devem comparecer à unidade do bairro no dia marcado para realizar a verificação de peso, altura e caderneta de vacinação, além dos  documentos pessoais de todos os familiares.

LEIA MAIS

Beneficiários do Bolsa Família devem sacar benefício de dezembro até o próximo dia 21

(Foto: Montagem)

As famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família que ainda não sacaram a parcela do mês de dezembro/2017 devem fazê-lo até o próximo dia 21 de março. Caso o benefício não seja sacado até esta data limite o recurso retorna para o Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA).

O alerta é da prefeitura de Juazeiro através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES).

Se o beneficiário já possuir o cartão e senha, deve dirigir-se a casa lotérica para sacar o benefício. No caso de o beneficiário possuir o cartão, mas esqueceu a senha, é necessário ligar para o 0800 726 0207 e no mesmo dia comparecer à casa lotérica ou correspondentes bancários para efetuar o recadastramento da senha e saque da parcela do benefício.

O Programa Bolsa Família é voltado para famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170). O valor repassado a cada família varia conforme o número de membros, idade e renda declarada no Cadastro Único.

Ao entrarem no programa, os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

Clique aqui para acessar a lista os contemplados que não ainda não sacaram o benefício relativo a dezembro/2017. A mesma também está disponível na sede dos 5 CRAS.

Moradores do Residencial Nova Petrolina que não receberam título de posse devem receber novas visitas para regularização

Somente após a constatação de que não há qualquer irregularidade é que os proprietários vão poder receber a documentação. (Foto: Arquivo)

A Prefeitura de Petrolina vai realizar novas visitas aos 59 beneficiários do programa ‘Minha Casa Minha Vida’, no Residencial Nova Petrolina, que não foram encontrados em casa ou que apresentaram alguma divergência na documentação que seria entregue.

A expectativa da Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Mobilidade (SEINFRAHM) é que todas as 1200 famílias do residencial estejam com os títulos de posse o quanto antes, restando apenas o Banco do Brasil encaminhar os documentos corrigidos, além de outros 291 que ainda não foram produzidos.

As equipes da SEINFRAHM visitaram, entre os dias 15 e 18 deste mês, as famílias do Nova Petrolina a fim de entregar os documentos. Foram entregues 782 títulos de posse. Além dos 59 beneficiários que ainda aguardam o recebimento dos papéis, outros 68 vão ter que ser submetidos a um processo da ouvidoria, uma vez que denúncias foram apresentadas contra eles.

Para o secretário da SEINFRAHM, Coronel Leite, é questão de tempo até que quem tem direito ao documento possa estar com o título de posse em mãos. “Já estamos agendando as novas visitas e também agilizando os processos da ouvidoria para apurar as denúncias de irregularidades recebidas. A ideia é que até o mês que vem o trabalho possa ser concluído, assim como os títulos que faltam ser enviados pelo banco sejam encaminhados pra gente”, destaca Leite.

Sistema para beneficiários de programas sociais fica fora do ar e atendimento é suspenso em Petrolina

(Foto: Divulgação)

Os beneficiários de programas sociais que necessitam de atendimento do Cadastro Único (Cadúnico) ou Bolsa Família devem ficar atentos: devido a problemas no sistema da Caixa Econômica Federal, o serviço está suspenso em Petrolina.

Sem acesso ao sistema eletrônico, o atendimento aos usuários fica suspenso na Casa Bolsa e também nos 10 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), além do Centro Pop e também no Centro de Atenção à Pessoa Idosa.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos de Petrolina, Kátia Carvalho, os servidores da prefeitura estão impossibilitados de acessar o sistema desde a última segunda-feira (08) e ainda não é possível informar quando o atendimento será normalizado.

“A direção da Casa Bolsa tem feito todos os contatos necessários para restabelecer o serviço, mas apesar do nosso esforço ainda não temos um prazo para voltar a atender o cidadão. Nós sabemos que isso causa um grande transtorno e esperamos que seja resolvido o mais breve possível”, disse.  a

Secretaria de Juazeiro divulga lista de beneficiários de Maio no programa Bolsa Família

Calendário Bolsa Família. (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, através da coordenação do Bolsa Família de Juazeiro divulga nova lista de beneficiários do programa que passarão a receber o benefício seguindo calendário Maio/2017 que tem início amanhã, 18. As famílias contempladas recebem através dos Correios um cartão de saque emitido pela Caixa Econômica Federal e junto com o cartão todas as explicações para ativá-lo, além do calendário de saques.

Caso o responsável familiar já possua cartão cidadão e senha, basta dirigir-se a uma casa lotérica para sacar o benefício conforme o calendário de pagamento. Se o beneficiário tiver cartão em mãos e esqueceu a senha, é necessário ligar para o número 0800 726 0207, no mesmo dia comparecer à casa lotérica ou correspondentes bancários para efetuar o recadastramento e em seguida sacar o benefício. Caso a família não possua ou não tenha recebido o cartão através dos correios, deve dirigir-se à Casa do Bolsa Família localizada na Praça da Misericórdia, no Centro.

O Programa Bolsa Família é voltado para famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170). O valor repassado a cada família varia conforme o número de membros, idade e renda declarada no Cadastro Único. Ao entrarem no programa, os beneficiários recebem um valor mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

Juazeiro: Prazo para saque do Bolsa Família termina nesta quarta

(Foto: Internet)

Os beneficiários do programa “Bolsa Família” que ainda não sacaram a parcela do mês de Setembro de 2016 têm até a próxima quarta-feira (28) para realizar o saque. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento e Igualdade Social de Juazeiro, através da Coordenação do Bolsa Família, caso os beneficiários não efetuem o saque até a data prevista, o recurso retorna para o Ministério de Desenvolvimento Social.

De acordo com Virgínia Rodrigues, coordenadora do programa, caso o beneficiário tenha o cartão em mãos e tenha esquecido a senha, é necessário ligar para o 0800 726 0207 e no mesmo dia comparecer à Casa Lotérica ou correspondentes bancários para efetuar o recadastramento da senha.

“Caso o beneficiário não possua o cartão, deve dirigir-se à Caixa Econômica Federal ou à Casa do Bolsa Família, na Praça da Misericórdia, Centro”, completa Virgínia. Confira a lista de quem não efetuou o saque no mês de Setembro.

Beneficiários do Mês de Dezembro

Na oportunidade, a SEDIS aproveita para divulgar a lista de beneficiários do mês de Dezembro/2016, que segue em anexo.

ANS suspende comercialização de 35 planos de saúde

Além de ter a comercialização suspensa, as operadoras que negaram indevidamente cobertura podem receber multa que varia de R$ 80 mil a R$ 250 mil/Imagem de internet

Além de ter a comercialização suspensa, as operadoras que negaram indevidamente cobertura podem receber multa que varia de R$ 80 mil a R$ 250 mil/Imagem de internet

A partir da próxima sexta-feira (10), 35 planos de saúde de oito operadoras terão a comercialização suspensa pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Os motivos da punição são reclamações de beneficiários relativas à cobertura assistencial, como negativa e demora no atendimento.

Juntos, os planos de saúde afetados são responsáveis pela assistência de 272 mil beneficiários, que não sofrerão com a medida. Segundo a ANS, as operadoras terão que resolver os problemas assistenciais desses clientes para que só então possam receber novas contratações.

A medida, tomada a cada três meses, faz parte de um acompanhamento periódico feito pelo Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência reguladora. Além de ter a comercialização suspensa, as operadoras que negaram indevidamente cobertura podem receber multa que varia de R$ 80 mil a R$ 250 mil.

LEIA MAIS

Prefeitura e Caixa Econômica Federal promovem dia D de entrega de cartões de programas sociais que estão retidos na agência. Seiscentos beneficiários já foram notificados

 

Os 600 beneficiários que ainda não retiraram seus cartões já foram notificados e agora só esperam a entrega

Os 600 beneficiários que ainda não retiraram seus cartões já foram notificados e agora só esperam a entrega

A secretaria de Cidadania de Petrolina, em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF), organiza o Dia “D”, para entrega de cartões de programas sociais que os beneficiários não foram retirar na agencia. O evento está agendado para o próximo dia ia 26 (terça), ,a partir das 8h, no Centro de Convenções.

Segundo a CEF e a Diretoria do Programa Bolsa Família, cerca de 600 (seiscentos) cartões cidadão estão retidos na agencia e com pagamentos a receber, sem que os beneficiários tenham feito a retirada.

A prefeitura e a CEF decidiram fazer o dia D para escoar a quantidade de cartões parados na agencia. A secretária de Cidadania, Adinair Viana, fala da preocupação com os beneficiários que tem o repasse para receber, mas que estão sem poder fazer a retirada do dinheiro por não ter em mãos o cartão de acesso.

“O dia “D” será uma ação especial voltada especialmente para a entrega do cartão cidadão. Nossa preocupação maior é com o beneficiário que precisa fazer essa retirada do cartão para que seu dinheiro seja liberado. Acreditamos que vai dar muito certo o evento”, pontua.

Petrolina tem mais de 70 mil famílias inscritas em programas sociais e 35 mil famílias beneficiárias que recebem repasse do Governo. O município se destaca pela agilidade que presta aos serviços assistenciais e tem sido referência para outras cidades no atendimento com os beneficiários do Programa Bolsa Família. Os 600 beneficiários  que ainda não retiraram seus cartões já foram notificados e agora só esperam a entrega.