Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Aprovação de Bolsonaro se estabiliza em 33%

(Foto: Internet)

O Datafolha divulgou uma pesquisa sobre a aprovação do governo Bolsonaro nesses primeiros seis meses de governo. De acordo com o levantamento, 33% dos brasileiros acreditam que o presidente tem feito um trabalho ótimo ou bom. Para 31%, a atuação de Bolsonaro tem sido regular e para outros 33%, ruim ou péssima.

A pesquisa atual foi feita nos dias 4 e 5 deste mês. Ao todo, foram ouvidas 2.860 pessoas maiores de 16 anos, em 130 cidades. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

O Nordeste continua sendo um dos locais em que o governo é menos aprovado. Na região, Bolsonaro 41% disseram que o governo era ruim ou péssimo. Diferentemente do Sul do país, onde 42% aprovam a atuação do presidente.

Pesquisa Ibope: Governo Bolsonaro tem menor índice de aprovação desde a posse

(Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

Encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27) mostra que 32% dos brasileiros consideram ótimo ou bom, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL); 32% avaliam como regular; como ruim ou péssimo foram 32%, enquanto 3% não sabem ou não responderam. Esse é o pior índice de aprovação desde o início do mandato.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
Em abril, o Ibope divulgou uma pesquisa também encomendada pela CNI sobre a aprovação do presidente. Os números de abril foram: Ótimo/bom: 35%; Regular: 31%; Ruim/péssimo: 27%; Não sabe/não respondeu: 7%.

LEIA MAIS

Bolsonaro: abro mão da reeleição se Brasil passar por reforma política

O presidente Jair Bolsonaro durante a 27ª edição da Marcha para Jesus, em São Paulo.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse na tarde dessa quinta-feira (20), após participar da 27ª edição da Marcha Para Jesus, na capital paulista, que abriria mão da reeleição se o Brasil passar por uma séria reforma política. “Agora, se não tiver uma boa reforma política e o povo quiser, estamos aí para continuar mais quatro anos”.

Durante seu discurso, Bolsonaro disse que o estado é laico, mas o presidente é cristão. “Vocês [evangélicos] foram decisivos para mudar o destino dessa pátria maravilhosa chamada Brasil. Todos nós compartilhamos dessa responsabilidade, onde primeiro Deus, depois a família respeitada e tradicional acima de tudo”.

Aos evangélicos, Bolsonaro disse que todos sabem que o Brasil tem problemas sérios de ética, moral e economia, mas entende ser possível reverter essa condição. “Podemos ser o ponto de inflexão mas entendemos que é possível fazer com que um dia o Brasil seja colocado no local de destaque que merece”.

Reforma da Previdência interessa até para os servidores, diz Bolsonaro

Presidente da República, Jair Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro disse nessa quarta-feira (5), em Aragarças (GO), que a reforma da Previdência é de interesse do país, inclusive dos próprios servidores públicos, que terão regras de aposentadoria mais rigorosas caso o texto seja aprovado no Congresso Nacional.

“A reforma interessa a todo o Brasil, até para o servidor, porque se não reformar vai faltar dinheiro para pagar o servidor lá na frente. É uma maneira que nós temos de mostrar para o mundo lá fora, e para os investidores aqui dentro, que estamos fazendo o dever de casa”, disse o Bolsonaro.

Para o presidente, o país pode receber mais investimentos e equilibrar as contas públicas se a reforma da Previdência for aprovada. “O Brasil não pode continuar gastando mais do que arrecada. Acreditamos nós que, com a reforma aprovada, basicamente como foi apresentada, investimentos virão e nós podemos decolar na economia aqui no Brasil”, afirmou.

Bolsonaro declara apoio a Neymar no caso acusação de estupro

(Foto: Internet)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) declarou apoio a Neymar nesta quarta-feira (5). O atacante da seleção brasileira é acusado de estupro por uma mulher. Segundo a denunciante, o crime teria acontecido em Paris, na França, no dia 15 de maio, em um hotel de luxo da cidade. O presidente declarou também que pretende ir ao estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), para acompanhar o amistoso entre Brasil e Catar, que acontece nesta quarta, para abraçá-lo.

“Hoje devo estar no jogo do Brasil, espero dar um abraço no Neymar antes do jogo. Está em num momento difícil, mas acredito nele. Neymar, hoje à noite estamos juntos”, declarou o presidente em Aragarças (GO), a 380 quilômetros de Goiânia, durante o lançamento do projeto ‘Juntos pelo Araguaia’, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

Entenda o caso

Na última sexta-feira (31), uma mulher registrou um Boletim de Ocorrência (B O.) acusando Neymar de estupro. O jogador publicou um vídeo no Instagram negando. “O que aconteceu foi uma relação entre um homem e uma mulher, algo que acontece entre quatro paredes, algo que acontece com todo casal”, disse Neymar, em um dos trechos da publicação, que provocou a abertura de investigação contra ele por causa da divulgação de fotos íntimas da mulher que o acusa.

Segundo a versão da vítima descrita no BO, eles teriam se conhecido através do Instagram, trocaram mensagens, e Neymar a convidou para uma visita em Paris, onde ele joga, oferecendo passagens e hospedagem. Ela conta que um assessor do jogador, chamado Gallo, resolveu os detalhes da viagem até ela chegar na cidade, no dia 15 de maio, e se hospedar no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. Neymar teria chegado ao hotel de noite, “aparentemente embriagado” e, segundo relato da mulher, ambos teriam conversado e trocado carícias, mas o jogador ficou agressivo e praticou relação sexual contra a vontade dela. A brasileira voltou ao Brasil dois dias depois e não denunciou imediatamente porque estava “abalada emocionalmente e com medo de registrar os fatos em outro país”, explicou.

O amistoso de hoje servirá como uma espécie de termômetro de como está a popularidade de Neymar. A expectativa é sobre como o público tratará o atacante e como ele reagirá se for alvo de uma reação negativa.

Com informações do Jornal do Commercio

Bolsonaro pretende dobrar pontos para suspensão de CNH

O Presidente da República, Jair Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro confirmou na noite desse domingo (2) que enviará, nos próximos dias, um projeto de lei ao Congresso para aumentar a validade da carteira nacional de habilitação (CNH) e dobrar o limite de pontos para a suspensão do documento. Na rede social Twitter, ele escreveu que apresentará a proposta ainda esta semana.

“Nessa semana apresentarei projeto de lei para: 1 – Passar de 5 para 10 anos a validade da Carteira de Habilitação; 2 – Passar de 20 para 40 pontos o limite para perder a CNH”, postou o presidente.

A postagem veio acompanhada de um vídeo em que Bolsonaro elogiou o uso do Exército na recuperação da BR-163. Ele disse que a utilização dos militares na rodovia é mais barata e fornece “mais confiança no trabalho”. Segundo o presidente, o envolvimento dos militares reduziu a pressão pela ocupação de cargos em comissão no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

No mesmo vídeo, o presidente disse estar engajado em interromper a instalação de radares eletrônicos nas rodovias federais. Ele declarou que o Ministério da Infraestrutura tinha 8 mil processos para a instalação de radares que consumiriam R$ 1 bilhão em quatro anos. Bolsonaro declarou que a interrupção na instalação dos radares representará um golpe na indústria de multas.

Entidades anunciam R$ 1 bilhão em investimentos para o Nordeste

(Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Entidades empresariais apresentaram hoje (28) ao presidente Jair Bolsonaro, em Brasília, uma proposta de trabalho, com investimentos de R$ 1 bilhão para a recuperação econômica e o desenvolvimento de pequenas cidades do Nordeste.

Os presidentes de diversas confederações foram recebidos no Palácio do Planalto e manifestaram apoio à reforma da Previdência proposta do governo federal.

Segundo o presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, as confederações, pela maneira com que trabalham, podem fazer uma ação para melhorar um pouco o problema da pobreza do Nordeste, principalmente no meio rural.

“O presidente [Bolsonaro] está com um projeto para cidades acima de 50 mil habitantes e nós nos propusemos a trabalhar naquela cidades mais pobres, do homem do campo, que são 14 milhões de pessoas que vivem no meio rural do Nordeste”, disse.

LEIA MAIS

“Não há recompensa maior do que estar entre amigos”, disse Bolsonaro em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A passagem do presidente Jair Bolsonaro por Petrolina (PE), na última sexta-feira (24), foi marcada pelo apoio de seus eleitores e autoridades políticas da região. Na maioria dos discursos, políticos e gestores afirmaram apoio ao atual governo.

A manifestação do público contra o governador Paulo Câmara (PSB) também marcou a primeira visita de Bolsonaro ao Nordeste. Por diversas vezes, a plateia que lotou o Residencial Morada Nova, vaiou o socialista, ao contrário das autoridades que durante o evento tentaram transparecer um clima harmônico entre a comitiva que acompanhou a visita presidenciável.

LEIA TAMBÉM:

Evento com Bolsonaro é marcado por vaias a Paulo Câmara

“Aqui está o que todo o povo brasileiro quer, neste palanque não tem cor partidária, neste palanque só tem uma cor, a cor do nosso querido Brasil. Precisamos muito senhor presidente, do apoio, da parceria, da aliança com o governo federal”, disse o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

LEIA MAIS

“Eu não estou no Nordeste, eu estou no Brasil”, diz Bolsonaro durante evento em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O Residencial Morada Nova do Programa Minha Casa, Minha Vida, localizado no bairro Antônio Cassimiro, zona norte de Petrolina (PE), foi palco da primeira visita do Presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) ao Nordeste, depois de eleito. Antes de Petrolina, Bolsonaro esteve em Recife (PE), na manhã desta sexta-feira (24), onde se reuniu com governadores de vários estados nordestinos para apresentar o Plano de Desenvolvimento da Região (PRDNE).

O evento de inauguração do conjunto habitacional Morada Nova, contou com a participação de diversas autoridades políticas, entres elas o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, o Senador Fernando Bezerra Coelho, Gustavo Canuto, ministro de Desenvolvimento Regional, Marcos Pontes, ministro de Ciência e Tecnologia, e  o Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entre outros.

Para Miguel Coelho, a visita de Bolsonaro renova a esperança dos petrolinenses, com a realização do sonho da casa própria de mais de 400 famílias beneficiadas. “Na tarde de hoje o senhor está realizando o sonho de mais de 472 famílias, que antes pagavam aluguel. Graças à sua ação, Graças à sua equipe, o apoio da Caixa Econômica Federal, a partir do evento de hoje, essas famílias vão ter um apartamento digno, de qualidade, e a garantia de poder dizer: essa é minha casa, essa é minha vida”, disse o gestor.

LEIA MAIS

Evento com Bolsonaro é marcado por vaias a Paulo Câmara

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), esteve presente na vista do presidente Jair Bolsonaro a Petrolina (PE) na tarde desta sexta-feira (24). No entanto, diferente de Bolsonaro, o Chefe do Executivo Estadual não teve uma recepção muito agradável.

Durante o seu discurso, o governador escutou gritos de “Fora, Paulo” e muitas vaias.  “O governo Paulo Câmara é muito omisso. O próprio Miguel disse que iria procurar o apoio do presidente porque o governador não apoia o que ele quer”, disse Diego Rodrigues, eleitor de Bolsonaro.

Em enquete, população aprova Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro

Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Embora o Projeto de Decreto Legislativo que concederia Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro tenha sido retirado da pauta da sessão dessa quinta-feira (23) na Câmara Municipal de Petrolina, 83,47% dos participantes da enquete promovida pelo blog Waldiney Passos concordaram com a proposta, sendo favoráveis à entrega da homenagem ao presidente da República. 16,09% disseram não concordar com a proposição e 0,43% preferiram não opinar.

Durante a sessão dessa quinta, o vereador Elias Jardim, autor do projeto, decidiu retirar a proposta da pauta, devido à pressão de grupos que estiveram presentes na Casa Legislativa. Além disso, o vereador não estava confiante na aprovação do projeto.

LEIA TAMBÉM

Elias Jardim justifica retirada de projeto e se mantém firme na decisão de homenagear Bolsonaro

Repercussão negativa faz vereador Elias Jardim retirar Título de Cidadão a Bolsonaro da pauta

“[O projeto] vai voltar à pauta, o momento não estava tão bom para votar. Vou articular melhor, acho que falhei na articulação para que seja aprovado. A gente retirou o projeto porque sentiu que ele podia não passar, a gente não tinha segurança total para que o projeto fosse aprovado”, disse o parlamentar.

Ao todo, 4.865 usuários participaram da pesquisa. A enquete teve início nessa quarta-feira (22) às 22h25 e foi encerrada nesta sexta-feira, às 6h15. Para melhor precisão no questionamento, cada IP registrado só poderia votar uma vez.

Grupo pró-bolsonaro de Petrolina se mobiliza em apoio ao presidente e à reforma da previdência

Os grupos “Nova Direita Nordeste” e “Grupos Juntos pelo Brasil” estão organizando duas manifestações em apoio ao presidente Jair Bolsonaro em Petrolina (PE) durante esta semana.

A primeira movimentação está marcada para esta sexta-feira (24), quando o presidente chega à cidade. Os apoiadores de Bolsonaro se concentrarão no Pátio Ana das Carrancas, às 12h, para recepcioná-lo.

Depois, no domingo (26), os grupos se reúnem em Petrolina e Juazeiro (BA) em apoio à reforma da previdência, à CPI “Lava Toga” e ao pacote anticrime, do ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro.

Em Juazeiro, o encontro acontece no Vaporzinho, às 16h. Em Petrolina, os grupos devem se reunir na praça Dom Malan, também às 16h.

Enquete: Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Nesta quinta-feira (23), o vereador Elias Jardim vai propor, durante a sessão ordinária na Câmara Municipal, um Título de Cidadão Petrolinense ao presidente Jair Bolsonaro, que vem a Petrolina nesta sexta-feira (24). A proposta deve gerar discussões acaloradas entre os parlamentares.

Na sua justificativa, Elias afirma que a homenagem ao presidente se deve “pelo seu grande esforço para retirar o Brasil de uma grande crise”. O projeto traz um pouco da história de vida pessoal e profissional de Bolsonaro.

Nosso blog quer saber se você concorda com a proposta que será apresentada nesta quinta. Deixe seu voto na nossa enquete: Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Fernando Bezerra fala sobre vinda de Bolsonaro a Petrolina

Fernando Bezerra Coelho disse ter boa expectativa com a vinda do presidente ao Nordeste.

Nesta sexta-feira (24), o presidente da República vem a Petrolina (PE) para entregar, às 14h, mais de 400 casas do residencial Morada Nova – que faz parte do programa “Minha Casa, Minha Vida” –, no Antônio Cassimiro. Além disso, Jair Bolsonaro deve realizar uma visita a uma fazenda de frutas nos perímetros irrigados da cidade para que conheça o potencial da fruticultura da região.

O líder do governo federal no senado, Fernando Bezerra Coelho (FBC), comentou a vinda do presidente a Petrolina. “Ele [Bolsonaro] vai ter a oportunidade de ver a pujança de Petrolina, que foi criada em torno da irrigação, que é uma bandeira do atual governo”, disse.

Além disso, o senador garantiu ter boa expectativa para a visita de Bolsonaro ao Nordeste. “A minha expectativa é muito positiva. Que esse encontro possa dar a oportunidade para que Bolsonaro possa reiterar o seu compromisso e a sua prioridade com o Nordeste brasileiro”, afirmou.

123