Após título, presidente do Salgueiro desabafa: ‘coroamos esse projeto que começou há mais de 15 anos’

O Salgueiro fez história no futebol pernambucano ao conquistar o Estadual diante do Santa Cruz nos pênaltis. Um título que quebra a hegemonia dos clubes do Recife e torna o Carcará o primeiro campeão do interior no torneio e consagra o time do Sertão como a quarta força do futebol do Estado. E após o troféu inédito, o presidente José Guilherme desabafou. Em entrevista ao repórter Antônio Gabriel, da Rádio Jornal, o mandatário da equipe sertaneja falou sobre a importância desse título, destacante a importância do Salgueiro para desconstruir uma imagem preconceituosa da cidade.

“Muita emoção. A gente representa uma cidade do interior de Pernambucano. Fundamos esse time para mostrar para todo mundo que nossa cidade é de gente trabalhadora e honesta. Salgueiro tinha a fama de ser lugar de matador e de gente ruim. Mas não era isso a cidade de Salgueiro. Fundamos esse time para mostrar que Salgueiro é uma cidade de bem. Coroamos esse projeto que começou há mais de 15 anos, em 2005, sendo o primeiro time do interior campeão pernambucano. Ganhamos de uma grande equipe, o Santa Cruz terminou invicto. Não conseguimos ganhar nos 90 minutos, mas nos pênaltis tivemos calma e quase que o coração para. Vamos chegar em Salgueiro com a nossa taça, mesmo nessa pandemia, tem um pouco de alegria de ser o time campeão”, disse José Guilherme, que completa comemorando a vaga no Nordestão do ano que vem, competição que tem transmissão da TV Jornal em Pernambuco.

“E ano que vem estamos na Copa do Nordeste. Quando a gente voltou da pandemia, eu disse na apresentação de Ciel: ‘Copa do Nordeste, estou chegando’. E agora eu digo: ‘Copa do Nordeste, eu já cheguei’. 2021 estamos na Copa do Nordeste. Vai dar um alívio financeiro com a cota que é boa para a gente continuar nesse padrão dando alegria para Salgueiro e Pernambuco. Só tenho a agradecer a todos”, disse o mandatário, que, com emoção nas palavras, dedica o título ao ex-mascote do Carcará, Bolulu, que foi assassinado há alguns meses atrás.

“Essa vitória é para um rapaz que foi assassinado há poucos meses, que foi o mascote do Carcará, Bolulu. Com certeza ele estava aqui comemorando hoje se não tivesse sido assassinado. Ele não está pessoalmente, mas está em espírito. Então essa vitória é para você, Bolulu”, finalizou mandatário do Salgueiro.

Com o título, o Salgueiro está na Copa do Brasil, Série D e Copa do Nordeste em 2021. Para o restante da temporada, o Carcará ainda pode conquistar o acesso à Série C, pois disputa a quarta divisão a partir do mês de setembro.

Gigante: Flamengo é campeão novamente em menos de 24h

Flamengo venceu pela sétima vez competição nacional.

Libertadores e Campeonato Brasileiro em menos de 24h. Nem o maior dos flamenguistas poderia pensar em algo tão grandioso no início desta temporada. Para se medir o tamanho do feito no país, somente o Santos de Pelé conseguiu conquistar as duas taças no mesmo ano.

Com o famoso “cheirinho” engasgado, a equipe carioca deu o troco aos rivais e saboreia, agora, um dos maiores momentos de seus 124 anos de história. Só não é o maior, ainda, porque aquela “seleção” de Zico em 1981 venceu o mundial. Mas este flamengo pode ser ainda maior do que aquela, caso venha o título da competição da Fifa neste ano.

LEIA MAIS

Náutico fatura a Série C do Brasileirão

O Náutico conquistou o título da Série C do Campeonato Brasileiro, ao empatar de 2 a 2 com o Sampaio Corrêa, na segunda partida da final do torneio, disputada neste domingo (06), no Estádio Castelão, em São Luís. O Timbu poderia perder por até um gol de diferença, por ter vencido o jogo de ida por 3 a 1.

Esta é a primeira conquista nacional nos 118 anos de história do time pernambucano. O Náutico, o Sampaio Corrêa (Maranhão), o Juventude (Rio Grande do Sul) e o Confiança (Sergipe) vão disputar a Série B no ano que vem.

A bola também rolou neste domingo pelas semifinais da Copa Verde. O Paysandu garantiu uma vaga para a decisão ao vencer o rival Remo por 3 a 1, no estádio Mangueirão, em Belém. O adversário do Papão na final vai sair do confronto entre Goiás e Cuiabá, que vão se enfrentar no dia 23, na Arena Pantanal, na capital matrogrossense, com vantagem do empate para a equipe goiana.

Copa do Interior: Equipe de N-4 conquista título com goleada no estádio Paulo Coelho

(Ascom/ Foto: Jonas Santos)

Foram 11 anos de espera pela retomada da maior competição de futebol amador do Sertão. A Copa do Interior foi reeditada pela Prefeitura de Petrolina em 2019 com o troféu nas mãos da seleção do N-4. A equipe da região irrigada se sagrou campeã, neste domingo (29), ao vencer, no Estádio Paulo Coelho, a grande final por 3 a 0 contra o Boa Vista de Rajada.

A 21ª edição do torneio teve mais de 80 partidas com 32 equipes do Sequeiro, região ribeirinha e perímetros irrigados. Para chegar ao título, a seleção do N-4 superou uma maratona de 8 jogos em 50 dias. Na grande final, o N-4 encontrou um adversário duro que segurou o 0 a 0 na etapa inicial. Mas o cenário mudou totalmente quando Fabrício abriu o placar logo aos 12 minutos do segundo tempo. A partir daí, o Boa Vista de Rajada teve que subir para o ataque, deixando espaços para o N-4 matar o jogo no contragolpe com gols de Daniel Coelho e novamente do artilheiro Fabrício.

Na cerimônia do título, muita festa da equipe e da torcida que se deslocou da região irrigada para o estádio. O troféu Demarzinho, que homenageia um dos fundadores da Copa do Interior, foi entregue pelo prefeito Miguel Coelho, que ressaltou a importância da competição. “É um evento de integração e incentivo ao esporte. Com uma tradição tão grande, a Copa do Interior não poderia continuar parada após ter sido extinta no passado sem justificativa. Parabéns ao N-4 e a todas as comunidades, no próximo ano, faremos um torneio ainda mais forte”, prometeu Miguel.

A 21ª Copa do Interior é uma realização da Prefeitura de Petrolina. O torneio foi fundado em 1980, mas havia sido extinto em 2008, deixando uma legião de fãs e esportistas da zona rural sem o tradicional evento. Em agosto último, a Copa foi relançada pelo prefeito Miguel Coelho e seguirá no calendário esportivo pelos próximos anos.

Náutico vence Central e é campeão do Campeonato Pernambucano 2018

Jogadores comemoram título estadual. (Foto: Globoesporte.com)

Após 14 anos de espera, os torcedores do Náutico puderam soltar o grito de campeão. Enfrentando o Central de Caruaru, em uma Arena lotada, o Timbu venceu por 2 a 1 e conquistou seu 22ª título da competição estadual. A última conquista do Náutico havia sido em 2004.

A torcida alvirrubra deu show neste domingo, assim como a do Central – bem menor número por ser visitante. O público total foi de 42.352 pessoas. O Náutico bate, assim, o recorde de maior público da história da Arena de Pernambuco em jogos de clubes. A renda foi de quase um milhão de reais.

Polêmica

Apesar da derrota, o torcedor do Central demonstrou orgulho do time. Mas não só isso. Os torcedores da Patativa também ficaram na bronca com a arbitragem. Por dois lances: um gol de Gildo anulado no primeiro tempo e a não expulsão de Jobson logo no início do segundo tempo.

Quidé é campeão do campeonato interbairro de Juazeiro 2017

(Foto: agência CH)

Com uma campanha invejável, a equipe do Quidé sagrou-se campeã do campeonato interbairro de Juazeiro.

Completamente invicto, o feito aconteceu na tarde deste sábado (30), diante da equipe do Alto do Aliança, no campo do bairro João Paulo II.

É a primeira vez que o time do Quidé vence a competição. A consagração foi em cima do time do Alto da Aliança com a vitória por um a zero, com gol contra do adversário.

Durante o campeonato deste ano, o Quidé fez 7 pontos em 5 cinco jogos. Já o Alto da Aliança venceu todos os 5 jogos que disputou. Foram 15 pontos em 5 jogos. Perdeu apenas a final.

Casa Nova: Vila Nova conquista o campeonato de Santana do Sobrado

Nem mesmo o sol forte foi capaz de atrapalhar a festa da grande partida final do campeonato de Santana do Sobrado, distrito de Casa Nova-BA. Em uma tarde movimentada, com um grande público no campo de futebol da localidade, as equipes do Grêmio e Vila Nova foram aguerridas nos 90 minutos do jogo. No primeiro tempo quem abriu o placar foi a equipe do Grêmio com gol de Mário Castro, o Vila Nova correu atrás do prejuízo e conseguiu empatar a partida no segundo tempo, gol de Bruno.

A decisão então foi para os pênaltis e o Vila Nova levou a melhor e conquistou o maior prêmio da história da competição, recebendo das mãos do prefeito Wilker Torres o cheque simbólico no valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais), o grêmio recebeu R$ 4.000,00 (quatro mil reais).

A partida foi transmitida pelas rádios Grande Rio AM e Emissora Rural, com a narração de Francisco José, Comentários de Teones Batista e reportagem de pista de Almir de Castro.

Bahia domina o Sport e leva o tri na Copa do Nordeste

(Foto: Internet)

A história rivalidade entre baianos e pernambucanos teve um capítulo histórico. Na grande decisão da Copa do Nordeste 2017, o Bahia bateu o Sport por 1×0, na Arena Fonte Nova, nesta quarta-feira (24), e conquistou o tricampeonato da competição se igualando ao próprio Leão. O Vitória continua sendo o maior vencedor, com quatro taças.

Com o resultado no jogo de ida em 1×1, o Tricolor de Aço marcou o gol do título ainda no primeiro tempo, aos 12 minutos, com Edigar Junio. Com o revés, o técnico Ney Franco foi demitido pela diretoria leonina, sendo bastante criticado pelos torcedores. O clube agora disputa “apenas” quatro competições.

Com a bola rolando, o Bahia dominou desde o começo. Empurrado pela sua torcida, o Tricolor de Aço empurrou o Sport, que mesmo com três zagueiros não conseguia segurar o quarteto matador armado por Guto Ferreira, com Régis, ex-Leão, sendo o grande maestro.

A primeira tentativa veio com o próprio Régis, que cabeceou com perigo. Mas, não demorou muito para a abertura do placar. Aos 12 minutos, Edigar Junio ficou mano a mano e driblou Durval, tocando com categoria por cima de Magrão, fazendo a torcida baiana explodir. O gol não fez o Leão acordar.

LEIA MAIS

Após jogo eletrizante, Fluminense vence Flamengo nos pênaltis e conquista a Taça Guanabara no Rio de Janeiro

(Foto: Internet)

A tarde desse domingo (5) presenciou um dos maiores clássicos do futebol nacional. Flamengo e Fluminense se enfrentaram na decisão da Taça Guanabara, no Engenhão. E o jogo foi digno de um grande clássico. Os dois times apresentaram um futebol ofensivo, sempre em busca do gol e não faltou emoção, especialmente na primeira etapa.

O Flu abriu o placar logo aos quatro minutos do primeiro tempo. Porém, o Mengão não se absteve do jogo e partiu pra cima. Aos oito minutos, empate.  E teve tempo para muito mais. O Rubro-Negro virou com Everton, que aproveitou rebote de Julio César após cabeçada de Guerrero.

Mesmo em vantagem, o Flamengo tinha mais a bola, mas deixava a defesa exposta. E pagou caro por isso. Aos 31, Guerrero colocou a mão na bola. Pênalti, que Henrique Dourado cobrou para empatar. Aos 40, o Tricolor aproveitou mais uma vez o buraco na defesa rubro-negra e virou o jogo. Tudo isso apenas no primeiro tempo.

LEIA MAIS

Juazeirense Jafel Filho vence luta e leva cinturão no Shooto Brasil; Lutador pediu justiça no caso Beatriz

O lutador venceu por finalização e lembrou do caso que chocou a região do Vale do São Francisco. (Foto: Reprodução/SporTV3)

O lutador de Juazeiro (BA) Jafel Filho venceu Eric dos Santos no Shooto Brasil, que é um dos maiores eventos de MMA do Brasil. O juazeirenses conseguiu finalizar o oponente no segundo round com um “mata leão”, golpe do jiu-jitsu, e levou o cinturão da categoria 57 Kg.

Durante a celebração Jafel mandou uma mensagem para seus pais e afirmou que estava levando o título para eles. “Pai, o senhor me pediu esse cinturão como presente de aniversário. Mãe, a senhora pediu de presente de natal. Eu estou levando para vocês. Quero agradecer a todos que me ajudaram desde o início e dizer que hoje estou concretizando um sonho”.

(Foto: Reprodução/SporTV3)

O lutador falou sobre sua trajetória e se emocionou ao comentar, durante entrevista ao SporTV, uma resposta recebida por um ídolo do mundo da luta que afirmou que o jovem não conseguiria se destacar, pois não tinha dinheiro.

“Quando eu tinha 13 anos, eu cheguei a um dos caras que eu tinha como espelho, e ainda tenho até hoje, e falei que meu sonho era ser um lutador de MMA um dia. Ele olhou na minha cara e disse que eu não podia porque eu não tinha dinheiro, eu era pobre, e não tinha dinheiro para arcar com as despesas. Hoje eu eu estou aqui para provar para mim mesmo que eu posso. Hoje eu sou o Rei da América no Shooto Brasil”.

Por fim, Jafel, que estava vestido com uma camisa da garota Beatriz Mota, aproveitou a oportunidade de estar em rede nacional e pediu justiça. “Queremos justiça, tá? Queremos justiça”.

Time ‘Independente’ de basquete é pentacampeão de Juazeiro

123213123Na tarde de sábado (26), a equipe de basquete “Independente”, que tem como coordenador e integrante da equipe, o Capitão da Polícia Militar Osório, lotado na unidade da 75ª CIPM, foi campeã pela quinta vez consecutiva, de forma invicta, do Campeonato Juazeirense de Basquete.

Após o sucesso nas competições, a equipe servirá como base para formação da equipe da “Associação Juazeirense de Basquete” que disputará competições representando a cidade de Juazeiro-BA no ano de 2017.

Carlos Alberto Torres, campeão do tri, morre aos 72 anos

(Foto: Internet)

(Foto: Internet)

Capitão do tricampeonato da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970, o ex-lateral Carlos Alberto Torres morreu aos 72 anos nesta terça-feira (25). O ex-jogador e atual comentarista da Sportv sofreu um infarto fulminante.

Carlos Alberto Torres fez sua última aparição na emissora no último fim de semana, quando participou do programa “Troca de Passes”. Ele estava em sua casa quando sofreu o infarto.

Carlos Alberto Torres marcou época no futebol brasileiro não só por sua passagem na seleção, mas também pela carreira trilhada em clubes do país, como Santos, Botafogo e Fluminense. Foi tricampeão carioca pelo time tricolor (1964, 1975 e 1976) e pentacampeão paulista na equipe santista (1965, 1967, 1968, 1968 e 1973). 

LEIA MAIS

Campeão brasileiro de ciclismo é pego no doping

(Foto: Internet)

O ciclista foi flagrado com 15 substâncias proibidas. (Foto: Internet)

Everson de Assis Camilo, campeão brasileiro de ciclismo de estrada em 2015 na prova de resistência,  está suspenso provisoriamente por doping desde o último dia 27 de junho. O teste foi conduzido pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD).

O ciclista foi flagrado com 15 substâncias proibidas: Fentermina, Mefentermina, Epitrembolona, Estanozolol, 3-hidroxi-estanozolol, 16betahidroxi-estanozolol, hCG intacto, 6alfa-hidroxi-4-androsten-3,17-diona, Testosterona, Androsterona, Etiocolanolona, Salfa-androstano-3alfa,17beta-diol, 5beta-androstano-3alfa,17beta-diol, Drostanolona e 2alfa-metil-5alfa-androstan-3alfa-ol-17-ona.

LEIA MAIS

Sem Ronaldo, Éder decide e Portugal frustra a França para levar sua primeira Euro

Portugal campeão Eurocopa

O capitão Cristiano Ronaldo levanta a taça da Eurocopa/Foto: Michael Regan

O cenário parecia perfeito para uma festa francesa, com estádio lotado, geração talentosa em campo e um rival sem o seu melhor jogador desde os 15 minutos do primeiro tempo. O que os franceses não contavam, no entanto, era com o atacante Éder, que atua no Lille. Coadjuvante durante toda a campanha portuguesa, ele fez um belo gol no segundo tempo da prorrogação, calou o Stade de France e sacramentou a vitória por 1 a 0 de Portugal sobre a França, neste domingo.

Foi a primeira conquista portuguesa na Eurocopa, coroando, apesar da ausência na decisão, a participação de Cristiano Ronaldo com o seu país. Chorando copiosamente com a conquista, ele agora celebra um patamar não alcançado por nenhum outro atleta português na sua história. Os franceses, por sua vez, desperdiçam a chance de serem tricampeões e perdem um torneio em casa pela primeira vez. Antes, haviam vencido a Euro de 1984 e a Copa de 1998, essa sobre oBrasil, com um 3 a 0 na final.

Aplausos e choro de Ronaldo roubam a cena

LEIA MAIS

Campeão mundial de  Jiu-jitsu vai conduzir a Tocha Olímpica em Sobradinho (BA)

O atleta condutor da Tocha Olímpica em Sobradinho coleciona alguns títulos importantes/Foto:Assessoria

O atleta condutor da Tocha Olímpica em Sobradinho coleciona alguns títulos importantes/Foto:Assessoria

Por indicação da prefeitura de Sobradinho (BA) ao Comitê Rio 2016,  José Ivaldo, pernambucano de Cabrobó e que reside em Sobradinho desde os cinco anos de idade, vai conduzir a Tocha Olímpica na passagem deste símbolo pela cidade, no próximo dia 26 de maio.

José Ivaldo Rodrigues da Silva é filho de agricultor, tem 33 anos de idade, casado e é o mais novo campeão mundial de Jiu-Jitsu esportivo. Um homem de origem humilde, que saiu do sertão nordestino para São Paulo e entrou para história representando a perseverança do povo nordestino.

José Ivaldo disputou o Mundial de Jiu-jitsu esportivo realizado na capital paulista no Ginásio do Ibirapuera em 2011, vencendo na final o atleta  Alexsandro Bintecourt,do Rio Grande do Sul. Ele é faixa preta e há 13 anos pratica o esporte. Hoje, José Ivaldo treina com uma equipe em Sobradinho e com seu professor Vugner Silva em Senhor do Bonfim(BA). Atualmente o atleta cursa administração de empresas na Univasf e dá aulas particulares de Jiu-jitsu.

O atleta condutor da Tocha Olímpica em Sobradinho coleciona alguns títulos importantes. Bi-campeão baiano 2009-2010, Campeão Pan-Americano por equipe 2009, Campeão Brasileiro 2011-região Nordeste, Campeão Sul-Americano 2011, Campeão Mundial 2011, Campeão Mundial 2014 na Argentina e em julho disputará, em São Paulo, o tricampeonato.

“Estou muito feliz em poder representar minha querida Sobradinho neste evento mundial. Para mim é um reconhecimento do trabalho que realizo há 13 anos,  com muita luta e superação. Minha alegria é imensa. Assim poderei inspirar crianças e jovens a superarem suas dificuldades, correrem atrás de seus sonhos e se tornarem campeões”, celebra José Ivaldo.

Com informações da Assessoria

 

12