Eleições 2018: partidos têm até hoje (5) para realizar convenções partidárias

Termina nesse domingo (5) o prazo para os partidos realizarem suas convenções nacionais e estaduais, confirmando os candidatos no pleito de outubro. Correndo contra o tempo, algumas siglas deixaram para a última hora a decisão da chapa que concorrerá à Presidência da República.

No sábado (4) a Rede Sustentabilidade confirmou Marina Silva à presidência, com Eduardo Jorge (PV) como vice. Ontem o PT também oficializou Luiz Inácio Lula da Silva como candidato, apesar de não ter sido batido o martelo em relação ao nome que acompanhará o ex-presidente.

No caminho oposto, PSOL e PSTU anunciaram em suas convenções a chapa completa, ainda em julho. Guilherme Boulos e Sônia Guajajara são os escolhidos pelos socialistas. Enquanto que no PSTU Vera Lúcia e Hertz Dias são as representantes.

No PSDB Geraldo Alckmin terá como companheira de chapa a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS). Já o Podemos terá a chapa composta por Álvaro Dias e seu vice, Paulo Rabello, que chegou a ser anunciado como pré-candidato pelo PSC.

Manuela D’ávila do PCdoB ainda não tem seu vice definido, assim como Henrique Meirelles (MDB), candidato de Michel Temer. Ambos realizaram suas convenções na semana passada. Outro sem candidato a vice é Ciro Gomes (PDT).

PSB, PRTB e PPL também realizam convenção nacional neste domingo (5), mas somente os dois últimos devem lançar candidatos a presidente – Levy Fidelix e João Vicente Goulart, respectivamente.

Partidos têm dificuldade de encontrar candidatos a vice-presidente

As convenções partidárias foram iniciadas na sexta-feira (20) e os partidos vêm enfrentando uma dificuldade: encontrar nomes para o posto de vice-presidente. No momento, apenas dois candidatos confirmaram seus vices, enquanto os demais deixaram a situação em aberto.

PSOL e PSTU foram os únicos que durante a pré-campanha trabalharam já com a chapa fechada. Guilherme Boulos e Sônia Guajajara lançaram a chapa do PSOL no sábado e já têm agenda confirmada no Vale na próxima semana.

Já o PSTU optou por não fazer coligações ou alianças com outros partidos e lançou Vera Lúcia e Herz Dias para presidência e vice-presidência.

Eleições: convenções partidárias confirmam candidaturas de Ciro Gomes e Rabello à Presidência

O primeiro dia de convenção partidária já confirmou duas candidaturas à Presidência da República. O PDT escolheu Ciro Gomes por aclamação. O ex-governador do Ceará disputará o pleito pela terceira vez.

Falando em cortar privilégios e retomar o crescimento do país, Ciro deve se aproximar do PSB, principal aliado desde sua pré-campanha. Já o PSC optou pelo nome de Paulo Rabello de Castro.

LEIA TAMBÉM:

Convenções partidárias nacionais começam amanhã (20)

Ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BDNES), Rabello utilizou JK para tirar o Brasil da crise e prometeu fazer uma distribuição de renda durante seu mandato.

As convenções partidárias seguem até o dia 5 de agosto e os partidos precisam oficializar as candidaturas até no máximo, dia 15 do mesmo mês.