Edital de seleção do primeiro doutorado da UPE Petrolina é publicado

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A Universidade de Pernambuco (UPE) Campus de Petrolina conseguiu recentemente a aprovação do primeiro curso de Doutorado da UPE no interior do Estado. Trata-se do Programa de Pós-Graduação em Reabilitação e Desempenho Funcional (PPGRDF), com os cursos de Mestrado e Doutorado.

O Programa está vinculado ao Campus Petrolina e se caracteriza como o primeiro curso de Doutorado da UPE no interior do estado, o qual também é o primeiro Doutorado da área de Fisioterapia no Estado de Pernambuco e o segundo na região Nordeste.

Podem se candidatar a uma vaga no curso de Doutorado e de Mestrado, os portadores de diploma de Mestre conferidos por cursos reconhecidos pela CAPES ou reconhecidos pelos órgãos competentes, quando fornecidos por instituições de outros países.

LEIA MAIS

Justiça Federal autoriza polícia a doar amostra de maconha para pesquisa de professora da Univasf

(Foto: Ilustração)

(Foto: Ilustração)

O juiz federal titular da 17ª Vara, Arthur Napoleão Teixeira Filho, autorizou a Delegacia de Polícia federal de Juazeiro (BA) a doar amostras da espécie Cannabis Sativa Lineu (“maconha”), para fins de pesquisa, à Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) que servirão para desenvolver tese de doutorado da professora Kátia Simoni Bezerra Lima.

Para conseguir a liberação da substância, a Univasf buscou a cooperação das Polícias Federal, Civil e Militar, que doariam as drogas apreendidas em operações, com a mediação dos Ministérios Públicos Estadual e Federal. Para tanto, os órgãos de polícia exigiram uma autorização prévia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para manipulação de produtos controlados.

A Anvisa informou que seria necessário autorização judicial para a continuidade da análise da solicitação. O magistrado acatou o pedido da Univasf, em observância ao artigo 109, I, da Constituição Federal. Ação nº 0800454-14.2016.4.05.8308.

Com estudo sobre uso de verbas na educação brasileira, professor da Facape defende doutorado

defesa-agnaldo-3

O doutorado na Universidade de Aveiro, em Portugal, teve duração de cinco anos. / Foto: Arquivo pessoal

A Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) vem enriquecendo seu quadro de profissionais com incentivos a programas de mestrado e doutorado. Na última semana, a instituição reforçou sua equipe de docentes após a apresentação da tese de doutorado do professor Agnaldo Batista da Silva, que já passou pelos colegiados de Ciências Contábeis, Economia e Administração.

O doutorado na Universidade de Aveiro, em Portugal, teve duração de cinco anos. A tese ‘Determinantes da gestão de verbas da educação em municípios do Brasil’ foi aprovada por unanimidade e sem ressalvas pela banca examinadora. Segundo Agnaldo, o objetivo do estudo foi identificar quais os determinantes considerados pelo gestor público para atingir a qualidade da educação.  

LEIA MAIS