Notas do Enem serão divulgadas nesta sexta

redacao_enem-size-620

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será divulgado hoje (8), segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os 5,7 milhões de candidatos que fizeram as provas em outubro do ano passado saberão quanto tiraram em cada uma. Os resultados estarão disponíveis na internet, na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Os estudantes terão acesso a uma tabela com a nota obtida em cada uma das provas: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e redação. Eles ainda não terão, porém, acesso ao espelho da redação, com a correção mais detalhada do texto, que será divulgado posteriormente.

Como o Inep não informou a hora exata da divulgação, a partir da 0h de hoje o exame já estava entre os tópicos mais comentados no Twitter. A página do Inep chegou a ficar fora do ar. Um usuário do microblog comenta: “Sobre as notas do Enem não serem divulgadas à 0h do dia 8, mas os portões fecharem sempre na hora certa. Isso não tá certo”. Outro tranquiliza: “Gente, todo ano a nota do Enem só sai lá pelas 10h, sejam menos avexados”.

As notas do Enem são calculadas com base na Teoria de Resposta ao Item (TRI), ou seja, o valor de cada item varia de acordo com o número de candidatos que acertaram ou erraram a resposta. Quanto mais candidatos acertarem, mais fácil é considerado o item e menos vale. Ao contrário, se menos candidatos acertarem, o item é considerado difícil e vale mais.

A nota do Enem poderá ser usada para participar de programas como o Sistema de Selação Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior em todo o país. As inscrições poderão ser feitas de 11 a 14 de janeiro. Nesta edição serão ofertadas 228 mil vagas. Para participar, o candidato não pode ter tirado 0 na redação.

A nota poderá ser usada também para obter bolsas de estudo integrais ou parciais em instituições particulares de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para participar dos programas, o estudante não pode ter zerado a redação e precisa obter pelo menos uma média de 450 pontos nas demais provas do Enem.

Para obter a certificação do ensino médio, é preciso ter feito a solicitação no início do ano, na hora da inscrição,ter mais de 18 anos e ter obtido pelo menos 450 pontos em cada uma das provas e 500 pontos ou mais na redação.

A nota pode ser usada também para participar do programa de intercâmbio acadêmico Ciência sem Fronteiras e do Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que destina a estudantes vagas gratuitas em cursos técnicos.

IF Sertão-PE oferece 125 vagas em cursos de curta duração em Floresta

if sertao logo

O campus Floresta do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) divulgou, nesta quarta-feira (6), quatro editais de processos seletivos para cursos gratuitos na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC). No total, serão ofertadas 125 vagas, distribuídas entre os cursos de Introdução a Informática, Manipulação de Alimentos, Rotinas Administrativas e Saúde e Qualidade de Vida na Cultura Corporal.

O edital nº 01/2016, referente ao curso de Introdução a Informática, oferece 15 vagas para pessoas ligadas às associações dos trabalhadores rurais do município de Floresta, que tenham Ensino Fundamental completo. A carga horária é de 20 horas. As inscrições deverão ser realizadas nos dias 11 e 12 de janeiro, no Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Floresta, das 8h às 12h. As aulas terão início em 18 de janeiro.

O edital nº 02/2016 rege o curso Manipulação de Alimentos, com duração de 40 horas-aula. São 40 vagas destinadas a funcionários de restaurantes, cantinas, bares, lanchonetes, donas de casa, merendeiras e domésticas, além dos alunos do câmpus. As inscrições serão realizadas entre os dias 18 e 22 de janeiro, no campus Floresta, de 8h às 12h, e as aulas serão iniciadas em 25/01.

Para o curso de Rotinas Administrativas, regido pelo edital nº 03/2016, o campus Floresta oferece 20 vagas, destinadas a candidatos que tenham Ensino Médio completo e desejam desenvolver e aprimorar habilidades e competências na área de Administração. O curso tem duração de 20 horas. Inscrições deverão ser realizadas entre os dias 18 e 21 de janeiro, na Secretaria Acadêmica do campus. O início das aulas acontecerá em 25 de janeiro.

Já o edital nº 04/2016, referente ao curso Saúde e Qualidade de Vida na Cultura Corporal, oferece 50 vagas destinadas a pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, residentes em Floresta e cidades vizinhas. As inscrições para o curso, que tem duração de 20 horas, deverão ser realizadas entre 18 e 21 de janeiro no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Floresta, das 8h às 12h. As aulas também serão iniciadas no dia 25/01.

Os candidatos interessados nos cursos oferecidos pelo campus Floresta deverão preencher a respectiva ficha de inscrição (anexo 01 de cada edital) e apresentar os documentos exigidos, que também podem ser consultados nos editais, disponíveis no site do IF Sertão-PE, www.ifsertao-pe.edu.br. (Fonte: ascom)

UPE divulga listão do SSA 3 nesta quarta

Os nomes dos primeiros lugares classificados no Sistema Seriado de Avaliação 3 (SSA) da Universidade de Pernambuco (UPE) serão anunciados na reitoria da instituição nesta quarta-feira (6), a partir das 10h30. O listão com os 1.730 candidatos classificados será disponibilizado às 11h no mesmo local e às 12h na internet.

O resultado será divulgado na reoria, onde estará afixada a lista e na internet nos seguintes endereços eletrônicos: www.upe.br e www.processodeingresso.upe.pe.gov.br. São 1.370 vagas para o SSA 3 nos 53 cursos de graduação. As provas aconteceram nos dias 22 e 23 de novembro de 2015 e teve 11.553 inscritos.

O desempenho individual no sistema de inscrição e a lista de possíveis remanejáveis será a partir do dia 19/01. O acesso aos espelhos das redações corrigidas poderá ser feito a partir de 22/02.
Já o desempenho individual no sistema de inscrição do SSA 1 e do 2 será divulgado até o dia 26/02/2016. (Folha de PE)

Matrículas em escolas para novatos na rede municipal de Juazeiro começa na próxima segunda

Cartaz Matrícula 2016 (1)A Secretaria de Educação e Esportes (SEDUC ) realiza de 04 a 09 de janeiro as matrículas dos novos alunos da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro para o ano letivo de 2016. O responsável deve comparecer a unidade de ensino escolhida, em horário comercial, levando duas fotos 3×4, Certidão de Nascimento, Comprovante de Residência, Transferência/Histórico Escolar, Carteira de Vacinação e Cartão Bolsa Família para alunos da Educação Infantil.

Já no dia 09 de janeiro será realizado o Dia ‘D’ para atender os pais que perderam o dia específico de matricular seus filhos. A superintendente de Gestão da SEDUC, Lucinete Alves disse que o objetivo da secretaria é garantir o direito das crianças e adolescentes ao ensino público e de qualidade. “Já realizamos as matriculas dos alunos da casa, dos deficientes e a partir na semana que vem serão os alunos novatos. Solicitamos aos pais que compareçam para garantir a vaga do seu filho, em unidades estruturadas, com equipes preparadas para oferecer uma Educação Nota 10 a todos os alunos da Rede”, garantiu Lucinete. (Ascom)

MEC suspende vestibular do curso de Física do IF Sertão

Seis cursos superiores de Pernambuco tiveram o vestibular suspenso pelo Ministério da Educação (MEC) depois de serem considerados insatisfatórios de acordo com o Conceito Preliminar de Curso (CPC) – indicador de qualidade do Ensino Superior no Brasil. A licenciatura em História da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) está na lista, que também conta com graduações em Olinda, Pesqueira e Petrolina.
A decisão foi publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União, que determina que sejam aplicadas “medidas cautelares preventivas de de suspensão de ingresso” em tais cursos, justificado por “reiterados resultados no CPC nos anos de 2011 e 2014”.

Além do curso da UFPE, estão na lista as licenciaturas em Letras (Espanhol) e Pedagogia do Instituto Superior de Educação de Pesqueira, a licenciatura em Letras da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e a graduação em Física pelo  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão, de Petrolina.

Ao todo, 68 cursos foram proibidos de receber novos alunos pelo MEC, em todo o país. O CPC é calculado a partir de uma avaliação completa, que considera desde o desempenho dos alunos, infraestrutura, corpo docente e recursos pedagógicos, além de outros aspectos. A avaliação é realizada a cada três anos e a análise publicada nesta quarta é referente aos dados coletados em 2014.

Os estudantes que já estejam matriculados em algum desses cursos não serão afetados.

Univasf aprova proposta para o Mestrado Profissional em Administração Pública em Rede Nacional

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) recebeu hoje parecer positivo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) à proposta da adesão ao Mestrado Profissional em Administração Pública em Rede Nacional (Profiap). Do total de 90 vagas disponibilizadas pela Capes, a Univasf é a instituição que vai ofertar, individualmente, o maior número, serão 25 vagas abertas à seleção 2016. Aos candidatos será exigido, além de diploma de curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), o teste Anpad, cujas inscrições já estão abertas. Outro requisito é a prova específica do Profiap, com data ainda a ser divulgada. De acordo com a coordenação local, a prova do Profiap e o teste Anpad serão aplicados na Univasf.

“A confirmação do aceite da Capes à nossa proposta de adesão ao Profiap é muito positiva, e naturalmente comemoramos este resultado porque é mais um avanço para a universidade, para os nossos servidores e para a comunidade local”, ressaltou o reitor Julianeli Tolentino.

Conforme o secretário de Educação a Distancia, professor Ricardo Duarte, a publicação do edital de seleção é nacional e a perspectiva é que o mestrado inicie no primeiro semestre de 2016. Ele enfatizou que as aulas serão presenciais e ministradas por professores da Univasf. Dezesseis docentes já estão cadastrados no programa. (ascom)

IF Sertão-PE abre inscrições de concurso público para professores efetivos

if sertao logo

Estão abertas as inscrições  para concurso público de provas e títulos destinado ao preenchimento de 52 vagas efetivas de professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), em regime de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva para o Quadro Permanente do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) . As vagas estão distribuídas entre 19 áreas de conhecimento, tais como Arquitetura, Biologia, Engenharia Civil, Física e Informática, entre outras. O vencimento básico para o cargo é de R$ 4.104, sendo acrescido da Retribuição por Titulação, que varia de acordo com a formação do candidato (aperfeiçoamento, especialização, mestrado e doutorado).

As inscrições seguem até o dia 18 de janeiro de 2016 e serão realizadas pela internet, no endereço eletrônico concurso.ifsertao-pe.edu.br/copese/. O candidato deve preencher e transmitir a Ficha de Inscrição online, imprimir e quitar o boleto bancário no valor de R$ 120. Pedidos de isenção da taxa de inscrição poderão ser feitos até a próxima terça-feira (29). Orientações sobre este procedimento estão disponíveis no item “5” do edital nº 92/2015, que rege o concurso público.

A seleção será realizada em três etapas: uma prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório; uma prova de desempenho didático, de caráter eliminatório e classificatório e uma prova de Títulos, de caráter classificatório. A Prova Escrita será realizada em Petrolina (PE), das 8h às 12h, em 21 de fevereiro de 2016. Só serão convocados para a Prova de Desempenho Didático os candidatos aprovados na prova escrita com média igual ou superior a 70,0 pontos. A divulgação dos candidatos habilitados para a prova de Desempenho Didático, bem como a data, horário e local do sorteio do tema da aula, será feita no site do IF Sertão-PE no momento da divulgação do resultado da Prova Escrita. Participarão da prova de Títulos os candidatos classificados nas duas etapas anteriores.

O Concurso terá validade de 01 (um) ano, podendo ser prorrogado por igual período, a contar da data em que for publicada a homologação do resultado final no Diário Oficial da União. Se houver desistência de algum candidato convocado para nomeação, será chamado o próximo candidato na ordem de classificação. O candidato habilitado será convocado para nomeação, rigorosamente de acordo com a classificação obtida, considerando-se as vagas existentes ou que venham a existir para o cargo a que concorreu no Quadro Permanente do IF Sertão-PE, observadas as vagas que venham surgir nos seus respectivos campi. Demais informações, como cronograma, tabela de vagas, temas para as provas e outros então disponíveis no edital. (ifsertao-pe)

Clique aqui para acessar o edital nº 92/2015.

Projeto pedagógico busca o prazer da leitura nas crianças

03

Na Diretoria de Ensino, setor da Secretaria de Educação de Petrolina destinado a acompanhar alunos e educadores a desenvolver ações que visem à qualidade do ensino, três formadores estão à frente de um projeto que ajuda professores a provocar o desejo pela leitura: é o PRAZER EM LER.

De acordo com uma das formadoras, Laurismar Paulino Feitosa, a secretaria distribui dois livros literários por ano para cada aluno. “Um para ser trabalhado sistematicamente pelo professor no primeiro semestre e o outro no segundo”. Segundo coordenadora, os livros não são apenas entregues e levados para casa; além de incentivar sua leitura, o educador promove atividades correlacionadas.

“São livros que envolvem vários gêneros, seja de poemas, quadrinhos, crônicas ou de suspense”.  “Em sala de aula o professor procura desenvolver as habilidades de leitura de forma mais complexa e interpretativa daquela literatura”, afirma.

O exemplo. Marcos Roberto Araújo tem 14 anos, é estudante da Escola Municipal Professora Anete Rolim e também um devorador de livros. “A leitura produz conhecimento. É através dela que eu posso viajar pela imaginação, adquirir intelectualidade, melhorar minhas formas de linguagens e conhecer outros mundos”, ressalta o garoto, que participa do ‘Prazer em Ler’.

Ponto de partida. O projeto é considerado pelo secretário de Educação, Cel. Heitor Leite, mais uma iniciativa de grande incentivo para as crianças. “Resultados na educação não são obtidos da noite para o dia. É preciso estratégia, ferramentas e determinação para alcançar diuturnamente os objetivos que colocamos. E estamos fazendo isso”. Ele continua. “Ou seja, ela [educação] precisa de estudantes, profissionais, que gostem, na verdade, hipervalorizem, a leitura para sua ascensão”, arrematou o titular. (Ascom)

Escolas públicas se destacam por bons indicadores, em meio a situações adversas

crianças escolhas

No Brasil, 35 escolas públicas se destacam por conseguir, mesmo em condições adversas, garantir um bom aprendizado aos alunos no ensino fundamental. São escolas que atendem alunos de baixo nível socioeconômico em diferentes regiões do Brasil e conseguem que eles avancem juntos e tenham bons desempenhos nas avaliações nacionais. Os dados são da pesquisa Excelência com Equidade – Os desafios dos anos finais do ensino fundamental.

O estudo mapeia elementos que são comum às escolas e que podem ser replicados em larga escala para melhorar as etapas de ensino. Primeiro, é preciso assegurar condições para que os alunos frequentem e não abandonem a escola. Além disso, o tempo pedagógico é garantido, ou seja, o tempo que o estudante está na escola é ocupado com aulas ou outras atividades que vão ajudar no desenvolvimento. “Educação é um direito independente do contexto social. Todo aluno tem que ter o direito ao aprendizado garantido”, diz o coordenador da Fundação Lemann e coordenador geral da pesquisa, Ernesto Faria.

Nessas escolas, o trabalho dos professores é pautado por avaliações, feitas sistematicamente para medir o aprendizado e orientar as aulas. Além disso, a Secretaria de Educação oferece suporte pedagógico e estrutural e os gestores atuam para fortalecer o vínculo dos profissionais com as escolas. Os professores também levam em conta o contexto de vida dos alunos na prática educacional. Por fim, são feitas mudanças na prática em sala de aula, para melhorar a aprendizagem dos alunos.

“É importante porque não é por um contexto mais vulnerável que se pode perder o aluno. Não se pode cair na armadilha de olhar apenas para o aluno mais engajado, todo aluno importa”, diz Faria. As escolas atendem alunos de baixo nível socio economico, têm um alto percentual de alunos com aprendizado adequado em português e matemática, mostraram evolução no desempenho dos alunos na Prova Brasil, de 2009 a 2013, e pertencem a redes de ensino que melhoraram como um todo nos últimos anos.

A pesquisa avalia escolas em diferentes contextos – urbanas e rurais – inseridas em grandes capitais e em pequenos municípios, com muitos ou poucos alunos.  “O estudo desmonta mitos relacionados à educação que são bastante difundidos. O primeiro, é que escola pública é ruim. O segundo, é que criança pobre não aprende. O estudo mostra que as escolas públicas conseguem fazer um trabalho de altíssimo nível”, diz a consultora do Itaú BBA, Ana Inoue.

Excelência com equidade 

A pesquisa, feita em parceria pela Fundação Lemann, Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo e Itaú BBA, dá continuidade ao estudo lançado no ano passado, referente aos anos iniciais do ensino fundamental, período que vai do 1º ao 5º ano. Agora foi analisado o período escolar do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. Se na primeira pesquisa foram encontradas 215 escolas públicas que garantiam educação de qualidade a estudantes de baixa renda, esse número, usados os mesmos critérios, cairia para apenas três nos anos finais do ensino fundamental.

O grupo decidiu então flexibilizar os critérios considerando, entre outros, não apenas os resultados finais, mais o quanto essas escolas evoluíram nos últimos anos, o que elevou o número de escolas a 35, com experiências que podem ser compartilhadas.

De acordo com a pesquisa, a baixa quantidade de escolas evidencia os desafios específicos dos anos finais do ensino fundamental. Entre eles, a heterogeneidade das turmas. A evasão escolar e as defasagens acumuladas no percurso escolar têm mais impacto nos anos finais do ensino fundamental, do que nos iniciais, quando os alunos são mais jovens e estão no início da vida escolar.

O estudo, divulgado esta semana está disponível na internet.

Listão de aprovados no vestibular Facape será divulgado nesta sexta

Será divulgado a partir das 20h desta sexta-feira no site www.facape.br, a lista completa dos aprovados no vestibular 2016.1 da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape).

Segundo o presidente da Comissão do Vestibular, Pedro Norberto, a faculdade resolveu antecipar a divulgação devido à expectativa dos estudantes. “Os candidatos poderão passar o fim de semana mais tranquilos, após a publicação do resultado. Cientes da classificação, os aprovados já poderão providenciar os documentos para matrícula”, ressaltou.

Os alunos aprovados na primeira chamada devem fazer a matrícula de 5 a 8 de janeiro de 2016. Outras informações na sede da autarquia localiza no Campus Universitário, S/N, bairro Vila Eduardo.

Congresso aprova Plano Plurianual para os próximos quatro anos

CONGRESSO

O Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (16) o Plano Plurianual (PPA) 2016-2019, que orientará a elaboração orçamentária federal nos próximos quatro anos. O texto destina R$ 8,2 trilhões para serem aplicados no quadriênio e prevê já para o próximo ano crescimento do PIB (0,2%) e inflação menor (5,4%).

Mesmo diante de um cenário de retração da economia e escassez de recursos disponíveis, o novo PPA traz um aumento de 51% dos investimentos federais em relação ao Plano 2011-2015. Quase metade do montante será destinada aos programas sociais e à segurança pública, com R$ 3,7 trilhões previstos. O segundo setor mais beneficiado é o de infraestrutura, com R$ 1,4 trilhões destinados.

Em relação aos indicadores econômicos, o PPA antevê um pequeno aumento do PIB nacional em 2016 (0,2%) seguido de crescimentos mais expressivos a partir do ano seguinte: 1,7% em 2017, 2% em 2018 e 2,5% em 2019. A inflação, atualmente próxima dos 10%, tem previsão de queda para 5,4% já no ano que vem. Entre 2017 e 2019, o PPA prevê a mesma taxa anual de 4,5% no aumento dos preços.

O relator do PPA, deputado Zeca Dirceu (PT-PR), destacou que o Plano traz mais mecanismos de fiscalização e acompanhamento das ações de governo. O Executivo deverá informar periodicamente a relação entre o PPA e a execução dos programas de Aceleração do Crescimento (PAC) e de Investimento em Logística (PIL). Além disso, o relatório anual de avaliação do Plano Plurianual deverá conter análises do cenário macroeconômico.

A costura política do texto também foi mencionada positivamente. Dirceu apontou que apenas 42 emendas parlamentares ao projeto foram rejeitadas, em oposição a mais de 1.000 intervenções de deputados e senadores que ficaram de fora do último PPA.

Educação

Uma prioridade acentuada neste PPA é a atenção dedicada aos programas da área de educação. É a primeira vez que um Plano Plurianual é elaborado em consonância com o Plano Nacional de Educação (PNE), promulgado em 2014 e que, entre outras determinações, exige investimento mínimo de 7% do PIB no setor até 2019 – justamente o último ano de vigência do PPA.

Dentro desse contexto, o Plano prevê a construção de 4 mil escolas de educação básica até 2019 e, dentro do mesmo prazo, pretende alcançar o índice de 95% de alfabetização entre os cidadãos a partir dos 15 anos de idade.

O Programa Educação para Todos, um compromisso firmado em 2000 pelo Brasil com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), ganha mais corpo no novo PPA. O texto estabelece como metas o apoio à construção de 3 mil unidades de educação básica e a ampliação da oferta de matrículas na educação em tempo integral (5 milhões de vagas), no Pronatec (5 milhões de vagas) e em cursos de graduação presencial em instituições federais de ensino (1,4 milhão de vagas).

Infraestrutura

Depois da área social, a mais beneficiada é a de infraestrutura, com cerca de 21% dos recursos dos programas temáticos. Entre as metas de maior destaque estão as relacionadas a habitação: disponibilizar 3 milhões de moradias pelo programa Minha Casa, Minha Vida e ampliar o número de domicílios urbanos atendidos por fornecimento de água (de 54,8 para 57,8 milhões) e saneamento básico (de 46,8 para 49,6 milhões).

Com informações da Agência Câmara e da EBC

Projeto de Lei garante direito à educação as pessoas com deficiência 

Será votado na Assembleia Legislativa da Bahia nesta semana um Projeto de Lei (PL), que assegura aos portadores de deficiência física, sensorial e mental, a prioridade na matrícula nos estabelecimentos de ensino público da Bahia próximos a sua residência. 

O objetivo do projeto é facilitar o acesso, e proporcionar o conforto de um trajeto mais curto, para pessoas especiais, mesmo para aqueles que tenham que fazer uso de algum meio de transporte.

De acordo com 0 deputado Zó (PC do B)

Mestrado em Ciências Veterinárias está com inscrições abertas

Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias no Semiárido (PPGCVS) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) está com inscrições abertas para o processo seletivo de estudantes para ingresso no mestrado em 2016. São nove vagas e as inscrições serão realizadas nos períodos até 18 de dezembro e de 4 a 25 de janeiro de 2016. O mestrado conta com as seguintes linhas de pesquisa: Biotecnologia aplicada à Medicina Veterinária, Morfofisiologia e Metabologia Animal; Saúde Animal e Medicina Veterinária Preventiva.

Podem participar da seleção os portadores de diploma ou declaração de conclusão de curso de graduação nas áreas de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde. As inscrições poderão ser realizadas pessoalmente ou por procuração específica no Colegiado do PPGCVS, localizado no Campus Ciências Agrárias (Lote 543 – Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho) ou na Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PRPPGI), no Campus Sede, ambos em Petrolina (PE). As inscrições podem ser efetuadas ainda, via postal conforme determina o Edital N° 23/2015 (no link abaixo), onde constam os documentos necessários para a inscrição. 

O processo seletivo acontecerá entre os dias 16 e 17 de fevereiro de 2016 e será composto por prova escrita, análise do currículo e histórico, e arguição do currículo e defesa da proposta simples do projeto de dissertação. O resultado final será divulgado dia 22 de fevereiro e as matrículas estão previstas para 1º e 2 de março de 2016. Outras informações sobre o Programa podem ser obtidas no site. (Ascom)

Governo do Estado promete lançar edital de concurso para professores ainda este ano

Concursos professor 2

Os concurseiros de plantão formados em pedagogia e em outras áreas da educação que sonham com uma vaga na rede estadual de ensino, devem continuar suas rotinas de estudos. É que o Governo do Estado de Pernambuco, promete lançar o edital do concurso público para professores da rede estadual, antes do final desse ano. O edital está atrasado e seria lançado no mês de novembro.

Para tranquilizar os educadores, nesta segunda-feira (07) o secretário de Educação, Fred Amâncio, explicou o atraso da publicação pela adição de vagas para docentes de cursos técnicos. “O edital deve sair por esses dias, estamos nos ajustes finais. É a primeira vez que o Estado vai contratar docentes de cursos técnicos através de concurso público, então, exige-se um trabalho novo específico”, justificou Amâncio. Ele não informou, porém, quantas das 3 mil vagas anunciadas em outubro serão reservadas para a modalidade.

Pelo menos a metade dos cargos do certame será para docentes das áreas de exatas (matemática, física, química e biologia). Haverá vaga também para professores de educação especial, como libras e braille. “Queremos fortalecer o quadro de docentes da área especial, principalmente, para deficientes visuais”, revelou o secretário.

Pernambuco tem um alto número de docentes com contratos temporários – cerca de 17 mil. Segundo destacou Fred Amâncio, as contratações só podem ser feitas quando o Estado ficar abaixo do limite prudencial, ou seja, não há previsão para contratação de professores para o ano letivo de 2016. Do lançamento do edital até a conclusão do processo seletivo, são necessários cerca de quatro meses.

 

Mais de 70 projetos são apresentados no Intercâmbio Interdisciplinar

Intercambio disciplinar

As apresentações dos projetos pedagógicos interdisciplinares dos professores municipais de Petrolina terminam hoje, (04), com novidades em relação às edições anteriores. Os 77 educadores inscritos expuseram iniciativas, que fizeram diferença no cotidiano das escolas e dos discentes do município.

Até esta manhã, 52 projetos foram apresentados no VII Intercâmbio Interdisciplinar, que visa valorizar as atividades pedagógicas diferenciadas dos professores da Rede Municipal. A Banca Examinadora, que analisa os trabalhos, é composta por professores e coordenadores de instituições parceiras da Secretaria Municipal de Educação de Petrolina, como: o IF Sertão, Seduc de Casa Nova, na Bahia, Univasf e rede particular de ensino.

De acordo com a organizadora do concurso, Jaqueline Rodrigues, do setor de Ensino Fundamental da pasta de Educação, o evento é dividido em três categorias, experiências exitosas, projetos interdisciplinares e intervenções pedagógicas que, por sua vez, premiam os três primeiros colocados de cada categoria.

A análise dos examinadores tem como base os objetivos, metodologias, resultados dos trabalhos e a relevância dos conteúdos para o aluno. Para a jurada Geisa Cristina Souza, representante da Seduc Casa Nova, os educadores mostraram-se criativos. “Eles trazem um forma diferente de trabalho”. Ela observa. “E, principalmente, o foco deles [professores] está no aprendizado dos estudantes”, conclui.

Segundo o Secretário de Educação, Heitor Leite, as premiações dos projetos vão de mil a três mil reais, mas ressalta que as gratificações são complementares. “Os primeiros colocados, de cada categoria, obterão prêmios, mas devo lembrar que isso faz parte do incentivo pedagógico, que é mostrar aos professores que eles são valorizados por suas iniciativas e seu empenho em melhorar a qualidade do ensino dentro e fora da sala de aula”, termina.

52535455