Prefeitura de Juazeiro realiza sanitização de escolas municipais para reforçar medidas de biossegurança contra a Covid-19

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), vem seguindo todos os protocolos de biossegurança para prevenção à Covid-19, durante o processo de retorno presencial e escalonado das aulas na Rede Municipal. A sanitização dos ambientes escolares é uma das medidas previstas no protocolo de retorno, para garantir a preservação da saúde de estudantes e colaboradores.

As Escolas Municipais de Educação Infantil Maria Suely Medrado Araújo, Jandira Borges, Manoel Marques de Souza, Beatriz Angélica Mota e a Escola Municipal Professora Dinorah Albernaz Melo da Silva já passaram pelo serviço de sanitização, que será realizado de forma contínua também nas demais escolas da sede e interior.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina detalha protocolo de biossegurança para retorno das aulas presenciais

(Foto: Ascom/PMP)

Preparando-se para o retorno gradual das aulas presenciais no dia 2 de agosto, a Prefeitura de Petrolina, através das Secretarias de Educação e Saúde, promoveu nesta quarta-feira (14), uma live voltada a toda comunidade escolar, para apresentar o protocolo que irá nortear a retomada das atividades educacionais no município.

Por meio de uma transmissão ao vivo, no canal do Youtube da prefeitura, o evento contou com o acesso de mais de 5 mil pessoas que puderam esclarecer suas dúvidas sobre as medidas que serão adotadas nas unidades de ensino para garantir a segurança dos estudantes.

A live que teve como mediador o secretário de Educação, Cultura e Esportes, Plínio Amorim, contou com uma explanação do protocolo, realizada pela secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, e pela secretária de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro. O evento também teve as participações da procuradora do Ministério Público da comarca de Petrolina, Rosane Cavalcanti, da presidente do Conselho Municipal de Educação (CME), Magda Oliveira, e do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDSEMP), Walber Pinheiro.

LEIA MAIS

Escolas da rede municipal de Lagoa Grande terão sistema de monitoramento de câmeras de vídeo

Com o objetivo de melhorar a segurança na rede municipal de ensino, a prefeitura de Lagoa Grande, cidade do Sertão de Pernambuco, irá instalar câmeras de vídeos em todas as escolas da rede municipal de ensino.

O trabalho já começou e vai ter um investimento de R$ 103 mil. Segundo a Secretaria de Educação, os equipamentos serão instalados em pontos estratégicos das escolas e que todos os gestores serão capacitados para o manuseio.

LEIA MAIS

Vacinação contra Covid-19 em Idosos com idade a partir de 68 anos será via ‘drive thru’, em Juazeiro

Idosos com 68 anos ou mais devem se dirigir nesta terça-feira (23), em seus veículos, para a Orla II de Juazeiro para tomar a 1ª dose da vacina contra a Covid-19

O atendimento será das 9h ao meio-dia e é obrigatório levar o cartão de vacina, o CPF ou cartão do SUS do idoso e o comprovante de residência.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco pretende fechar escolas apenas se houver lockdown, indica secretário de Saúde

O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, sinalizou, nesta quinta-feira (04), que o Governo do Estado pretende fechar as escolas apenas se houver um lockdown
(confinamento total).

Até o momento, as restrições adotadas pelo Governo do Estado com o agravamento da pandemia não atingiram as escolas que estão com aulas presenciais, como as da rede privada, em totalidade, e as da rede pública estadual, apenas para ensino médio.

“As escolas são ambientes seguros para esses jovens, muito mais do que as baladas, os veraneios, as casas de praia. As escolas têm seguido protocolos, quando há suspensão de casos há paradas em atividades nas escolas”, disse André Longo.

LEIA MAIS

Sindsemp na luta pelo servidor consegue aumento no salário base de coordenadores de escolas

Presidente do Sindsemp, Walber Lins.(Foto: Blog Waldiney Passos)

A categoria dos professores coordenadores da rede municipal de ensino, conseguiu após muita negociação entre o Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp) e a secretaria municipal de educação, um aumento de 50 horas no salário base dos profissionais. Nesta quarta-feira (03) o secretário de educação, Plínio Amorim garantiu que o contracheque do mês de março já contará com 200 horas para os coordenadores.

Participaram da reunião virtual de hoje, a vice-presidente do Sindsemp, Maria Inês Souza; o diretor jurídico, Valdemar Gomes Pereira e um grupo de professores que estão no cargo de coordenadores pedagógicos. A vice-presidente do Sindsemp, Maria Inês Souza destacou que as negociações foram mais produtivas neste ano e ganharam um desfecho positivo, com o secretário Plínio Amorim, que garantiu o aumento no contracheque dos coordenadores já no mês de março.

LEIA MAIS

Prefeitura inicia reformas em escolas de Juazeiro

Prezando pelo cuidado ao patrimônio público do município de Juazeiro, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), vem realizando vistorias e relatórios dos equipamentos que fazem parte da rede de ensino.

Com isso, após este levantamento, as obras de reformas em 12 escolas municipais começaram nessa segunda-feira (18), tanto na zona urbana quanto rural. Entre elas, estão a Escola Manoel Nunes de Amorim, no distrito de Junco; EMEI Américo Tanuri, distrito de Abóbora; Escola Municipal Caic Misael Aguilar, no bairro Malhada da Areia; e Escola Municipal Leopoldina Leal, no bairro do Quidé.

Quanto ao serviço de capina e roçagem nas dependências das unidades escolares, a Seduc informa que já estão sendo realizadas, seguindo um cronograma de ações da pasta.

Governador decreta férias coletivas para professores da rede estadual da Bahia, mas sindicato reage

O governo da Bahia decretou férias coletivas para os professores da rede estadual de ensino, a partir da próxima terça-feira (3). A medida foi publicada, nesta sexta-feira (30), no Diário Oficial do Estado (DOE). De acordo com o decreto, a decisão foi tomada considerando o estado de calamidade pública em todo o território baiano e a situação de emergência, em razão da pandemia decorrente da Covid-19. Mas a APLB-Sindicato não concorda com a decisão. Veja no vídeo acima.

As férias serão de 30 dias seguidos, até o dia 2 de dezembro. No país, 17 estados concederam períodos de 15 dias de férias para os professores e outros três estados, de 30 dias. O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou nesta quinta-feira (29) que avaliava dar férias coletivas aos professores da rede estadual de ensino em novembro para promover a retomada as aulas presenciais, sem interrupção, entre dezembro e janeiro.

Colégio do Recife suspende aulas por 14 dias porque alunos estão com Covid-19

(Foto: Wellington Lima/JC Imagem)

Devido à contaminação de alguns alunos pela covid-19, as aulas presenciais para as turmas de 3º ano do ensino médio do Colégio Damas, localizado no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, estão suspensas pelos próximos 14 dias, a partir desta quinta-feira (22).

A escola voltou a receber os estudantes no último dia 13, quando o retorno estava autorizado pelo governo estadual para os 2º e 3º anos dessa etapa da educação básica. Na última terça-feira (20) retornaram os adolescentes do 1º ano.

“Nesta quarta-feira (21), a direção do Colégio Damas foi notificada que alunos da 3ª série do Ensino Médio testaram positivo para Covid-19. As pessoas que tiveram contato com eles já foram comunicadas sobre o resultado e receberam a orientação de ficarem em isolamento e realizarem o teste. Estamos cientes de que essa contaminação ocorreu antes do retorno às aulas presenciais, durante um encontro entre os alunos fora do ambiente escolar”, diz o colégio, em nota.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco ingressou com recursos na Justiça para voltar com aulas presenciais

(Foto: Sandy James/Esp. DP)

A “novela” entre Governo de Pernambuco e o Sindicato dos professores do estado, em relação o retorno das aulas presenciais, ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (7). A Procuradoria Geral de Pernambuco informou que apresentou recursos nos dois processos que suspenderam a retomada das aulas presenciais nas escolas do ensino médio do Estado, públicas e privadas.

Mas, segundo o Jornal do Comércio (JC), que publicou a matéria, até o meio-dia o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) não tinha a confirmação, no seu sistema, do recebimento de uma das contestações. A outra é no âmbito da Justiça do Trabalho. O JC também ainda não tinha conseguido confirmar, até a publicação dessa matéria, se o recurso já estava registrado.

As aulas deveriam ter sido retomadas presencialmente nesta terça-feira (6), mas duas liminares que correm na Justiça impediram o Governo de convocar os alunos. Uma que proíbe as aulas nas escolas particulares, movida pelo Sindicato dos Professores da Rede Privada (Sinpro) e outra que não permite as aulas nos colégios estaduais, movida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe).

Segundo o presidente do Sinepe, José Ricardo Diniz, a entidade argumenta que a convenção coletiva de trabalho 2020/2021, celebrada em agosto, prevê todas as situações para esse período de excepcionalidade, inclusive a questão dos grupos de risco e destacando o retorno com o ensino híbrido.

Governo de Pernambuco anuncia os destaques do Prêmio Idepe

(Foto : Aluisio Moreira/SEI)

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Educação e Esportes, anunciou, nesta quarta-feira (23), os vencedores do Prêmio Idepe, o mais importante do calendário anual da pasta. A ideia do prêmio é valorizar as escolas, Gerências Regionais de Educação (GREs) e municípios que obtiveram bons desempenhos educacionais no Estado.

Ao todo, foram entregues 42 certificados a quem se destacou no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco. Desses, 12 certificados são para os municípios, 06 para as escolas municipais, 06 para as GREs e 18 para as escolas estaduais.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco autoriza aulas em Noronha e deixa para dia 14 o anúncio sobre o resto do Estado

(Foto: Reprodução/Internet)

As aulas presenciais no Arquipélago de Fernando de Noronha serão retomadas a partir de 22 de setembro. A ilha tem apenas uma escola e uma creche, ambas vinculadas à rede estadual, somando 619 alunos. Ficou para a próxima segunda-feira (14) o anúncio, por parte do governo estadual, de novidades em relação à suspensão ou manutenção da proibição de aulas presenciais na educação básica no restante de Pernambuco. Decreto que mantem as escolas fechadas, por causa da covid19, expira no dia seguinte à coletiva, a terça-feira (15).

Havia uma expectativa grande, por parte de donos de escolas, professores e pais de alunos, que o governo tratasse do retorno das aulas presenciais no Estado na entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (10). Uma semana atrás, representantes do sindicato dos colégios particulares realizaram um protesto em frente ao Palácio do Campo das Princesas para cobrar um cronograma de volta às aulas na educação básica. Neste mesmo dia, o governador Paulo Câmara fez um pronunciamento dizendo que não era o momento ainda de reabrir as unidades de ensino.

“Vamos aguardar o pronunciamento do governo na próxima segunda-feira. Estamos na firme crença de que será apresentado um cronograma de retorno às atividades presenciais. Continuamos mobilizados e esperamos que prevaleçam o equilíbrio e a razão”, comentou o presidente do Sindicato das Escolas Particulares do Estado, José Ricardo Diniz. Existem no Estado 2.400 escolas privadas, onde estudam cerca de 400 mil estudantes.

Governador participa de reunião com prefeitos sobre retomada das aulas presenciais

Em assembleia promovida nesta segunda-feira (3) pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), o governador Paulo Câmara (PSB), o secretário de Saúde, André Longo e o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio, apresentaram aos prefeitos pernambucanos o planejamento do Estado para a volta às aulas. Na ocasião, os gestores também foram informados dos dados preliminares sobre a proliferação do novo coronavírus em diferentes regiões do Estado. Segundo a Amupe, os prefeitos se mostraram preocupados com a retomada do ensino presencial.
O governador Paulo Câmara apresentou um panorama da situação do coronavírus no Estado e concluiu que a região do Sertão do Araripe, por ora, é a que requer mais cuidados. O secretário de saúde, André Longo, afirmou: “Esperávamos que o avanço positivo ocorresse de forma uniforme em todo o Estado, mas, no Sertão do Araripe, os números não nos agradam. No entanto, nós temos investido muito na ampliação da testagem e agora estamos trabalhando para trazer ao Estado a testagem em massa”.
O secretário de Educação, Fred Amancio, fez uma apresentação do plano de retomada das aulas presenciais aos prefeitos e afirmou que a ação só será possível caso os dados epidemiológicos do Estado continuem em queda. “A gente só vai retomar com as aulas se os números epidemiológicos continuarem evoluindo de maneira positiva. A educação tem um papel importante na sociedade, pois quanto mais tempo os alunos estão fora da escola, mais cresce a desigualdade. Estimamos um aumento da evasão escolar e será um desafio grande trazer os alunos de volta”, explicou.
O prefeito de Carpina, Manoel Botafogo (PDT), afirmou que “um levantamento foi feito e constatamos que 80% dos pais não levarão as crianças para as escolas”. A mesma observação foi dita pela prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida (PSB), que também se mostrou preocupada com a queda de arrecadação do Fundeb. “O que estamos recebendo só dá pra pagar a folha de pagamento, tivemos uma queda aqui em São Bento de R$ 2,5 milhões”, enfatizou a gestora. Os prefeitos também concordaram com a não retomada das aulas ainda este ano, “um ano se perde e se recupera, a vida nós não podemos perder”, disse o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB).
“A reunião foi muito válida. Tudo que ouvi dos prefeitos foi muito importante para construirmos uma agenda única”, destacou Paulo Câmara. O secretário de Educação, Fred Amancio, afirmou que “será necessária a ampliação do transporte escolar” e destacou que a perda de conteúdo vai gerar um “impacto negativo, a longo prazo, que os estudantes terão, devido a falta de aulas presenciais”.
Para o presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB), essa é a primeira reunião de uma série de encontros que podem acontecer com a mesma temática. “Consideramos que essa primeira etapa é de escuta. Cada prefeito traz a preocupação da sua cidade, da sua região. É um assunto complexo que requer cuidado. A decisão desses pontos precisam ter um arranjo que envolve a todos.”, concluiu.

Começa entrega do quarto lote de kits alimentares aos idosos acompanhados em CCI’s de Petrolina

(Foto: Alexandre Justino/PMP)

A distribuição do quarto lote dos kits alimentares dos idosos em situação de insegurança alimentar acompanhados pelos Centros de Convivência do Idoso (CCI) de Petrolina, começou pelo CCI Rio Jordão, nesta quarta-feira (15). A ação continua na quinta-feira (16), no CCI Mimi Cruz, e encerra na sexta-feira (17), no CCI Vó Pulú.

Ao todo, 94 idosos que se encaixam no perfil de vulnerabilidade estabelecido pela prefeitura serão beneficiados. Os kits alimentares estão sendo retirados por parentes dos assistidos, para evitar a exposição do grupo que é considerado risco da covid-19. Os idosos que moram sozinhos devem aguardar, pois receberão o kit em casa.

O kit alimentar mensal é referente às refeições que eram servidas nos CCI’s antes da suspensão das atividades devido à pandemia. Recebem apenas aqueles que dependiam da alimentação fornecida no serviço. A medida foi adotada em março pela administração municipal, com o objetivo de continuar a garantir a assistência das pessoas acompanhadas pelo município que estão em situação de vulnerabilidade.

Escolas na Itália só reabrem em setembro, anuncia governo

Giuseppe Conte e Lucia Azzolina. (Foto: Divulgação)

As escolas na Itália vão reabrir em 14 de setembro, usando medidas de distanciamento social, anunciaram na sexta-feira (26) o primeiro-ministro Giuseppe Conte e a ministra da Educação, Lucia Azzolina.

Segundo o governo, as escolas terão que escalonar a entrada dos alunos de manhã e os estudantes terão de se sentar mantendo um metro de distância entre eles. Eles também terão de comer a merenda dentro da classe, em vez de ir à lanchonete da escola.

LEIA MAIS
123