Prefeitura de Petrolina chama a atenção da população para calendário de vacinação falso que circula nas redes sociais

Pessoas mal intencionadas, com objetivo de confundir pacientes e desestabilizar o Plano de Vacinação contra a Covid-19, estão circulando em grupos de whatsApp, um calendário de vacina falso em relação ao município de Petrolina.

Segundo os falsificadores, a prefeitura estaria aplicando vacina em pessoas com idade entre 55 e 74 anos, o que não é verdade. Devido ao quantitativo de doses que estão chegando ao município de forma gradativa, a Secretaria de Saúde está vacinando por etapas os grupos prioritários, definidos através das diretrizes do Ministério da Saúde e Governo Estadual.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro está sendo vítima de Fake News

(Foto: Ascom/PMJ)

Começaram a espalhar, nesta terã-feira (23), a história de que a prefeitura Municipal de Juazeiro estava distribuindo cestas básicas. A conversa logo ganhou repercussão e  filas enormes começaram a se formar em frente aos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS).

Pois bem. Foi mais um boato, uma fake news. A prefeitura esclarece que esse benefício eventual está atrelado à avaliação técnica do contexto familiar do beneficiário e é concedido em caráter temporário, para atender necessidades imediatas das famílias. Para concessão do benefício, o CRAS realiza o atendimento através de contato telefônico e a entrega da cesta básica é agendada.

Assim, como os demais órgãos da Prefeitura de Juazeiro, a SEDES vem tomando todas as medidas necessárias para garantir a segurança dos seus servidores e da população.

Maioria dos deputados federais de Pernambuco votou a favor da prisão de Daniel Silveira

Deputado Daniel Silveira. (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

Entre os deputados da bancada de Pernambuco no Congresso, apenas o Pastor Eurico (PATRIOTA-PE) disse não a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), durante sessão deliberativa do Plenário, realizada na noite desta sexta-feira (19), de forma semi-presencial. Os demais votaram a favor.

Daniel Silveira foi preso na última terça-feira (16) no âmbito de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga notícias falsas (fake news), calúnias, ameaças e infrações contra o tribunal e seus membros, por ordem do ministro Alexandre de Moraes.

LEIA MAIS

Congresso está decidindo sobre prisão do deputado Daniel Silveira

Deputado Daniel Silveira. (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

A Câmara dos Deputados começou a sessão deliberativa do Plenário para decidir se mantém ou revoga a prisão em flagrante do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), detido desde terça-feira (16) no âmbito de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga notícias falsas (fake news), calúnias, ameaças e infrações contra o tribunal e seus membros.

Silveira gravou e divulgou vídeo em que faz críticas aos ministros do Supremo, defende o Ato Institucional nº 5 (AI-5) e a substituição imediata de seus integrantes. Após a prisão determinada pelo ministro Alexandre de Moraes e referendada pelo Supremo, cabe à Câmara decidir, por maioria absoluta, se ele continua preso ou não.

LEIA MAIS

Vídeo que mostra alagamento no Mercado do Produtor de Juazeiro após chuvas é falso

Suposto alagamento no Mercado do Produtor é mentira

O Blog recebeu um vídeo onde é possível observar o Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) alagado e repleto de lixo. As imagens supostamente teriam sido feitas nesta quinta-feira (18), numa consequência das chuvas que caíram no início da manhã.

Porém a Prefeitura afirmou que as imagens não condizem com a realidade. “A Defesa Civil esclarece que é falso um vídeo que vem circulando nas redes sociais sobre um suposto alagamento no Mercado do Produtor de Juazeiro nesta quinta-feira”, diz a nota.

O Blog mostrou mais cedo que não foram observados problemas graves no município baiano e aqui em Petrolina. Mesmo assim as equipes das Defesas Civis seguem visitando as localidades mais afastadas, a fim de observar a situação.

Alerta: calendário divulgado em WhatsApp sobre vacinação de idosos com mais de 75 anos em Juazeiro é falso

Um calendário que está circulando nos grupos de WhatsApp, indicando o início da vacinação contra a covid-19 em idosos com mais de 75 anos é falso, afirma a Prefeitura de Juazeiro (BA). A gestão disse estar seguindo o Plano Municipal de Imunização e no momento, o foco são os com mais de 85 anos.

LEIA TAMBÉM

Juazeiro: idosos com mais de 85 começam a ser vacinados nesta terça-feira

“Neste momento, estão sendo vacinados idosos acima de 85 anos, e aplicando segunda dose em idosos que residem em instituições de longa permanência e trabalhadores de saúde, com risco de exposição ao vírus“, diz a nota da Prefeitura encaminhada ao Blog nesta segunda-feira (15).

LEIA MAIS

Juazeiro: Prefeitura desmente fake news sobre fechamento do Hospital de Campanha

(Foto: Ascom/PMJ)

Nem mesmo o fim do período eleitoral livra os juazeirenses de serem bombardeados com mentiras cujo maior objetivo é desinformar e levar pânico à população. Em consequência de boatos espalhados em grupos de whatsapp, a Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria da Saúde, desmente fake news sobre fechamento do Hospital de Campanha e informa que a unidade continua atendendo os pacientes encaminhados para tratamento da Covid-19.

Inaugurado pelo prefeito Paulo Bomfim no dia 10 de agosto para ampliar a oferta de leitos durante o enfrentamento da pandemia no município, o Hospital de Campanha de Juazeiro possui 30 leitos e já realizou cerca de 1.300 atendimentos.

Prefeitura de Juazeiro também desmente fake news sobre novo lockdown

Não haverá lockdown em Juazeiro (BA) após a eleição de domingo (15). A Prefeitura foi mais uma da região a desmentir os boatos sobre o fechamento do comércio por conta da pandemia do novo coronavírus. Em nota, a gestão municipal lamentou a utilização de “um problema tão sério” para “causar pânico” na população local.

LEIA TAMBÉM

“Não é verdade que estamos programando nenhum lockdown”, afirma prefeito de Sobradinho

Miguel nega fechamento do comércio de Petrolina após eleições por causa da Covid-19

“As medidas necessárias foram tomadas no momento certo e hoje estamos com uma situação tranquila em relação à ocupação de leitos e testagem, portanto, não há motivos para fechamento do comércio neste momento”, disse a secretária de Saúde, Fabíola Ribeiro.

Ribeiro lidera o Comitê da Saúde, que ajuda o prefeito Paulo Bomfim (PT) a adotar as medidas de enfretamento a covid. E segundo esse grupo., não há indicativo para impor novas restrições ao comércio. “Não há indicativo para novas restrições em nenhum segmento que esteja aberto e funcionando de acordo com os protocolos de segurança estabelecidos pelos decretos municipais com base nas orientações da OMS e do Ministério da Saúde. Mas reforçamos que a população continue nos ajudando a combater o coronovírus usando máscara ao sair de casa, fazendo a correta higienização das mãos e evitando aglomerações”, pontuou a secretária.

“Não é verdade que estamos programando nenhum lockdown”, afirma prefeito de Sobradinho

Prefeito de Sobradinho desmentiu fake news sobre novo lockdown (Foto: ASCOM)

O prefeito de Sobradinho (BA) foi mais um a desmentir a possibilidade de lockdown após as eleições municipais, que acontecem neste final de semana. Luiz Vicenti Berti (PSD) afirmou, nessa quarta-feira (11), que a informação não passa de fake news.

LEIA TAMBÉM

Miguel nega fechamento do comércio de Petrolina após eleições por causa da Covid-19

“Não é verdade que estamos programando nenhum lockdown, em Sobradinho. Esta informação falsa é fruto do desespero dos nossos opositores na tentativa de atingir a gestão municipal e consequentemente o candidato da nossa coligação. Irresponsavelmente, criaram mais este boato, mas informamos a população que não procede de forma alguma“, afirmou o gestor.

LEIA MAIS

Governador Paulo Câmara é vítima de fake news

O vídeo acima, com data de 2 de novembro, publicado hoje (2/11) nas redes sociais, não condiz com a verdade. Esse vídeo do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, é do dia 06 de abril, início da pandemia. O número de óbitos apresentado no vídeo também não é verdade. No vídeo fala que o Estado de Pernambuco saiu de 10 óbitos na sexta-feira para 30 no dia de hoje. Hoje, 2/11, no boletim oficial da Secretaria de Saúde do Estado só foram registrados 6 mortes. O que mostra a irresponsabilidade de quem teve a infeliz ideia de fazer essa brincadeira de mal gosto.

No vídeo acima, o governador ainda fala que está prorrogando a proibição de acesso as praias. Não é verdade. Isso foi em 06 de abril. O acesso as praias continua liberado. E já a partir de amanhã (3), todas as regiões de Pernambuco iniciam a Fase 11 do Plano de Convivência com a Covid-19. Portanto, nesta terça-feira, o estado dá o pontapé no chamado “novo normal” das atividades econômicas. Dessa forma, os setores poderão retornar a ter 100% de sua capacidade.

Portando, não acreditem neste filme e lembrem-se, disseminar fake news é crime e se for identificado,o autor pode ser preso.

Remanso: profissionais da imprensa relatam assédio em convenção partidária

Jornalista ainda foi assediada durante convenção

A cidade de Remanso (BA) registrou um caso de violência contra a imprensa. A jornalista Lidiane Lopes e a artista visual Carolina de Araújo foram agredidas durante a convenção partidária do atual prefeito de Zé Filho (PSD), no último dia 14 de setembro.

Nas redes sociais, a dupla relatou o que aconteceu durante a convenção. “Zé Filho colocou carros de som nas ruas de Remanso convidando a toda a população para estar presente no evento. Evento esse, sediado numa rua pública. Nós, como cidadãs, nos sentimos convidadas para estar presentes, mas ao nos aproximarmos do evento, um grupo de cinco homens nos abordaram, gritando, de forma violenta, nos circulando e tentando colocar adesivos de seu partido, o PSD, em nossas costas”, conta Carolina.

Alvo de fake news

“Eu enquanto jornalista, tenho a liberdade de imprensa de fotografar e filmar agentes e eventos públicos. Estávamos em um evento público“, diz Lidiane. Ainda segundo as duas, uma pessoa ligada a Zé Filho fotografou as pernas e nádegas de Lidiane.

Ainda segundo Lidiane, pessoas ligadas ao gruo de Zé Filho argumentaram na cidade que elas são “criadoras de fake news”, numa tentativa de “justificar” o ataque na convenção. “Sou jornalista, meu trabalho é sério. Meu trabalho é correto”, destaca a jornalista. Elas estão adotando as medidas para punir quem praticou a violência contra elas.

Fake news: médico petrolinense volta a ser associado a Adélio Bispo

Mensagens alegam que o médico é irmão de Adélio Bispo

O médico ortopedista Marcos Heridjano Mauro Bezerra voltou a ser alvo de fake news. Ele atua em Petrolina e se viu novamente no meio de um turbilhão de mensagens alegando que ele é irmão de Adélio Bispo, o homem que esfaqueou Jair Bolsonaro (sem partido) na campanha de 2018.

A repercussão foi tamanha que o checador de fatos ou fakes do portal UOL fez uma matéria nessa quarta-feira (29) para desmentir o boato. Teorias conspiratórias alegam uma foto do médico ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) indicam ser a esquerda a responsável pelo atendado.

A foto que ilustra a matéria foi tirada em setembro de 2016, em um evento de apoio à candidatura de Odacy Amorim (PT) à prefeitura de Petrolina, no qual Lula participou. Segundo as mensagens falsas, isso explicaria o fato de Adélio ter atentado contra Bolsonaro na campanha passada.

Contudo, o UOL não encontrou qualquer indicativo de parentesco entre Marcos e Adélio. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, Adélio tem quatro irmãos e, como ele, nenhum deles tem o nome ou sobrenomes iguais aos de Marcos. A assessoria do ex-presidente Lula negou que o médico seja parente de Adélio.

Antes do UOL, Aos Fatos e o Estadão Verifica já haviam checado a mesma informação como falsa em outras situações em que a corrente circulou.

Deputado Federal Fernando Filho desmente Fake News envolvendo seu nome e do pai em votação do Auxílio Emergencial

O deputato federal Fernando Filho (DEM), irmão do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho e filho do senador Fernando Bezerra Coelho, divulgou um vídeo desmentindo um card que foi divulgado nesta segunda-feira (20), nas redes sociais, dando conta de que ele (Fernando Filho) e o pai teriam votado contra a prorrogação do pagamento do auxílio emergencial do governo federal. Segue o card divulgado.

Facebook derruba rede de fake news ligada à família Bolsonaro e ao PSL

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (8) que derrubou uma rede de perfis falsos ligados ao PSL e a funcionários dos gabinetes do presidente Jair Bolsonaro, do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) e dos deputados estaduais pelo PSL do Rio de Janeiro Anderson Moraes e Alana Passos.

O anúncio foi feito numa chama online com jornalistas de diversos países, segundo o Estado de S. Paulo, que participou da chamada. Foram identificadas 35 contas, 14 páginas, 1 grupo e 38 contas no Instagram. As páginas no Facebook tinham 883 mil seguidores, enquanto as contas no Instagram tinham 917 mil seguidores. 350 pessoas estavam no grupo., diz o jornal.

No material postado estavam conteúdos relacionados às eleições, memes políticos, críticas à oposição, empresas de mídia e jornalistas, além de material relacionado ao coronavírus. Segundo a rede social, parte do conteúdo dessa rede já havia sido removido da plataforma por violar os padrões de comunidade. Entre as violações estavam conteúdo de discurso de ódio.

Além do Brasil, foram derrubadas redes nos EUA, na Ucrânia e na América Latina, incluindo países como El Salvador, Argentina, Uruguai, Venezuela, Equador e Chile. No caso brasileiro, as investigações e remoções ocorreram a partir de notícias na imprensa brasileira e referências feitas ao assunto no Congresso durante a CPMI das fake news.

Por 10×1, STF define constitucionalidade e a manutenção do inquérito das fake news

(Foto: Internet)

Com um placar de 10×1, o Supremo Tribunal Federal (STF) finalizou, nesta quinta-feira (18), a apreciação da Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF 572) que contesta o inquérito das fake news iniciado pela Corte. Por ampla maioria, o plenário decidiu pela manutenção da investigação, aferindo, por consequência, a constitucionalidade do inquérito.

Ao defender a continuidade da investigação, o decano Celso de Mello enfatizou o papel de “guardião da Constituição”, segundo ele, garantido ao STF por meio de Assembleia Constituinte: “A Constituição é o que o STF diz que ela é”, afirmou.

LEIA MAIS
1234