Agrovale é destino da comitiva do Governo do Estado da Bahia 

(Foto: Ascom/Agrovale)

Referência internacional na produtividade de cana-de-açúcar em área irrigada, a Agrovale, em Juazeiro, foi visitada, nesta quinta-feira (06), pela comitiva técnica do Governo do Estado da Bahia que está no Vale do São Francisco para potencializar o Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco baiano.

Considerada a maior produtora de açúcar, etanol e bioeletricidade da Bahia, com mais de 5 mil funcionários, a empresa vai integrar o projeto da Fazenda Escola Modelo, no município de Barra.

Chefiada pelo vice-governador da Bahia, João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico, a delegação está na região desde a última quarta-feira (05) e é composta pelas secretarias estaduais da Agricultura (Seagri) e do Desenvolvimento Rural (SDR), por membros do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e Universidade do Vale do São Francisco (Univasf).

“A Agrovale é um exemplo de sucesso para o desenvolvimento desta região que tem enorme potencial. Com o Polo Agroindustrial pretendemos trazer no mínimo cinco novas usinas e gerar mais de 21 mil empregos no Vale e Médio São Francisco. E a parceria da Agrovale com a Fazenda Escola Modelo, que é o embrião, o ‘apartamento decorado’ deste grande projeto, vai torná-lo ainda mais viável”, destaca Leão.

A Fazenda Escola Modelo vai desenvolver técnicas agrícolas dentro do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Águas, no município de Barra, numa área de 140 hectares. Está prevista a implantação de um complexo de agroindústrias, projetos de irrigação de frutas e grãos, além de pecuária. O objetivo é que a escola seja um referencial na formação agrotécnica e agroindustrial. A Agrovale vai implantar um sistema de irrigação por gotejamento em 10 hectares de cana no projeto.

De acordo com o diretor Financeiro e TI da Agrovale, Guilherme Colaço Filho, que recepcionou a comitiva, o Polo Agroindustrial será um novo vetor de crescimento e promete mudanças significativas em vários segmentos produtivos regionais. “Contribuiremos com o desenvolvimento de técnicas agrícolas e a formação de novos quadros profissionais com a implantação de um sistema de irrigação por gotejamento na Fazenda Escola Modelo”, ressaltou.

Com uma área cultivada de 17.700 mil hectares, a Agrovale produziu na última safra (2019), 2,8 milhões de sacos de açúcar com 50 quilos cada, 67 milhões de litros de etanol e gerou 20.000 MW de energia a partir do bagaço da cana.

Governo da Bahia prorrogará suspensão das aulas por mais 15 dias

Aulas estão suspensas por mais 15 dias (Foto: G1/Reprodução)

As aulas na rede estadual da Bahia e os eventos com mais de 50 pessoas seguirão proibidos por mais 15 dias. Através das redes sociais, o governador Rui Costa (PT) informou que renovará a medida, a ser publicada no Diário Oficial dessa sexta-feira (31).

Com isso os eventos desportivos, religiosos, shows, feiras, apresentações circenses, eventos científicos, passeatas, aulas em academias de dança e ginástica, bem como abertura e funcionamento de zoológicos, museus, teatros ou que resultem na aglomeração de pessoas seguem vetados.

A única exceção são os jogos de futebol do Campeonato Baiano e Copa do Nordeste que estão na fase final – semifinal e final, respectivamente. Costa também revelou que alunos, professores e funcionários das escolas de Jequié serão testados na próxima semana.

Já fizemos a testagem em Ipiaú, Itajuípe e Uruçuca, e agora chegou a vez de Jequié. O objetivo é obter um diagnóstico da situação dos alunos da rede no que se refere ao coronavírus, tendo acesso a dados como quantos tiveram e quantos estão contaminados, de modo a gerar uma pequena amostra do que está ocorrendo com esses estudantes, bem como com os servidores. Esses e outros dados vão embasar e viabilizar um planejamento mais assertivo de retomada das aulas”, disse o governador.

Bahia confirma 1.780 casos positivos e 42 novos óbitos por covid-19

Mais 1.780 casos positivos de covid-19 foram registrados no boletim desse domingo (26), na Bahia. De acordo com a Secretaria de Saúde (Sesab) também foram confirmados mais 42 óbitos e 2.420 curas clínicas. Em números totais são 148.179 pacientes infectados, 131.209 curados e 3.182 óbitos.

Outros 299.913 casos foram descartados e 79.550 estão em investigação. Na Bahia 14.269 profissionais da saúde já foram diagnosticados com a doença. Salvador segue sendo o principal polo do novo coronavírus no estado, representando mais de 35% dos registros.

O boletim completo pode ser conferido a seguir: Boletim domingo.

Governo da Bahia prorroga toque de recolher em Juazeiro até dia 29 de julho

Toque de recolher foi prorrogado pelo Estado (Foto: Ascom/PMP)

O Governo da Bahia prorrogou o toque de recolher em Juazeiro até dia 29 de julho. A medida foi publicada no Diário Oficial dessa quinta-feira (23), um dia após a proibição da circulação de pessoas à noite ter se encerrada na cidade do Norte do estado.

“Fica determinada a restrição de locomoção noturna, vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, das 18h às 5h, até 29 de julho de 2020, no Município de Juazeiro, em conformidade com as condições estabelecidas no respectivo Decreto Municipal“, diz o Decreto n° 19.851/2020.

O toque de recolher foi anunciado pela primeira vez em 24 de junho (leia aqui), quando o Estado interviu nas ações municipais de enfrentamento à covid-19. Em relação ao comércio, a Prefeitura de Juazeiro não se pronunciou se renovará o decreto municipal.

Sesab não recomenda uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

O uso da cloroquina, hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina não é recomendado na Bahia (veja aqui e aqui). O anúncio foi feito pelo secretário de Saúde da Bahia (Sesab), Fábio Vilas-Boas através de um vídeo divulgado na quarta-feira (22). A decisão é baseada em estudos os quais não identificaram a eficácia dos remédios no tratamento preventivo da covid-19.

“Não se deve tomar nenhum medicamento cujo estudo científico tenha sido publicado aprovando que é capaz de trazer qualquer tipo de benefício e sobretudo, ser seguro, não causar efeitos adversos […] Essas medicações deverão ser utilizadas apenas em ambiente controlado, dentro de ensaios clínicos”, pontua Vilas-Boas.

Os estudos clínicos foram realizados pelo Comitê Estadual de Emergência em Saúde Pública da Bahia, que ainda recomenda aos gestores o não estabelecimento de protocolos com o uso de medicações. O gasto de recursos públicos para aquisição dos remédios sem eficácia comprovada também é vetado.

Confira a seguir a decisão da Sesab

Pais de alunos reclamam na demora para entrega do Vale Alimentação estadual em Juazeiro

Parcelas estão saindo com atraso, relatam pais (Foto:Elói Corrêa/GOVBA/Divulgação)

Pais de alunos que estudam na rede estadual da Bahia procuraram a redação do Blog Waldiney Passos para denunciar a demora na entrega do Vale Alimentação estudantil. O benefício foi criado em abril desse ano, durante a pandemia do novo coronavírus. Enquanto algumas famílias já receberam a 2ª parcela, há pessoas que acabaram de ser contempladas com a 1ª.

LEIA TAMBÉM

Governo da Bahia sanciona lei que cria Vale Estudantil durante pandemia

“Só recebemos a 1ª parcela do Vale Alimentação Estudantil e não saiu mais. Já faz um mês que saiu a parcela, atrasada, e a segunda até hoje nada. A segunda caiu atrasada também e nem tem previsão da terceira“, conta uma mãe de aluno.

LEIA MAIS

Seca faz Estado decretar Situação de Emergência em Juazeiro

Juazeiro também tem Situação de Emergência reconhecida pelo Estado

O Governo da Bahia reconheceu “Situação de Emergência”, por conta da estiagem prolongada em Juazeiro, região Norte do estado. Através do Decreto n° 19.842/2020, publicado no Diário Oficial desse sábado (18), Rui Costa (PT) homologou um pedido da Prefeitura, do dia 23 de junho.

A “Situação de Emergência” tem validade de 180 dias, com caráter retroativo. Ou seja, passa a contar do mês passado. “Considerando os danos decorrentes da estiagem que está a afetar as atividades econômicas e a atingir a população do Município de Juazeiro […] fica homologado o Decreto Municipal nº 451/2020, de 23 de junho de 2020, do Prefeito Municipal de Juazeiro, que declarou em “Situação de Emergência”, pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias, todo o território do referido Município”, destaca o Estado.

Cidades da região

Anteriormente o Estado já havia decretado emergência em Remanso, Abaré, Curaçá, Uauá e Casa Nova. Com o reconhecimento dos decretos municipais, as cidades citadas podem receber apoio estadual para amenizar as perdas econômicas no campo.

Casa Nova: Distrito de Bem Bom ganhará pavimentação até BR-235

(Foto: Arquivo)

Cerca de 26 km de asfalto serão colocados da BR-235 até a sede do Distrito de Bem Bom, zona rural de Casa Nova (BA). E os serviços no interior contemplarão também Bem Bom e Pau a Pique. O anúncio foi feito pelo prefeito Wilker Torres (PSB), após conversas com o governador Rui Costa (PT).

A licitação para pavimentação até Bem Bom já está em andamento e tem previsão de acontecer em setembro. Já o serviço interligando Bem Bom a Pau a Pique ficará para 2021, por conta da pandemia do novo coronavírus. Em suas redes sociais o prefeito de Casa Nova celebrou a novidade.

É mais um sonho que se torna realidade, graças à verdadeira união que está mudando Casa Nova. Agradeço ao deputado Tum e ao governador Rui Costa“, escreveu o gestor.a

Bahia: Governo reconhece Situação de Emergência por conta da estiagem em Curaçá

(Foto: Internet)

O Governo da Bahia reconheceu “Situação de Emergência” em mais um município da região. A estiagem prolongada, provocada pela seca em Curaçá, na região Norte do Estado. O Decreto n° 19.835/2020 foi publicado no Diário Oficial de quarta-feira (14).

A Situação de Emergência terá duração de 180 dias, a contar 1º de julho. “Considerando os danos decorrentes da estiagem que está a afetar as atividades econômicas e a atingir a população do Município de Curaçá […] fica homologado o Decreto Municipal nº 089/2020, de 01 de julho de 2020, do Prefeito Municipal de Curaçá, que declarou em “Situação de Emergência”, pelo prazo de 180 dias, as áreas comprovadamente afetadas do referido Município”, destaca o Estado.

Enquanto durar o Decreto Estadual, o Governo da Bahia poderá dar suporte ao município nas estratégias as quais busquem amenizar as perdas provocadas pela estiagem na zona rural. Anteriormente a Situação de Emergência já havia sido reconhecida em Remanso, Casa Nova, Abaré eUauá.

Paulo Bomfim alfineta secretário de Saúde da Bahia: “Quem fizer compromisso comigo precisa cumprir”

Prefeito já havia criticado secretário na semana passada (Foto: Blog Waldiney Passos)

Além de anunciar a prorrogação do toque de recolher e fechamento do comércio em Juazeiro (BA), o prefeito Paulo Bomfim (PT) deixou um recado ao Governo da Bahia, na coletiva de terça-feira (14). A crítica em questão foi direcionada à Secretaria de Saúde (Sesab), de Fábio Villas-Boas.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura adquire teste rápido a partir de coleta nasal para diagnóstico antecipado da Covid-19 em Juazeiro

Juazeiro prorroga toque de recolher e fechamento do comércio até 26 de julho

“A relação junto à Sesab e o governador Rui Costa é muito tranquila e continua muito bom. Agora, a partir do momento em que você faz um compromisso com a cidade, você precisa cumprir o compromisso“, disse Bomfim ao ser questionado como está a relação com o Governo do Estado.

Juazeiro x Sesab

Na fala, Bomfim deu a entender que a Sesab prometeu e não cumpriu com a ajuda necessária no combate à covid-19. “Nossos problemas que tínhamos de pendências já estão sendo resolvidos, o que precisar ser feito eu farei. Todos meus compromissos foram cumpridos e quem fizer compromisso comigo precisa cumprir também. Nós estamos no meio de uma pandemia e a gente precisa estar de braços dados para sair dessa o mais rápido possível”, finalizou.

Críticas antigas

Bomfim já havia feito críticas ao secretário Villas-Boas no último dia 08/07, quando o prefeito acusou o secretário de ser “sabotador” das ações estaduais.  “Temos recebido todo o apoio da parte do governador. Rui fala comigo praticamente todos os dias, mas ele tem na sua equipe alguém que sabota o seu trabalho e faz mal à saúde do nosso povo”, disse o gestor municipal.

Bahia confirma mais 1.575 novos casos de covid-19

A Bahia confirmou mais 1.575 casos positivos de covid-19 nas últimas 24 horas. Os dados estão no boletim desse domingo (12), divulgado pela Secretaria de Saúde (Sesab), ao final da tarde. Isso representa um crescimento de 1,5% em relação aos dados de sábado (11).

Também foram contabilizados mais 47 óbitos (alta de 1,9%) e 594 curados (+0,8%). De acordo com a Sesab, dos 105.763 pacientes infectados desde o início da pandemia, 73.730 já estão clinicamente recuperados, enquanto 2.483 morreram.

Ao todo 398 cidades da Bahia já registraram pacientes infectados. Salvador segue com a liderança do ranking estadual, seguida por Gandu, Itajuípe, Ipiaú, Lauro de Freitas e Itabuna. Entre os óbitos confirmados hoje, há pacientes de Jaguarari e um de Lagoa Grande (PE), internado em Juazeiro.

Governo da Bahia reconhece Situação de Emergência por conta da seca em Remanso

(Foto: Internet)

O Governo da Bahia reconheceu “Situação de Emergência” em mais um município da região. No Diário Oficial dessa quinta-feira (9) foi publicado o Decreto n° 19.821/2020, homologando o estado por conta da seca em Remanso.

A Situação de Emergência terá validade por 180 dias, a contar do dia 20 de junho, quando a Prefeitura de Remanso reconheceu a estiagem na cidade. Dessa forma o Estado poderá contribuir, através da Defesa Civil, para amenizar os prejuízos sentidos pelos agricultores.

O Decreto é assinado pelo governador Rui Costa (PT) e pelo secretário da Casa Civil em exercício, Carlos Mello. Antes o Governo da Bahia já havia reconhecido a mesma situação em Abaré e Uauá.

Governo da Bahia renova decreto e eventos esportivos seguem proibidos

Futebol segue sem data para volta (Foto: Blog Waldiney Passos)

O retorno dos eventos esportivos na Bahia, entre eles o futebol, segue sem data. O Governo do Estado renovou por mais sete dias o decreto que proíbe a realização das competições até 12 de julho. Dessa forma, a volta do Campeonato Baiano é uma incógnita.

A Federação Baiana de Futebol (FBF) articula o protocolo de retorno da competição, mas esbarra no decreto do governador Rui Costa (PT). Especula-se que a volta possa acontecer ainda em julho. Os clubes do Nordeste também estão atentos, já que Salvador pode sediar a Copa do Nordeste.

Mesmo com a proibição dos eventos, o treino das equipes de futebol já está liberado na capital. Bahia, Vitória, Bahia de Feira e Jacuipense já retomaram as atividades presenciais. Os times do interior, no entanto, seguem incertos sobre o futuro.

Governo da Bahia e Prefeitura de Juazeiro divergem sobre prorrogação do toque de recolher

Decreto do Estado e do município são divergentes (Foto: Ascom/PMP)

O Governo da Bahia e a Prefeitura de Juazeiro “bateram cabeça” em relação ao toque de recolher na cidade da região Norte. O Diário Oficial do Estado dessa quinta-feira (2) prorroga a proibição para circulação de pessoas à noite até 8 de julho, via Decreto 19.796/2020.

Decretos divergem sobre data

Contudo, no último dia 29 de junho, o prefeito Paulo Bomfim já havia imposto a prorrogação do mesmo toque de recolher para 12 de julho, através do Decreto n° 458/2020. Em meio a divergência de datas fica o questionamento: qual data seguir?

A única unanimidade dos decretos é o horário que proíbe a circulação de pessoas nas vias públicas: 18h às 5h. Vale ressaltar que o toque de recolher mais rigoroso foi imposto pelo governador Rui Costa (PT) no dia 24 de junho, em comum acordo com Bomfim.

Diante da divergência das informações o Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Prefeitura de Juazeiro, mas até a conclusão da matéria não obtivemos resposta.

Prefeito de Juazeiro cita receio de lockdown e justifica endurecimento com comércio durante pandemia

O prefeito Paulo Bomfim realizou mais uma coletiva de imprensa nessa terça-feira (30) na sede da Prefeitura. Em rápidas palavras ele justificou o fato de ter estendido o fechamento do comércio não essencial para 12 de julho: a medida se faz necessária para analisar o avanço dos casos em Juazeiro (BA).

LEIA TAMBÉM

Fechamento do comércio de Juazeiro é prorrogado até dia 12 de julho

“O decreto eu mudei do dia 6 ao dia 12 [de julho], que é o tempo que a gente vai avaliar a abertura desses leitos de UTI e avaliar o aumento do crescimento desse vírus. Caso a gente consiga controlar, a gente pode [reabrir o comércio] ou controlar um pouco mais“, destacou.

LEIA MAIS
123