Leitor pede melhor serviço de limpeza na Orla de Petrolina, Prefeitura responde

Segundo leitor, garrafas estão quebradas há mais de um mês

Um leitor do Blog mandou a foto acima, para pedir uma melhor limpeza na Orla de Petrolina. Ele relata ser um frequentador do local e há mais de um mês percebeu garrafas quebradas próximo aos equipamentos de lazer. E alertou a Prefeitura Municipal.

“Tem mais de um mês que umas garrafas foram quebradas próximo a área dos equipamentos destinados ao uso de skates, por trás da quadra. Os cacos de vidro estão causando risco as crianças que brincam no lugar“, disse.

Outro lado

Procurada por nossa equipe, a Prefeitura emitiu uma nota sobre a demanda. “A Prefeitura de Petrolina informa que já encaminhou uma equipe para averiguar a situação e sanar o problema. A Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade esclarece que é feita a limpeza da Orla diariamente“, afirmou.

Leitora reclama de lixo acumulado em avenida do bairro João de Deus em Petrolina

Uma leitora entrou em contato com o Blog Waldiney Passos fazendo um apelo para que a prefeitura de Petrolina retire entulhos que foram colocados em frente a casa onde ela mora.

A denunciante diz que mora na Avenida Emídio Dentista, bairro João de Deus. A mesma informou que funcionários do município já foram ao local e retiraram parte do entulho, mas um vizinho vive jogando lixo da reforma de uma igreja no mesmo local e moradores do bairro Nova Vida 1 também jogam.

A dona de casa diz que já fez a denúncia várias vezes a prefeitura, mas nada foi feito para mudar a situação e agora estão aparecendo animais peçonhentos na casa dela. A equipe do Blog já entrou em contato com a assessoria da prefeitura e aguarda retorno.

Petrolina: terreno particular no Rio Claro virou depósito de lixo, denuncia leitora

Terreno particular está servindo como depósito de entulhos

A foto acima foi registrada por uma moradora da Rua 06, no bairro Rio Claro, em Petrolina. Como é possível observar, a propriedade privada está abandonada. E alguns vizinhos sem educação estão utilizando o espaço como depósito de entulhos.

Resultado: além do matagal que se formou, há insetos e ainda por cima, o risco de alguém com más intenções se esconder no local para praticar crimes. “Está assustador [o terreno]. Os matos está tão alto que já tem gente se escondendo“, contou à nossa equipe.

LEIA MAIS

Petrolina: moradora do Bairro João de Deus reclama de entulho e lixo jogados na rua

 

O vídeo foi gravado por uma moradora do Bairro João de Deus de Petrolina (PE), que procurou o Blog Waldiney Passos, para pedir providências em relação ao entulho e o lixo que são jogados nesta área, que fica atrás do muro do Campus sede do IF Sertão-PE.

Segundo a denunciante, máquinas da prefeitura chegam a fazer a limpeza do local, mas assim que vão embora, os moradores voltam a jogar entulho e lixo novamente. Além disso, queimam o material e provoca fumaça, que acaba atingindo a casa da moradora e prejudicando uma filha dela que tem 1 ano de idade.

Nós entramos em contato com a prefeitura de Petrolina para saber o que pode ser feito e aguardamos retorno.

Prefeitura de Juazeiro realiza mutirão de limpeza no Residencial Mairi

Como parte do planejamento de limpeza urbana da cidade, a Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Serviços Públicos (SESP) iniciou nesta terça-feira (30) os trabalhos de mutirão de limpeza no Residencial Mairi. Os agentes realizam ações de varrição, capinação, retirada de resíduos e pintura de meio fio.

O secretário de Serviços Públicos, Celso Leal, explicou que o mutirão de limpeza tem sido uma forma de trabalho adotada pela Prefeitura para atender cada região por completo e de maneira mais rápida.  “Estamos retornando ao Mairi para reforçar ainda mais nossos serviços que já são realizados periodicamente”, enfatizou Celso Leal.

Para o morador João Antônio, os moradores devem somar para que as ações da Prefeitura tenham uma maior durabilidade. “É preciso que cada morador faça a sua parte não jogando lixo em locais indevidos. Sempre oriento os meus vizinhos a não jogarem lixo e entulho na rua”, ressaltou João, que reside há três anos.

A SESP lembra ainda que disponibiliza o número de atendimento pelo telefone 3612 5411 para qualquer solicitação ou esclarecimento de dúvidas referentes à Secretaria.

Moradores reclamam de lixo acumulado em rua do bairro Maringá em Juazeiro

O lixo ficou acumulado na rua 7 do bairro Maringá depois que agentes de limpeza do município passaram fazendo um mutirão de limpeza. Um morador acabou se aproveitando da situação e jogou um colchão velho também no mesmo local.

Como o carro que recolhe o material acumulado pelos os agentes de limpeza ainda não passou no local, os vizinhos estão preocupados em local começar a servir para acumulação de entulhos.

SESP realiza mutirão de limpeza no bairro Maringá

A Secretaria de Serviços Públicos de Juazeiro esclarece aos moradores da Rua 07, que os agentes de limpeza estão realizando mutirão de limpeza em todo o bairro Maringá. Como os serviços ainda não terminaram, esses resíduos serão retirados pela equipe na sequência.

Procurada pelo o Blog, a Secretaria de Serviços Públicos de Juazeiro (SESP) informou que o mutirão continua em outras ruas da comunidade e como os serviços ainda não terminaram, esses resíduos serão retirados pela equipe na sequência.

A SESP pede a colaboração dos moradores para manter o bairro limpo e conservado após a passagem dos agentes, como também colocar o lixo no dia e horário correto. E lembra ainda que disponibiliza um número de atendimento no 3612-5411 para qualquer solicitação de demandas referentes à Secretaria.

O descarte incorreto do lixo doméstico pode causar contaminação por coronavírus

(Foto: Ascom/PMP)

O alerta vem da Prefeitura de Petrolina. Muitas pessoas testadas positivamente para o novo coronavírus ou ainda com suspeitas de contágio jogam fora itens de uso pessoal como papel higiênico, lenços de papel, máscaras e luvas descartáveis e suas embalagens sem atentar para o reforço devido.

A recomendação é separar todo esse material utilizado e colocá-los em dois sacos de lixo descartáveis, um dentro do outro, evitando enchê-los até a borda para que o lacre fique seguro (o ideal é usar apenas dois terços da capacidade).

LEIA MAIS

Petrolina registra quase 500 mil toneladas de lixo a mais durante período pandemia

(Fotos: Alexandre Justino/PMJ)

Quase 500 mil toneladas de lixo a mais em apenas um mês. Esse dado faz parte dos números da pandemia do novo coronavírus. Durante o período de isolamento social, a população tem sido recomendada a ficar em casa. Com crianças, adultos e idosos mais tempo no lar, a prefeitura percebeu um aumento considerável na produção de lixo domiciliar, em Petrolina.

Comparando os dados de março deste ano com o mesmo período em 2019, foram produzidos 7% a mais de resíduos sólidos apenas pela coleta nas residências.

Esse dado pode parecer pequeno ao ser analisado em percentual, mas significa que quase 500 mil toneladas de lixo foram produzidas a mais em um único mês. No total, foram 5.904,55 toneladas no ano passado, contra 6.338,57 toneladas em 2020.

O cronograma de recolhimento do lixo doméstico permanece o mesmo executado anteriormente tanto na área urbana quanto na zona rural do município.  Em caso de qualquer anormalidade, a população pode entrar em contato com a prefeitura pelo canal oficial da gestão, pelo WhatsApp, através do telefone (87) 98100-1883.

Pessoas que forem flagradas jogando lixo em terrenos baldios podem ser presas, alerta prefeitura de Petrolina

A informação é da Prefeitura de Petrolina através da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos. O órgão foi procurado pelo Blog Waldiney Passos, após receber de um leitor a denúncia de que moradores estão jogando lixo e entulhos nesse terreno baldio que aparece na foto acima.

O local fica na avenida baraúna, próximo a rua 55 do bairro São Gonçalo. De acordo com o denunciante, a prefeitura enviou máquinas para limpar o terreno há cerca de 1 mês, mas quando a equipe vai embora os moradores voltam a jogar tudo que encontram pela a frente no espaço que já foi limpo e se alguém falar para não jogar, é ameaçado.

Em nota, a Prefeitura de Petrolina informa que faz a limpeza periodicamente do local, sendo a última há menos de um mês. A Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos reitera que segue um cronograma de limpeza para que, os mais de 80 bairros do município, sejam contemplados e pede a população conscientização para que se jogue os resíduos em locais adequados.

A prefeitura ainda alerta que pessoas que forem flagradas jogando lixo em local indevido poderão ser detidas por infringirem a lei de degradação ambiental. Os cidadão que presenciarem este ato, podem acionara a Guarda Municipal pelo 153.

Moradores do Vale do Grande Rio reclamam do descarte de lixo em terreno baldio

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Moradores do Vale do Grande Rio, em Petrolina (PE), entraram em contato com o Blog Waldiney Passos, para denunciar o lixo que toma conta da Rua 10 da referida localidade.

De acordo com a população local, o descarte irregular de lixo começou em terrenos baldios, mas atualmente, já se espalhou por toda a via. Temendo o aparecimentos de animais peçonhentos e proliferação do mosquito transmissor da dengue, os moradores cobram providências do poder público

“O entulho traz escorpião, cobras, ratos tudo isso invadindo as residências, ruas esburacadas. E isso aí já faz mais de dez anos. Já entramos em contato com a prefeitura e ninguém nunca tomou uma providência”, desabafou um moradora.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina alerta para cuidados com o lixo durante período chuvoso 

(Foto: Ascom/PMP)

A ocorrência de chuvas que é motivo de alegria para o sertanejo, em alguns casos pode trazer danos para a área urbana das cidades. Muitas vezes, os transtornos são provocados principalmente quando há o descarte inadequado de lixo, que pode vir a obstruir canais e bueiros, causando inundações e represamento de água em vias de maior fluxo.

Por isso, o secretário executivo de serviços públicos, Alisson Oliveira, alerta para a necessidade da conscientização da população. “É necessário ter um sentimento de responsabilidade para com sua própria comunidade. O descarte inadequado de lixo pode trazer problemas para toda uma cidade. Fazemos a coleta três vezes por semana em todos os bairros, além de semanalmente seguirmos um cronograma de limpeza e manutenção de canais. Sem a colaboração da sociedade há danos e esse trabalho triplica. É preciso ter consciência”, afirma o gestor.

Nas últimas semanas, as equipes da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (Seinfra) flagraram diversos pontos da cidade em que o lixo tomava conta do lugar. Comportamentos como jogar lixo no chão, em terrenos baldios e em canais de água pluvial podem parecer pequenos, mas são capazes de gerar grandes transtornos para a mobilidade urbana.

Moradora do Alto do Cruzeiro denuncia descarte irregular de lixo em terreno baldio e cobra providências da prefeitura

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma moradora do bairro Alto do Cruzeiro, em Juazeiro (BA), entrou em contato com o Blog Waldiney Passos para denunciar a situação de um terreno baldio, localizado na Travessa da Rua 8 da referida localidade. O local virou ponto de descarte de lixo, e os transtornos causados à população são inúmeros.

“Tenho duas crianças pequenas e praticamente quase todos os dias e toda hora entra aranha grande dentro de casa, cobra, muita barata, sem contar nos focos de água parada que é prato cheio para dengue. Muito mosquito e muriçocas, até escorpião já foi visto. Enquanto não localizarem os donos dos terrenos para que eles possam murar ou cercar, quem mora aqui vai passar por essa situação”, conta a denunciante.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina faz alerta sobre descarte irregular de lixo em época de chuva

Prefeitura fez serviço de limpeza de canais para evitar alagamentos.

Com o início das chuvas em Petrolina, a prefeitura decidiu alertas os cidadãos para os cuidados necessários com o descarte de lixo, a fim de evitar transtornos como inundações e represamento de água em vias de maior fluxo.

Jogar lixo no chão, em terrenos baldios e canais de água pluvial, por exemplo, podem causar prejuízos à drenagem da água da chuva. De acordo com o secretário executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira, a prefeitura faz um trabalho preventivo durante todo ano, mas a população precisa fazer sua parte.

LEIA MAIS

Moradora reclama do acúmulo de entulho em terreno baldio no bairro Palhinhas, em Petrolina

Lixos e entulhos jogados no terreno.

Uma moradora do bairro Palhinhas, em Petrolina (PE), entrou em contato com o nosso blog para denunciar o acúmulo de lixo e entulho em um terreno baldio. Segundo a reclamação, o local foi limpo há cerca de três meses, no entanto, carroceiros e pessoas de carro, inclusive residentes no bairro, continuam sujando o terreno.

“Todos os dias eles [carroceiros] trazem podas [de árvores]. O pior são as fumaças. Se só botasse o lixo, menos mal. É que colocam fogo e a fumaça é terrível”, reclama a moradora. O terreno fica na rua do progresso, atrás da loja da Panevale.

No local é possível identificar resto de móveis, lixos, resto de poda de árvores, que é o que mais jogam no terreno, resto de construções e até colchões velhos.

Brasil gera 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano

(Foto: Ilustração)

No Brasil, em 2018, foram geradas 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos, um aumento de pouco menos de 1% em relação ao ano anterior. Desse montante, 92% (72,7 milhões) foram coletados – uma alta de 1,66% em comparação a 2017, o que mostra que a coleta aumentou num ritmo um pouco maior que a geração. Apesar disso, 6,3 milhões de toneladas de resíduos ficaram sem ser recolhidos nas cidades.

Os dados fazem parte do Panorama dos Resíduos Sólidos, da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), lançado hoje (8). Comparando com os países da América Latina, o Brasil é o campeão de geração de lixo, representando 40% do total gerado na região (541 mil toneladas/dia, segundo a ONU Meio Ambiente).

“Os números mostrados no panorama colocam o Brasil numa posição muito abaixo de outros países que estão no mesmo nível de renda do Brasil. O nosso déficit é muito grande e nós precisamos realmente de medidas urgentes para não só recuperar esse déficit, como avançar em direção a melhores práticas de gestão de resíduos sólidos”, disse o presidente da entidade, Carlos Silva Filho.

LEIA MAIS
123