Convênio vai aumentar potencial de vendas do comércio de Petrolina

(Foto: Ascom)

Os presidentes do Sindilojas Petrolina e Sicredi Vale do São Francisco, Joaquim de Castro e Antônio Vinícius Ramalho Leite, assinaram na tarde desta sexta-feira (31/07), um convênio que promete ampliar o potencial de vendas do comércio do município.

A parceria, já em vigor, visa oferecer aos associados do Sindilojas Petrolina todos os produtos e serviços do Sistema Sicredi a exemplo das maquinetas de cartão de crédito com taxas e condições especiais, juros reduzidos para capital de giro e financiamentos, além de pacotes de serviços diferenciados para conta corrente.

De acordo com Joaquim de Castro, a parceria vem oxigenar o comércio da cidade com vantagens competitivas. “Além dos ganhos financeiros com a redução de custos nas operações com o cartão de crédito os associados vão ampliar o potencial de vendas incrementando seus negócios com novos investimentos”, exemplificou.

Antônio Vinicius Ramalho Leite, também destacou a importância do convênio, ressaltando o ganho duplo da iniciativa. “O Sicredi Vale do São Francisco amplia seus horizontes reforçando a base com um importante segmento da economia regional que são as empresas do comércio   associadas ao Sindilojas Petrolina”, concluiu.

Prefeito de Cabrobó autoriza reabertura do comércio e feira livre a partir de segunda-feira

(Foto: Arquivo)

Em novo decreto assinado nesta sexta-feira (10), o prefeito do município de Cabrobó, no sertão pernambucano, Marcílio Rodrigues Cavalcanti, autoriza a reabertura do comércio e da feira livre, a partir da próxima segunda-feira (13).

De acordo com o documento ficam autorizados o funcionamento de todos os estabelecimentos varejistas comerciais, industriais e de serviços considerados essenciais instalados no território do município, inclusive ficando autorizada também a realização de feiras livres, até posterior deliberação do Poder Executivo Municipal, seguindo as normas da Vigilância Sanitária.

LEIA MAIS

Aproximação do São João intensifica as vendas no comércio de Petrolina

É esperado um crescimento médio de 5% nas vendas neste período junino em relação ao mesmo período do ano passado

Petrolina já respira o clima das festividades de São João. Em todos os locais da cidade e principalmente na região central já é possível ver as lojas decoradas com balões, bandeirolas, chapéus, além de uma infinidade de produtos que fazem referência aos festejos.

Nesta semana que antecede a abertura oficial dos grandes shows no Pátio Ana das Carrancas as vendas em vários setores do comércio estão mais esquecidas. O aumento é registrado nas lojas de roupas, calçados, adereços, bebidas, alimentação, entre outros. Esse incremento na economia local também faz aumentar os serviços gerando emprego e renda.

Em levantamento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas(CDL), junto aos comerciantes, estima-se um crescimento médio de 5% nas vendas neste período junino em relação ao mesmo período do ano passado.

“Fizemos um levantamento e a resposta do lojista foi muito positiva. Esperamos boas vendas em torno do nosso tradicional São João”, revela o diretor executivo da CDL, Valdivo Carvalho.

A organização do São João de Petrolina espera receber nos nove dias de festa cerca de 800 mil pessoas, entre turistas, atrações nacionais e forrozeiros locais, em uma média de 80 mil de pessoas por dia. A expectativa é que, este ano, se tenha uma injeção de cerca de R$ 200 milhões na economia local.

CDL Petrolina vai realizar eleição para nova diretoria

Eleições acontecem este mês. (Foto: ASCOM)

No próximo dia 15 de dezembro a Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrolina vai realizar eleição para eleger a nova diretoria e o conselho fiscal da entidade para o triênio 2018/2020. A assembleia geral ordinária será realizada no auditório da CDL.

“Estamos chegando ao fim de mais uma gestão, onde colhemos frutos positivos para a nossa entidade. Nesse momento de decisão, é importante a participação de todos para que o processo tenha legitimidade e que a CDL continue representando seus associados da melhor forma possível, sempre pensando no seu fortalecimento e no progresso da nossa cidade”, comentou o Presidente da CDL Petrolina, Manoel Vilmar.

Edital de convocação

“A CDL Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrolina, inscrita no CNPJ sob o nº 11.471.380/0001-69, com sede na Travessa dos Industriários, nº 12, bairro Atrás da Banca, Petrolina-PE, CONVOCA todos os Sócios Efetivos (conforme Art. 51º do atual Estatuto) para Assembleia Geral Ordinária, a ser realizada no dia 15 DE DEZEMBRO DE 2017, no Auditório da entidade, em PRIMEIRA CONVOCAÇÃO às 19h, com a presença da maioria dos associados, ou às 19h30 em SEGUNDA CONVOCAÇÃO, com qualquer número, para tratar da seguinte ordem:

1.    Eleição da Diretoria e Conselho Fiscal da CDL de Petrolina para o Triênio de 2018/2020.”

Em combate à poluição sonora, Prefeitura notifica mais de 30 lojas no centro de Petrolina

A cada notificação era solicitada a imediata providência para cessar a poluição sonora. (Foto: ASCOM)

A partir de agora o centro comercial de Petrolina está mais tranquilo para quem circula pelo local. É que pela primeira vez este ano, a Prefeitura Municipal realizou uma grande ação de combate à poluição sonora.

Resultado da parceria entre a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS), a ‘Operação Som Legal’ notificou 36 lojas que utilizavam equipamentos sonoros para fazer propaganda sem a devida regularização ambiental.

A cada notificação era solicitada a imediata providência para cessar a poluição sonora, além da regularização ambiental, junto à AMMA. Por descumprirem as notificações, cinco estabelecimentos foram multados em R$ 2.500,00 e tiveram aparelhos de som apreendidos.

Para reaver os equipamentos, a loja terá de pagar a multa primeiro, de acordo com a legislação vigente (Decreto Federal n° 6.514/2008; Lei Estadual n° 12.789/2008 e Decreto Estadual n° 28.558/2008; Lei Municipal n° 2.556/2010) A fiscalização foi realizada entre a segunda quinzena de julho e a primeira semana de agosto.

LEIA MAIS

River Shopping divulga horário de funcionamento durante feriado

(Foto: Arquivo)

O River Shopping divulgou nesta terça-feira (25) o horário de funcionamento das lojas e da praça de alimentação durante o feriado do dia do trabalhador, 1º de maio, na próxima segunda-feira.

As lojas do River Shopping, o Hiper Bompreço e o Expresso Cidadão estarão fechados durante o feriado. Alimentação e lazer funcionarão das 12h às 22h. Já o cinema segue com sua Grade de Programação Normal.

Confira o que abre e fecha no River Shopping durante feriado de carnaval

(Foto: Arquivo)

O River Shopping divulgou os seus horários durante os dias da Folia de Momo. O centro de compras funcionará normalmente com exceção dos dias 28 de fevereiro e 1º de março.

Durante o feriado o Expresso Cidadão não estará funcionando. A previsão é que as atividades retornem ao normal no dia 2 de março.

Confira

  • Terça-feira (28)

Lojas: Fechadas

Hiper Bompreço: funciona das 08h às 22h

Alimentação e Lazer: funciona das 12h às 22h

  • Quarta-feira (1º)

Lojas: funcionam das 12h às 22h.

Hiper Bompreço: funciona das 08h às 22h

Alimentação e Lazer: funciona das 12h às 22h.

Comissão obriga lojas de roupas a ter provadores adaptados a pessoas com deficiência

(Foto: Internet)

(Foto: Internet)

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços aprovou a proposta que obriga estabelecimentos que comercializam roupas com área superior a 120 metros quadrados a adaptar, no mínimo, um de seus provadores para atendimento das pessoas com deficiência.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Covatti Filho (PP-RS), ao Projeto de Lei 4162/15, do deputado Marcelo Belinati (PP-PR). A proposta acrescenta dispositivo ao Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/15) e prevê que os provadores sejam construídos segundo as normas aplicáveis da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

O relator restringiu a obrigatoriedade de dispor de provador adaptado às pessoas com deficiência apenas aos estabelecimentos com mais de 120 metros quadrados. “Os estabelecimentos de grande porte, comumente as grandes cadeias de varejo, possuem maior capacidade financeira para suportar os ajustes em suas dependências necessários para permitir a acessibilidade dos deficientes aos provadores”, disse Covatti Filho.

LEIA MAIS