Russia anuncia vacinação em massa contra Covid-19 para outubro

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

O ministro da Saúde russo, Mikhail Murashko, anunciou neste sábado (1º) que a Russia deve iniciar vacinação em massa contra o novo coronavírus em outubro.

Murashko anunciou na última semana que profissionais da saúde serão vacinados ainda em agosto, antes dos resultados do ensaio clínico da vacina, segundo informações do Moscow Times.

LEIA MAIS

Brasil tem mais 1.088 mortes por Covid-19 e total vai a 93.563

Valas no Cemitério Público Nossa Senhora Aparecida para enterrar vítimas da Covid-19 no Amazonas. Doença fez mais de 93.000 vítimas no Brasil

O Brasil registrou em 24 horas mais 45.392 casos de covid-19, e o número total de infectados pelo coronavírus chegou a 2.707.877. Os dados foram atualizados às 18h30 deste sábado, 1º de agosto, pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Ministério da Saúde.

Foram notificadas 1.088 mortes desde o dia anterior. O total subiu para 93.563.

O Estado com o maior número de óbitos é São Paulo (23.236), seguido pelo Rio de Janeiro (13.556), Ceará (7.968) e Pernambuco (6.597).

Julho foi o mês com mais mortes por Covid-19 no Brasil. Segundo dados apurados pelo consórcio de veículos de imprensa, junto às secretarias de Saúde do país, o Brasil teve, em julho, 32.912 mortes confirmadas pela Covid-19, O número é o mais alto registrado em um único mês desde o início da pandemia.

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) criou uma plataforma para registrar os dados sobre o novo coronavírus no país após o Ministério da Saúde ter passado a divulgar, no início do mês passado, os números de forma menos detalhada.

Após a controvérsia causada pela mudança e uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o assunto, a pasta recuou e voltou a divulgar os números completos.

Brasil confirma mais de 34 mil novos casos positivos de covid-19

(Foto: Ilustração)

Os dados de sexta-feira (17), divulgados pelo Ministério da Saúde, indicam o registro de 34.177 novos casos positivos da covid-19. Agora o Brasil soma 2.046.328 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Desse total, 1.321.036 estão curados.

Por outro lado, 77.851 brasileiros já perderam a batalha para a covid-19 e estão na estatística dos óbitos. Apenas ontem foram 1.163 óbitos. Por estado, São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco e Pará são os líderes de casos. De acordo com os dados informados às 18h30 de ontem, a taxa de letalidade é 3,8 %.

O Nordeste tem a segunda maior taxa de mortalidade, com 43,6 a cada 100 mil habitantes. O boletim completo do Governo Federal pode ser acompanhado no Portal Coronavírus.

Com manutenção de incidência, Brasil registra 34,1 mil novos casos de Covid-19 em 24h

(Foto: Cadu Rolim/FotoArena/Estadão Conteúdo)

Dados atualizados do Ministério da Saúde confirmam que o Brasil acumula até esta sexta-feira o total de 2.046.328 casos da Covid-19, com 77.851 óbitos por agravamento da doença. Nas últimas 24h o número de novos casos foi de 34.177. Já o número de mortes no mesmo período totalizou 1.163 ocorrências.

De acordo com o boletim, do total de casos 647.441 São casos ativos e 1.321.036 são considerados recuperados. A incidência da doença por 100 mil habitantes é de 973,8.

Fonte: Ministério da Saúde

Brasil confirma mais 39 mil casos de covid-19 e 1.071 óbitos

O boletim de sábado (11), divulgado pelo Ministério da Saúde do Brasil, confirmou mais 39 mil casos positivos de covid-19 e 1.071 novos óbitos provocados pela doença. Com os números de ontem já são 1.839.850 de pacientes infectados desde o início da pandemia, no mês de março.

Em relação aos óbitos, o número total é de 71.469. Quanto aos recuperados, já são 1.100.873. Veja a seguir o número de casos por cada região, com base nos dados coletados até 19h:

Vacinação contra a gripe continua em Petrolina somente para grupos prioritários

(Foto: Ascom/PMP)

A Prefeitura de Petrolina reforça que a vacinação contra a gripe no município não está disponível para toda a população, como vem acontecendo em algumas cidades do país. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a imunização está mantida apenas para o público-alvo previamente definido na campanha pelo Ministério da Saúde, porque apesar de o município ter batido a meta e vacinar 100% do público geral, três grupos – crianças, gestantes e mulheres no pós-parto até 45 dias – ainda não alcançaram o percentual estipulado pelo Ministério da Saúde, que é de 90%.

A campanha encerrou no final de junho e o prazo para continuar registrando esse público no sistema do governo federal é até 24 de julho. Até essa data, o público-alvo da campanha pode procurar os postos de saúde e se imunizar.

LEIA MAIS

Brasil recebe carregamento recorde de 11,8 milhões de máscaras

(Foto: Reprodução / Ministério da Infraestrutur)

Uma aeronave chegou nesta terça-feira (7) a São Paulo transportando mais 11,8 milhões de máscaras cirúrgicas de procedência chinesa. O voo trouxe a maior quantidade de insumos para combate à pandemia transportado de uma única vez no Brasil, segundo o Ministério da Infraestrutura.

A carga faz parte da encomenda de equipamentos de proteção individual (EPIs) feita pelo Ministério da Saúde, com a coordenação operacional viabilizada pelo Ministério da Infraestrutura. Segundo os registros dos ministérios, essa é a 35ª remessa de mais de 40 previstas.

LEIA MAIS

Brasil registra 42.223 casos positivos e 1.290 novos óbitos por covid-19

O Ministério da Saúde atualizou os números da covid-19 na noite de sexta-feira (3). Agora são 1,5 milhão de casos confirmados desde o início da pandemia, em março. São 42.223 novos pacientes infectados nas últimas 24 horas, tendo como base dados repassados pelos estados às 19h15 de ontem.

No acumulado são exatos 1.539.081 pacientes contaminados pelo novo coronavírus, um aumento de 2,8% em relação a quinta-feira (2), quando eram contabilizados 1.496.858 casos. O boletim do Governo Federal também informa 1.290 mortes.

O Brasil totaliza 63.174 vítimas fatais da covid-19. A taxa de letalidade é de 4,1%. A boa notícia do boletim é que 868.372 pessoas já estão clinicamente curadas da doença. Os números do coronavírus no país podem ser acompanhados pelo painel mantido pelo Ministério da Saúde.

Brasil confirma mais 30.476 casos positivos de covid-19

Mais 30.476 casos positivos de covid-19 foram registrados no Brasil nas últimas 24 horas. Os dados são referentes ao boletim divulgado pelo Ministério da Saúde na noite de domingo (28). Com isso o país chegou a marca de 1.344.143 pacientes infectados desde o início da pandemia.

A taxa de incidência é de 639,6 por 100 mil habitantes. Também ontem foram contabilizadas mais 552 óbitos. O Brasil soma agora 57.622 mortes, com taxa de letalidade de 4,3%. O número de curados é de 733.848 pessoas clinicamente recuperadas.

Por regiões, os números totais estão da seguinte forma (os dados são do Ministério da Saúde):

Brasil registra mais 38.693 casos e 1.109 óbitos do coronavírus

(Foto: Freepik/Banco de Imagens)

Os números de sábado (27) divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que o Brasil confirmou mais 38.683 casos positivos do novo coronavírus e 1.109 óbitos nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia já são 1.313.667 pacientes infectados e 57.070 mortes.

A incidência da doença no país é de 625,1 por 100 mil habitantes, informa o Governo Federal. A taxa de letalidade é de 4,3%. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, 715.905 pessoas já se curaram da covid-19. Os números são referentes aos dados repassados pelos estados até às 18h45 de ontem.

Regiões

A Região Sudeste registra o maior número de casos de infecção pela covid-19 (447.548), seguida pelo Nordeste (432.704); Norte (246.861), Centro-Oeste (82.128) e Sul (65.733). O avanço da covid-19 no Brasil pode ser acompanhada através do painel do coronavírus, no site do Ministério da Saúde. Os dados desse domingo (28) serão divulgados ao final do dia.

Brasil registra mais 654 óbitos e 21.432 novos casos de covid-19

O boletim de segunda-feira (22) apontou 1.106.430 casos confirmados do novo coronavírus no Brasil. Os dados do Ministério da Saúde indicam que em 24 horas foram registrados 21.432 contágios em todo país. O Governo Federal também informou 654 novas mortes.

Em números totais são 51.271 vítimas fatais desde o início da pandemia. A taxa de letalidade da doença é de 4,6 %, a de mortalidade alcançou 24,4. Sobre os casos recuperados já são 571.649 pessoas clinicamente curadas, informa o Ministério da Saúde.

Por regiões a distribuição dos casos está da seguinte forma:

Brasil ultrapassa 1 milhão de casos confirmados do novo coronavírus

O Brasil ultrapassou 1 milhão de casos confirmados da covid-19 na sexta-feira (19). Os dados do Ministério da Saúde indicam que 1.032.913 de brasileiros já se infectaram com o novo coronavírus. Apenas no boletim de ontem foram registrados 54.771 novos casos.

O número de mortes é de 48.954, dos quais 1.206 aconteceram ontem. Segundo o Ministério da Saúde a taxa de letalidade do vírus no Brasil é de 4,7%. A notícia positiva apresentada no boletim de ontem são as curas: 507.200 pessoas conseguiram vencer a covid-19.

Por regiões os números são os seguintes:

Governo Federal disponibiliza nova plataforma para acompanhamento da Covid-19

O Ministério da Saúde disponibilizou hoje (12) nova página para acompanhamento dos casos do novo coronavírus (covid-19) em todo o país. Em destaque, estão o número de casos de pacientes recuperados e daqueles que estão em acompanhamento, além de gráficos que mostram a evolução de óbitos diários pela doença.

Pela plataforma, o usuário tem acesso ao número de habitantes no país afetados pela doença e ao número de mortes a cada 100 mil pessoas, fatores que são levados em conta pra avaliar o grau de contágio do novo coronavírus. A busca de casos por municípios também está disponível.

LEIA MAIS

Nordeste supera Sudeste em casos confirmados do novo coronavírus

Com os dados de quarta-feira (10) a região Nordeste superou o Sudeste em casos confirmados do novo coronavírus. São 272.280 infectados no Nordeste, contra 271.534 no Sudeste. Os números se baseiam no levantamento oficial do Ministério da Saúde.

Apenas ontem o Nordeste confirmou 11.611 novos casos, enquanto o Sudeste – que desde o início da pandemia era a região com maior número de casos – teve 10.351. A título de comparação, o primeiro registro da doença no país se deu no dia 26 de fevereiro, em São Paulo.

A doença chegou ao Nordeste no dia 6 de março, na Bahia. Preocupa o fato de o Nordeste ter 34,5 milhões de habitantes, contra 87, 5 no Sudeste. Ceará é o líder em registros da covid-19 na nossa região, sendo o terceiro no ranking nacional.

De acordo com o Poder 360, as autoridades de saúde alertam que a evolução da epidemia é influenciada pela “disponibilidade de equipamentos de saúde e de médicos, bem como pelas condições de saneamento básico e índices de pobreza”. Outro ponto que pesa é o fato de alguns estados testarem mais do que outros.

Ministério da Saúde esclarece divulgação de dados da covid-19

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, apresentou a nova plataforma de consolidação dos dados sobre a covid-19 no país. Uma nova plataforma será criada e disponibilizada e a forma de contabilização das mortes será alterada. As secretarias estaduais enviarão as informações até as 16h e os dados totais nacionais serão divulgados até as 18h.

“Num primeiro momento a gente vinha trabalhando com data de notificação. Ela prejudica uma análise. Nossa intenção é trabalhar com a data de ocorrência e ao momento em que apareceram os sintomas de cada paciente”, afirmou Franco.

O diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não Transmissíveis, Eduardo Macário, acrescentou que o objetivo é parar de reunir as planilhas dos estados e que eles possam alimentar os registros diretamente.

LEIA MAIS
123