Paulo Afonso: famílias contempladas em residenciais vão assinar contrato na próxima semana

(Foto: Ascom PMPA)

600 famílias contempladas em Paulo Afonso (BA) com habitação popular no programa “Casa Verde Amarela”, antigo “Minha Casa, Minha Vida”, vão assinar o contrato a partir da próxima semana.

Inicialmente estava prevista uma solenidade com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, na segunda-feira (14), contudo, ele precisou cancelar o compromisso.

Apesar da desistência de Marinho, a assinatura dos contratos será feita de terça-feira (15) até sexta-feira (18), das 8h às 16h. Veja a seguir a programação:

LEIA MAIS

Defesa Civil reconhece Situação de Emergência em 17 Municípios de nove Estados Brasileiros

(Foto ilustrativa: Marion Wunder/Pixabay)

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), reconheceu, nesta terça-feira (13), situação de emergência em 17 Municípios de nove Estados do Brasil (Amazonas, Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí e Rio de Janeiro), por conta de desastres naturais.  As decisões foram publicadas no Diário Oficial da União.

A Estiagem foi o motivo da maioria dos reconhecimentos concedidos. Oito municípios registraram a Situação de Estiagem:

LEIA MAIS

Pipeiros estão sem receber desde novembro, afirma leitor

(Foto: Ilustração)

Os pipeiros que atuam na Operação Carro-Pipa, no Sertão da Bahia, estão sem receber pelos serviços desde novembro de 2020. No último dia 24 de março o Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou a retomada das atividades, mas segundo os trabalhadores, não houve a quitação dos débitos.

“Está com esses meses atrasados. Quando a gente assina o contrato, eles podem quebrar o contrato. A gente não pode não, porque paga uma multa. Trabalhamos janeiro e fevereiro, março não porque eles [o Governo Federal] não tinha dinheiro”, relata um leitor que é pipeiro.

Sem resposta

Apesar da expectativa, março terminou sem o pagamento das dívidas aos pipeiros. Eles seguem aguardando e seguem cumprindo com suas obrigações para continuar trabalhando, enquanto o MDR não dá um posicionamento em relação ao dinheiro pendente. “O mês de novembro vai fazer mais de 120 dias. O de janeiro vai completar quase 60 dias e estamos aguardando. Interessante é que eles podem quebrar contato, mas os pipeiros não pode quebrar o contrato“, ressalta.

Outro lado

O Blog solicitou uma resposta ao MDR ainda na semana passada, porém até a conclusão desta matéria, não obtivemos retorno. O espaço segue aberto aos esclarecimentos.

Pipeiros de 24 cidades cobram pagamento pelos serviços prestados e retorno da Operação Pipa

Manifestantes querem pagamento do serviço prestado (Foto: Cortesia)

Desde dezembro de 2020 os pipeiros de 24 cidades do Sertão estão sem receber pelo serviço prestado na Operação Pipa. E diante da suspensão do programa federal, os trabalhadores foram até a frente do 72º BIMTZ, em Petrolina na manhã desta quarta-feira (17), cobrar providências das autoridades.

“Somos pipeiros de todas as cidades, são 24 aqui [na região]. Estamos fazendo a manifestação pelo pagamento de dezembro e janeiro que ainda não pagaram. E também estamos cobrando a liberação dos caminhos na Operação Pipa pra levar água ao povo do interior”, contou ao Blog um dos pipeiros presentes no ato.

MDR suspendeu operação

A Operação Pipa é realizada pelo Governo Federal, em parceria com o Exército Brasileiro. No último dia 26 de fevereiro o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) anunciou a suspensão de todas as atividades por conta da falta de recursos. Desde então, várias comunidades sertanejas estão sem água.

MDR paralisa ações da Operação Carro-Pipa a partir de 1º de março

100% dos municípios ficarão desassistidos (Foto: Ilustração)

A partir do dia 1° de março, próxima segunda-feira, as ações da Operação Carro-Pipa Federal estarão paralisadas em 100% dos municípios. O anúncio foi feito através de nota, nesta sexta-feira (26), pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). A pasta alega não ser possível realizar “repasses integrais e regulares” à ação.

“Nos meses de janeiro e fevereiro, a Pasta, por meio da Defesa Civil Nacional, conseguiu realizar o repasse emergencial de R$ 89,7 milhões, que foram descentralizados ao Exército Brasileiro (EB) – responsável pela execução do serviço. Em decorrência do atraso no repasse, 260 municípios já tiveram o atendimento suspenso e a partir de 1º de março, a Operação poderá ter suas atividades paralisadas em 100% dos municípios“, diz a nota do MDR.

O Ministério afirmou ainda que está em contato com o Governo Federal “para possibilitar a execução da Operação em sua integralidade e evitar prejuízos à população”. Confira a seguir a íntegra da nota:

LEIA MAIS

Convênio entre MDR e Governo da Bahia visa melhorias na Bacia do Rio Salitre

Ações devem ser postas em prática até 2022 (Foto: Ascom Sema)

A Bacia do Rio Salitre, que banha municípios como Juazeiro e Campo Formoso na Bahia, receberá investimento de R$ 6 milhões. O recurso é resultado de um convênio firmado entre o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), a Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

O dinheiro será investido até 2022, sendo aplicado em melhorias hidroambientais e sociais. Também serão contemplados os municípios de Várzea Nova, Ourolândia, Umburanas, Miguel Calmon e Morro do Chapéu. “Vamos ampliar a disponibilidade hídrica, a cobertura florestal, a proteção de nascentes e áreas de recarga, bem como beneficiar comunidades rurais, com saneamento rural e apoio na produção e beneficiamento de produtos locais”, explicou o coordenador do projeto e técnico da Sema, Tiago Brasileiro.

Com essa ação o Estado almeja melhorar a disponibilidade de recursos hídricos, bem como fortalecer os pequenos agricultores que utilizam do Salitre para manter suas produções. Além da economia local, o turismo também deve ser melhorado.

Josimara Cavalcanti visita Brasília e volta para Dormentes com recurso liberados

Deputado federal Fernando Monteiro esteve ao lado da prefeita Josimara (Foto: Ascom)

Reeleita no mês passado, a prefeita de Dormentes (PE), Josimara Cavalcanti (PSB) cumpriu agenda em Brasília (DF) para trazer mais investimentos no município. E ela retornou ao município com boas notícias: conseguiu verba para concluir a Academia da Saúde localizada no distrito de Caatinga Grande.

De acordo com a Prefeitura, o recurso já está na conta da gestão. E há ainda verbas para pavimentação e construção de uma escola de grande porte. A visita foi feita ao lado do deputado federal Fernando Monteiro (PP), aliado político da gestora.

LEIA MAIS

Governo Federal pretende privatizar serviços da Transposição do Rio São Francisco

Governo quer diminuir gastos da união com Transposição (Foto: Divulgação/MDR)

O governo federal pretende privatizar serviços da transposição do Rio São Francisco. Segundo a Folha de São Paulo, o leilão da concessão deverá ser realizado em julho de 2021. Quem vencer o certame vai assumir a operação dos reservatórios, estações de bombeamento e de 477 quilômetros dos canais.

Para o governo, a privatização é uma alternativa para que os sistema da transposição – que abrange Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte – não seja dependente do Orçamento da União. “O nosso objetivo é garantir o suprimento hídrico. Nas secas que ocorreram no Nordeste de 2013 a 2016, os quatro Estados e o governo federal gastaram de R$ 4 bilhões a R$ 5 bilhões em medidas emergenciais para garantir o acesso da população à água”, disse o diretor de programa da secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), André Arantes.

A obra da transposição teve início em 2007, no governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com objetivo de conectar as águas do São Francisco a rios dos estados beneficiados. Atualmente a obra está 97% concluída. De acordo com a Folha, o plano de privatização é uma parceria entre os ministérios da Economia e do Desenvolvimento Regional, comandados por Paulo Guedes e Rogério Marinho.

Bolsonaro inaugura Sistema Adutor em São José do Egito

Bolsonaro cumpre agenda no Sertão de Pernambuco

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), voltou a Pernambuco na manhã dessa quinta-feira (1°). Depois de uma rápida passagem pela Paraíba, Bolsonaro e sua comitiva desembarcaram em São José do Egito por volta de 11h. Nesse momento, ele inaugura a primeira fase da 2ª Fase do Sistema Adutor do Pajeú.

Bolsonaro está acompanhado do líder no Senado Federal, Fernando Bezerra Coelho (MDB) e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Assim que chegou ao Sertão de Pernambuco, Bolsonaro foi recebido por apoiadores.

Não existe satisfação maior para um político do que estar no meio do povo. Vamos estar juntos do começo ao fim“, disse Bolsonaro que rebateu as críticas de que se expõe nas atividades públicas. Assim como nas visitas anteriores, ele não usou máscara e cumprimentou aliados com apertos de mão.

O presidente da República fez questão de frisar que os serviços no Sertão são resultado dos empenhos dos políticos pernambucanos. Nominalmente agradeceu a FBC e Fernando Filho, seus aliados políticos. A estimativa do Governo Federal é que, com o Sistema Adutor em funcionamento, mais de 100 mil habitantes serão contemplados com água.

Após anos de espera, Distrito de Rajada terá 10 ruas pavimentadas

Serviço já foi iniciado (Foto: Jonas Santos/Ascom PMP)

O Distrito de Rajada, zona rural de Petrolina, será contemplado com a pavimentação de 10 ruas. O anúncio foi feito pela Secretaria de Governo e Agricultura, nessa quarta-feira (22). A boa noticia é que os trabalhos já foram iniciados e colocam fim a mais de duas décadas de espera.

As vias contempladas são Rua Francisco Joaquim De Sousa; Rua Bartolomeu José Rodrigues; Rua Ambrósio Dos Santos; Avenida Zezito Bezerra; Rua João Marcos De Amorim; Rua Eduardo Nunes De Sousa; Rua Otávio José Rodrigues; Rua Antônio Luiz Do Bonfim; Rua Bruno João Rodrigues e Avenida Manoel Antônio Rodrigues Coelho.

Na estimativa da Prefeitura de Petrolina, mais de cinco mil habitantes serão beneficiados com o serviço. A pavimentação é resultado de uma parceria entre município e Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Ao todo, 32 localidades serão beneficiadas. Isso representa mais 137 ruas licitadas na cidade. O investimento gira em torno de R$ 31 milhões, com prazo de execução de até 12 meses.

Jair Bolsonaro cumprirá agenda em Petrolina e na Bahia em julho

Presidente também comentou sobre fruticultura

Em sua tradicional live de quinta-feira (2), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) comentou sobre as obras federais no Nordeste. O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, antecipou que Bolsonaro cumprirá agenda em Petrolina nos próximos dias.

Obras e recursos

O senhor brevemente vai estar em Petrolina anunciando a ampliação de área irrigada, o senhor vai anunciar a expansão de área lá, além de uma série de perímetros na região“, destacou Marinho. Outra parada será na Bahia, agendada para 10 de julho. Especula-se que a cidade escolhida é Campo Alegre de Lourdes.

Marinho esteve na região há poucas semanas, anunciando recursos ao Sertão do São Francisco e também na capital Recife. Entre os compromissos do ministro também esteve a entrega do Residencial Pomares, do “Minha Casa, Minha Vida”.

Em visita de ministro, Miguel celebra linha de crédito ao Projeto Pontal e melhorias na Feira da Areia Branca

Mais investimentos a Petrolina (Foto: Reprodução/Twitter)

A visita do ministro do Desenvolvimento Regional a Petrolina foi celebrada pelo prefeito Miguel Coelho (MDB). Além de inaugurar de forma simbólica o Residencial Pomares, Rogério Marinho anunciou uma série de serviços para a agricultura e infraestrutura.

LEIA TAMBÉM

Habitação e fruticultura são destaques na visita do ministro do Desenvolvimento Regional a Petrolina

Logo cedo Marinho assinou um convênio com o município para o Projeto Pontal. “Ele assinou o convênio que vai possibilitar o financiamento da agricultura do Projeto Pontal Oswaldo Coelho. São 300 colonos que vão poder fazer seu financiamento. Isso mexe no comércio e no serviço da cidade. A gente tem no Ministério do Desenvolvimento Regional o principal parceiro de obras de Petrolina”, destacou Miguel.

LEIA MAIS

Habitação e fruticultura são destaques na visita do ministro do Desenvolvimento Regional a Petrolina

Ações federais continuarão em Petrolina (Foto: Brena Souza/Rádio Jornal Petrolina)

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, fez sua primeira visita a Pernambuco na manhã dessa segunda-feira (22). A cidade escolhida foi Petrolina, onde ele entregou de forma simbólica alguns imóveis do Residencial Pomares.

Acompanhado do prefeito Miguel Coelho (MDB), do líder do Governo no Senado e Fernando Bezerra Coelho (MDB), Marinho ratificou o interesse do Governo Federal em conhecer a fruticultura irrigada para assim fortalecer esse setor da economia.

“Essa visita é o pontapé inicial, é a primeira visita que faço a Petrolina. A ideia é conhecermos melhor as obras de fruticultura irrigada. Existe a disposição para ampliar essa fronteiras agrícolas. Estamos em tratativas junto a bancada federal para ampliarmos as áreas irrigadas, inclusive em Petrolina. Há uma demanda reprimida devido ao sucesso“, afirmou o ministro.

LEIA MAIS

Requalificação do Bodódromo entra na segunda fase

Obra entrou em nova fase (Foto: Ascom/PMP)

A obra de revitalização do Bodódromo, um dos principais pontos turísticos de Petrolina, foi retomada. O centro gastronômico situado no bairro Areia Branca recebeu um novo investimento de R$ 1,7 milhão e as obras já foram iniciadas.

A segunda etapa da obra prevê melhorias na entrada, com instalação de letreiro indicativo e revitalização do canteiro central de acesso. Na Avenida São Francisco também será colocado um food park com quiosques. O projeto prevê ainda a implantação de um espaço dedicado ao artesanato e bicicletário.

Obra conjunta

A Prefeitura estima que essa parte da obra seja concluída em até sete meses. O serviço é executado pela Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (Seinfra) e o Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio da Codevasf.

Gustavo Canuto deixa Ministério do Desenvolvimento Regional e assume Dataprev

Críticas nos bastidores motivaram mudança (Foto: Wanderley Alves/Petrolina em Destaque)

Gustavo Canuto não é mais o ministro do Desenvolvimento Regional. Na quinta-feira (6) o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) exonerou Canuto, que será substituído por Rogério Marinho. Canuto havia pedido para deixar a pasta, mas as críticas recebidas nos bastidores nos últimos dias também pesaram para sua partida.

Marinho atuava como secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Agora Canuto – que já visitou Petrolina em várias ocasiões – passa a presidir a Dataprev, estatal responsável pelo processamento de dados das aposentadorias, com a missão de reduzir as filas do INSS.

O Ministério do Desenvolvimento Regional foi criado pelo governo Bolsonaro (iniciado em 2019) a partir da junção de duas pastas: os antigos ministérios das Cidades e da Integração Regional.

12