Caso Henry Borel: Dr. Jairinho é preso preventivamente no RJ

Dr. Jairinho teria feito sessão de tortura (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um mês após a morte do menino Henry Borel, a Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, nesta quinta-feira (8), o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade) e a mãe do garoto, Monique Medeiros. Eles estão presos preventivamente por 30 dias.

O casal foi detido no início da manhã. Eles estava na casa do pai do político, o ex-deputado estadual Coronel Jairo. No último dia 8 de março eles relataram que Henry, de apenas quatro anos, sofreu um acidente doméstico, que teria resultado na sua morte.

Acidente doméstico não foi causa da morte, segundo perícia

Porém, após perícias e a reconstituição do fato – sem a presença do casal, que se recusou a comparecer – a Polícia Civil fortaleceu a hipótese de que Jairinho agrediu Henry no condomínio de luxo onde vivia, na Barra da Tijuca. Os laudos da perícia também indiciaram que os ferimentos apresentados no corpo da vítima eram resultado de violência física.

LEIA MAIS

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella é preso em operação contra corrupção

Prefeito foi preso 9 dias antes de encerrar mandato (Foto: Reprodução/TV Globo)

Atual prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos) foi preso na manhã dessa terça-feira (22), em uma ação conjunta da Polícia Civil e Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ). A ação de hoje é um desdobramento da Operação Hades, que investiga um suposto ‘QG da Propina’ na Prefeitura do Rio.

Os mandados são cumpridos pela Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro (CIAF) da Polícia Civil e do Grupo de Atribuição Originária Criminal da Procuradoria-Geral de Justiça (Gaocrim), do MPRJ. Crivella foi preso por volta de 6h, em sua residência.

Além dele, também foram presos o empresário Rafael Alves, o delegado aposentado Fernando Moraes, o ex-tesoureiro da campanha de Crivella, Mauro Macedo, os empresários Adenor Gonçalves dos Santos e Cristiano Stockler Campos, ambos da área de seguros.

As forças policias buscam o ex-senador Eduardo Leite, que não foi encontrado em sua residência. Os presos passarão por audiência de custódia às 15h de hoje. A prisão de Crivella acontece nove dias antes de o prefeito encerrar seu mandato.