Hoje é dia de prova do Enem; fique atento aos horários e itens obrigatórios

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Dois milhões e meio de estudantes devem fazer neste domingo (24) as provas do segundo dia do Enem. No último domingo (17), mais de 50% dos inscritos faltaram ao exame.

Os portões serão abertos às 11h30 e fecham às 13h, meia hora antes do início da prova. Além dos itens obrigatórios de todo ano, como caneta e documento com foto, o estudante também precisa estar de máscara.

LEIA MAIS

Cartão de confirmação do Enem com locais de prova já está disponível

(Foto: Divulgação)

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou nesta terça-feira (5), o Cartão de Confirmação da Inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. O documento contém as principais informações sobre a aplicação da prova impressa.

As provas do Enem 2020 na versão impressa serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro. Os locais de prova do Enem Digital só serão liberados em 15 de janeiro, exame este previsto para 31/01 e 7 de fevereiro.

LEIA MAIS

Bahia quer que o MEC adie as provas do Enem

Com datas marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital), as prova do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, podem ser adiadas. A sugestão é da Secretaria estadual de Educação da Bahia (SEC), que enviou um ofício ao Ministério da Educação (MEC) solicitando a mudança. O pedido da secretaria é de que o exame seja realizado em maio.

No documento enviado a Brasília, o secretário da Educação do estado, Jerônimo Rodrigues, pede que o Ministro da Educação leve em conta o aumento significativo dos casos de contaminação pelo novo coronavírus, não só na Bahia, mas em quase todos os estados do Brasil.

LEIA MAIS

Ministério da Economia autoriza e edital para concurso da PRF deve sair em janeiro

(Foto: Divulgação/PRF)

A autorização para o concurso foi publicada nessa quinta-feira (24) no Diário Oficial da União. Embora o prazo para a publicação do edital de abertura do concurso público seja de seis meses, contados a partir da publicação da portaria, o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Eduardo Aggio informou que a banca organizadora do concurso será definida ainda este mês para que o edital saia nos primeiros dias de janeiro.

Pelo menos 1,5 mil novos agentes devem integrar a corporação em 2021. Segundo Aggio, o concurso terá 500 excedentes, além das 1.500 vagas imediatas autorizadas, totalizando 2 mil novos policiais rodoviários.

Assim como no último concurso, de 2018, a nova seleção contará com provas objetivas e dissertativas, análise de títulos, testes de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação biopsicossocial, avaliação de saúde, investigação social e curso de formação.

Cartão de confirmação do Enem será disponibilizado em 5 de janeiro

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela organização e aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, informou nesta quinta-feira (24), que o Cartão de Confirmação de Inscrição para o certame será disponibilizado a partir de 5 de janeiro de 2021.

O cartão contém número de inscrição, data, hora e local do exame. O documento poderá ser acessado na Página do Participante.

LEIA MAIS

MEC anuncia novas datas do Enem; Exame será aplicado em 17 e 24 de janeiro

(Foto: Internet)

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira (8) as novas datas da provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A primeira prova será no dia 17 de janeiro de 2021 e a segunda prova em 24 de janeiro de 2021.

O Exame estava previsto para novembro deste ano, mas houve pressão da sociedade e de parlamentares para a o adiamento das provas em virtude da pandemia do novo coronavírus.

A notícia foi anunciada em entrevista coletiva com representantes do MEC e do Inep.

Durante a entrevista, foi afirmado que a data levou em conta os alunos da rede pública. O adiamento do exame era um pleito principalmente desses estudantes que, na sua maioria e ao contrário dos alunos da rede privada, estão desde o início da pandemia sem auxílio de aulas e professores.

O MEC e o Inep afirmaram ainda que medidas sanitárias serão adotados para garantir a realização da prova com segurança.

Gonzaga Patriota defende adiamento das provas do Enem 2020

Deputado Gonzaga Patriota.

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) defende que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 sejam adiadas por conta da pandemia do coronavírus. Para o parlamentar, não é possível saber se até novembro a pandemia terá se dissipado a ponto de a prova ocorrer sem ocasionar prejuízos aos alunos. Além disso, o socialista aponta que a paralisação das aulas presenciais deixam os alunos em desigualdade, afetando principalmente aqueles que não tem acesso remoto dos conteúdos.

“Muitos estudantes não dispõem de internet em suas casas, o que dificulta o processo de aprendizagem. Além disso, existe uma diferença entre o ensino particular e o ensino público e, mesmo aqueles que estão tendo acesso às plataformas das aulas, podem não estar totalmente prontos para o Exame, já que a dinâmica do ensino foi alterada. Diante disso, defendo o adiamento da prova do Enem para que os alunos mais carentes não sejam prejudicados no processo”, defendeu Patriota.

A prova do Enem está marcada para os dias 1 e 8 de novembro. A primeira versão digital do exame será em 22 e 29 de novembro, novidade este ano. A taxa de inscrição custa R$ 85 e deve ser paga entre 11 e 28 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e correios.

Para APLB manutenção de datas do ENEM prejudica estudantes da rede pública

Contrária à decisão do ministro da Educação, Abraham Weintraub, de manter as datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem),  apesar da pandemia do novo coronavírus, a APLB-Sindicato como representante dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia defende o adiamento das provas e a discussão de novas datas.

Para o professor Rui Oliveira, coordenador-geral da entidade, a manutenção da data das provas só amplia as desigualdades e prejudica os estudantes da rede pública. “É necessário que o ministro da Educação seja sensível ao momento da Pandemia. Inclusive, para muitos estudantes da rede pública, o acesso à internet é uma realidade muito distante. E com a necessidade do isolamento social essa dificuldade é ampliada. Cabe ao ministro ter um mínimo de bom senso e alterar as datas. Os estudantes necessitam de mais tempo. Como se preparar se as aulas presenciais estão suspensas? É um absurdo a indiferença do então ministro ao declarar que ‘o ENEM não foi feito para corrigir injustiças’. Exigimos respeito e mais lucidez”, pontua  Rui.

LEIA MAIS

Inscrições para o ENEM começam na próxima segunda-feira (11)

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

As inscrições para o Enem 2020 serão recebidas entre os dias 11 e 22 de maio, somente pela internet, na Página do Participante. Quem não tiver cadastro no portal gov.br deverá fazê-lo antes de fazer a inscrição no Enem.

Para fazer a inscrição no Enem 2020 será preciso informar um CPF próprio, não sendo aceitos documentos de pai, mãe ou responsável. O estudante também precisará informar um número de celular e um endereço de e-mail.

Durante a inscrição no Enem, o sistema vai pedir que informe sua escolaridade, se necessita de atendimento especial, onde deseja fazer a prova e qual a opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol). Ao final, cada participante terá que responder um questionário socioeconômico.

As provas tradicionais do Enem 2020 serão aplicadas nos dias 1 e 8 de novembro, dois domingos consecutivos. O formato das provas será o mesmo do Enem 2019, com questões de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática, totalizando 180 itens, além da redação.

1º dia: Redação; 45 questões de Linguagens e Códigos; 45 questões Ciências Humanas
2º dia: 45 questões de Ciências da Natureza; 45 questões Matemática

Juazeiro: Colégio Estadual Hildete Lomanto cancela provas da Comissão Permanente de Avaliação

O Colégio Estadual Hildete Lomanto está localizado na Avenida Oscar Ribeiro, Centro de Juazeiro (Foto: Divulgação)

Atendendo a determinação do Governador da Bahia, Rui Costa, que decretou a suspensão imediata das aulas nas escolas da Rede Estadual de Ensino por um período de 30 dias, o Colégio Hildete Lomanto, cancelou as provas da Comissão Permanente de Avaliação – CPA, que seriam realizadas entre os dias 23 a 26 de março.

Os candidatos que já haviam marcado provas devem ficar atentos aos meios de comunicação para o anúncio de novas datas, bem como a realização de novas inscrições.

As provas são ofertadas mensalmente, de forma gratuita, pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia, para quem ainda não concluiu o ensino fundamental ou médio. Mais informações pode ser obtidas pelo número (74) 3611-6613.

A cinco dias do Enem, 1,2 milhão de inscritos não sabem local da prova

Ao todo, foram impressas 10,3 milhões de provas. (Foto: Internet)

A menos de uma semana para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cerca de 1,2 milhão de participantes ainda não sabem onde farão a prova, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Esses estudantes ainda não acessaram o Cartão de Confirmação da Inscrição, que está disponível na Página do Participante e no aplicativo do Enem, que pode ser baixado nas plataformas Apple Store e Google Play.

LEIA MAIS

MEC divulga horário de provas do Enem em cada estado

(Foto: Internet)

O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (22) orientações sobre o horário das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, em 1.727 municípios. Como a aplicação segue o horário de Brasília, dependendo do local, os relógios podem estar até duas horas atrasados, e os participantes devem ficar atentos. Cerca de 5,1 milhões de pessoas estão inscritas para o exame.

Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos e fechados em horários diferentes nos estados, isso porque, pela extensão territorial do país, existem diferentes fusos horários. Os estudantes que chegarem após o fechamento dos portões não poderão fazer o exame.

No dia 3 de novembro, os estudantes terão cinco horas e meia para fazer a prova. No segundo domingo de prova, 10 de novembro, o tempo será mais curto: cinco horas.

LEIA MAIS

“Acabou o risco de não ter Enem”, diz ministro

Ao todo, foram impressas 10,3 milhões de provas. (Foto: Internet)

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 foram todas impressas e metade delas já foi remetida aos locais de aplicação. “Acabou o risco de não ter Enem”, enfatizou o ministro da Educação, Abraham Weintraub. O Enem 2019 será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, em 1.727 municípios brasileiros. Mais de 5 milhões de pessoas farão o exame em 14 mil locais de aplicação de provas.

Ao todo, foram impressas 10,3 milhões de provas. A primeira remessa, de 408 mil provas, foi enviada no dia 3 de outubro, para locais de difícil acesso do Pará e Bahia. Outros malotes seguiram para Rondônia, Piauí, Pernambuco e Mato Grosso. Os materiais estavam sob a guarda do 4º Batalhão de Infantaria Leve do Exército Brasilieiro, em Osasco (SP).

LEIA MAIS

Provas do Supletivo e Encceja serão aplicadas aos socioeducandos da Funase nesta segunda-feira

Imagem ilustrativa

Adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas em Pernambuco farão, nesta semana, dois exames importantes para a trajetória educacional deles. Nesta segunda-feira (7), serão aplicadas as provas do Supletivo, que é promovido pela Secretaria Estadual de Educação e Esportes (SEE) e atenderá quase mil socioeducandos. Já na terça (8) e na quarta (9), será a vez do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos – Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja PPL), sob responsabilidade do Ministério da Educação (MEC). Os alunos farão as avaliações nos 11 Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) e nas oito Casas de Semiliberdade (Casem) administrados pela Funase em todas as regiões do Estado.

Nas últimas semanas, os socioeducandos participaram de aulões preparatórios promovidos por professores que atuam nas escolas da rede estadual de ensino existentes nas unidades de internação da Funase. O interesse dos alunos pelas avaliações certificadoras foi o mais alto dos últimos anos. Só o Supletivo, por exemplo, deve ter 904 adolescentes e jovens da Funase participantes, número 49,4% maior que os 605 inscritos em 2018. Já o Encceja PPL deve ter 507 socioeducandos fazendo provas, também mais que os 427 da edição passada. Ambos os exames são voltados a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade adequada e que devem ter a partir de 15 anos, para certificação no Ensino Fundamental, e 18 anos, para o Ensino Médio.

A presidente da Funase, Nadja Alencar, explica que tem sido realizado um esforço conjunto para corrigir distorções de idade-série na trajetória escolar dos alunos. “Recebemos adolescentes que, muitas vezes, antes de chegarem à Funase, já vêm de uma relação de distanciamento da escola. É desenvolvido um trabalho para que eles se reaproximem da educação formal, por meio de aulas regulares e projetos diferenciados nas escolas existentes dentro das unidades de internação e em escolas de referência das comunidades do entorno, no caso dos socioeducandos em cumprimento de medida socioeducativa de semiliberdade”, afirma.

Após o Supletivo e o Encceja PPL, os alunos ainda terão pela frente o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL), previsto para 10 e 11 de dezembro. Diferentemente das certificações de nível de ensino, essa avaliação é a porta de entrada para universidades públicas e privadas do Brasil inteiro. Ao todo, 123 socioeducandos estão inscritos nessa prova. “Foi feito todo um trabalho de reforço com os adolescentes, com atuação dos pedagogos das nossas unidades e dos professores da Secretaria de Educação. Temos expectativa de bons resultados. O sucesso dos socioeducandos nas provas de certificação é importante para que avancem na trajetória da educação formal”, avalia a coordenadora do Eixo Educação da Funase, Sônia Melo. (Ascom)

Malotes com provas do Enem começam a chegar em Pernambuco

(Foto: Internet)

Os primeiros malotes de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) destinados aos candidatos de Pernambuco já estão no Recife. O Estado tem 275.327 inscritos, que farão os testes em 79 cidades e no Arquipélago de Fernando de Noronha. A previsão é de que cheguem ainda outros cinco carregamentos, transportados sempre de avião de São Paulo até a capital pernambucana.

LEIA TAMBÉM:

Local de prova do Enem será divulgado a partir do dia 16

13 temas de redação que podem cair no Enem 2019

As provas do Enem serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, dois domingos seguidos. No primeiro haverá avaliações de linguagens, redação e ciências humanas. No segundo dia serão testes de matemática e ciências da natureza.

LEIA MAIS
123