Candidatos do Podemos ao legislativo declaram apoio a Julio Lossio Filho

(Foto: Ascom / JLF)

O candidato à prefeitura de Petrolina, Julio Lossio Filho (PSD) participou, neste domingo (18), de uma reunião com os candidatos do Podemos ao legislativo. Com a presença do presidente do partido em Petrolina, Sargento Quirino, e do deputado estadual licenciado, e secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Lucas Ramos (PSB), os candidatos declararam seu apoio à candidatura de Julio, se comprometendo a caminhar e trabalhar lado a lado com o candidato.

Julio disse estar feliz e grato pelo apoio e confiança depositados no projeto político que foi uma construção conjunta, pautada no diálogo e na união de ideias e objetivos. “Nós estamos crescendo e vamos poder alinhar nossas ideias com quem está do nosso lado. Eu tenho muita convicção de que vamos chegar lá e fico muito feliz em ter ao meu lado pessoas que estão comprometidas e dispostas a somar na nossa caminhada, a partir de agora. Nós queremos caminhar lado a lado e construir essa vitória juntos”, pontuou.

Para o presidente do Podemos em Petrolina, Sargento Quirino, essa aliança é o caminho para ampliar as possibilidades de mudança na cidade. “Somos a maior frente de candidatos de oposição à gestão atual e a decisão foi tomada por entendermos que é o melhor caminho a seguir. Esse é o caminho que encontramos o diálogo. A política precisa de diálogo para ter resultados, esse foi um dos principais motivos que nos levou a fechar o apoio ao candidato Julio Lossio Filho”, explicou Quirino.

Lucas Ramos participou das articulações de adesão e reforçou a importância desse apoio. “O Partido Socialista Brasileiro (PSB) já havia, desde a convenção, declarado apoio à candidatura a prefeito de Julio Lossio Filho porque nós entendemos que o caminho do PSB em Petrolina passa por essa conjuntura política. Essa aliança hoje se fortalece no apoio dos candidatos a vereadores filiados ao podemos, outro partido que é força de oposição em Petrolina e que se somam a esse projeto político para discutir o futuro da cidade. Misturando o amarelo com o verde, vamos fazer uma Petrolina melhor para todos”, disse.

Convenção partidária do Podemos de Petrolina acontecerá na próxima semana

Quirino e Lucas andarão juntos no atual pleito (Foto: Ricardo Banana/Reprodução)

O Podemos fará sua convenção partidária no próximo dia 11 de setembro, às 19h30, em Petrolina. Nesse ano o partido quer pelo menos três vagas para vereadores da chapa e não terá candidato à Prefeitura local. De acordo com o presidente do diretório municipal, Sargento Quirino, a solenidade contará com a presença de políticos estaduais.

LEIA TAMBÉM

“Depois de Julio sou eu”, afirma Quirino sobre preferência do governador para disputar prefeitura de Petrolina

Entre os confirmados estão o deputado-federal Ricardo Teobaldo que é o presidente estadual do Podemos e de Lucas Ramos (PSB), deputado estadual e hoje secretário no governo de Paulo Câmara (PSB). Quirino falou ao programa Super Manhã com Waldiney Passos sobre o processo de criação do partido e a expectativa ao lançamento das pré-candidaturas.

“É um partido que está preparado, foi muito difícil para a gente construir uma chapa como construímos. Queremos fazer três vereadores no voto nominal e quatro na sobra das coligações. Vamos contar com isso. Ficou definido que nós teremos a chapa proporcional e não teremos candidato a prefeito“, disse à Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS

Odacy acusa Sargento Quirino de esvaziar PSB de Petrolina, ex-vereador nega

Odacy alega que manobra busca enfraquecer nome do petista

A eleição municipal é apenas em novembro, mas no bastidor da política o clima está quente em Petrolina. Pré-candidato à prefeito, Odacy Amorim (PT) acusou o ex-vereador Sargento Quirino – hoje no Podemos – de esvaziar o PSB local.

“Eles fizeram movimento para tirar candidatos a vereador do PSB. O que Quirino ainda fala pelo PSB? Mais nada. Ele foi um dos que ajudou a esvaziar o PSB em Petrolina. Quirino demonstra um apoio [à uma candidatura]“, afirmou em entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina, nessa quinta-feira (30).

No entendimento de Odacy, o esvaziamento do PSB busca favorecer o nome do ex-prefeito de Petrolina, Julio Lóssio (PSD), que ganhou força na disputa após um encontro com o governador Paulo Câmara (PSB), no final de semana. Lóssio tem ainda apoio do deputado estadual Lucas Ramos (PSB).

PSB não foi esvaziado, afirma Quirino

Quirino rebateu a fala do ex-deputado estadual. “Preparei o Podemos para poder apoiar o deputado Lucas Ramos nessa disputa pela Prefeitura Municipal de Petrolina. Vale ressaltar que eu não esvaziei o PSB, porque a chapa do Podemos já foi construída já dentro do Podemos. Só existiu um candidato que veio do PSB, o companheiro Watta. Nenhum outro estava filiado ao PSB. Portanto nós não esvaziamos o PSB“, disse.

O Blog mostrou mais cedo que o PSB de Petrolina deve ir rachado ao pleito de novembro, haja vista que o presidente municipal, Gonzaga Patriota apoiará Odacy que é do PT (leia aqui). Enquanto isso, Lucas demonstrou ser favorável ao nome de Lóssio.

“Depois de Julio sou eu”, afirma Quirino sobre preferência do governador para disputar prefeitura de Petrolina

Pelo visto não vai ser mesmo desta vez que o ex-deputado Odacy Amorim (PT) vai poder contar com o apoio do governador Paulo Câmara, no primeiro turno das eleições deste ano, complicando um pouco seu projeto de voltar a ser prefeito de Petrolina. O motivo, é a conjuntura política reflexo da desistência do deputado Lucas Ramos (PSB) de também concorrer ao pleito. Como no momento o apoio do PSD a pré-candidatura de João Campos é importante no Recife, Petrolina poderia ser a moeda de troca, com o apoio do PSB a Julio Lossio.

Isso ficou claro na fala do ex-vereador Sargento Quiro (Podemos), em entrevista a Rádio Jornal na manhã desta quarta-feira (28). Neste mesmo veículo de comunicação, o próprio Odacy chegou a sinalizar, semana passada, pelo o apoio tanto de Lucas Ramos, quanto de Gonzaga Patriota, ambos do PSB. Paulo Câmara deixou bem claro no último sábado (25), quando entregou o Hospital de Campanha em Petrolina, que os dois deputados pessebistas serão os “condutores” desse processo aqui na cidade.

Segundo Quirino, amanhã sexta-feira (31), o governado vai receber Julio Lossio para uma conversa no Recife, logo após esse encontro o chefe do executivo estadual vai se reunir com o ex-vereador e desta forma bater o martela sobre o apoio em Petrolina.

“A pré-candidatura, ela vai ser posta pelo governador, na hora que o governador determinar ele vai dizer, porque a primeira reunião vai ser sexta-feira com Julio Lossio, lá em Recife. Depois de Júlio sou eu, então vai se tentar um acordo com o ex-prefeito Julio Lossio, essa é uma determinação que deixou muito claro o governador, não havendo essa possibilidade o caminho é de uma candidatura própria do Podemos”, afirmou Quirino.

Dificuldades para Odacy Amorim

Na avaliação de Quirino, neste processo, pesa contra Odacy, o fato do ex-presidente Lula (PT) fazer declarações extemporâneas sobre o apoio de partidos de esquerda dando prioridade apenas ao PSOL e PCdoB.

“Eu acho que aí expulsa, vai expulsando. A outra é a determinação do próprio Lula em dizer que o partido terá candidatura, quer queira, quer não, em todas as grandes cidades e em todas as capitais. Então, não respeita os aliados, isso é muito complicado porque termina ficando em segundo plano”, disse.

Outra questão avaliada pelo ex-vereador é que caso Marília Arraes (PT) vença as eleições no Recife isso, de uma certa forma, beneficiaria Odacy que é o primeiro suplente de deputado federal do PT em Pernambuco, contrariando os interesses do PSB.

“A vitória de Marília contra o nosso candidato lá João Campos, coloca Odacy na Câmara Federal, mas não está sendo levado em jogo isso, porque Odacy votou com o governador, Dulcicleide votou com o governador, esse não é momento de se criar nenhum ruído em uma relação, porque a gente tem que separar essa eleição de Petrolina da eleição de Recife”, ressaltou.