Governo de Pernambuco reconhece Situação de Emergência em 55 cidades do Sertão

Situação de Emergência é válido por 180 dias (Foto: Rafael Furtado)

O Governo de Pernambuco publicou o Decreto n° 49.424/2020, no Diário Oficial dessa sexta-feira (11), onde reconhece “Situação de Emergência”, por conta da estiagem prolongada, em 55 municípios do Sertão. No documento, o Estado destaca que a falta de chuva afetou as atividades socioeconômicas na região.

A “Situação de Emergência” tem validade de 180 dias, a contar do dia 10, quando o Decreto foi assinado por Paulo Câmara (PSB). Para elencar as cidades, o Estado levou em conta informações técnicas. No Sertão do São Francisco, constam Afrânio, Dormentes, Lagoa Grande, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista.

Confira a lista completa dos municípios a seguir:

LEIA MAIS

Seca faz Estado decretar Situação de Emergência em Juazeiro

Juazeiro também tem Situação de Emergência reconhecida pelo Estado

O Governo da Bahia reconheceu “Situação de Emergência”, por conta da estiagem prolongada em Juazeiro, região Norte do estado. Através do Decreto n° 19.842/2020, publicado no Diário Oficial desse sábado (18), Rui Costa (PT) homologou um pedido da Prefeitura, do dia 23 de junho.

A “Situação de Emergência” tem validade de 180 dias, com caráter retroativo. Ou seja, passa a contar do mês passado. “Considerando os danos decorrentes da estiagem que está a afetar as atividades econômicas e a atingir a população do Município de Juazeiro […] fica homologado o Decreto Municipal nº 451/2020, de 23 de junho de 2020, do Prefeito Municipal de Juazeiro, que declarou em “Situação de Emergência”, pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias, todo o território do referido Município”, destaca o Estado.

Cidades da região

Anteriormente o Estado já havia decretado emergência em Remanso, Abaré, Curaçá, Uauá e Casa Nova. Com o reconhecimento dos decretos municipais, as cidades citadas podem receber apoio estadual para amenizar as perdas econômicas no campo.

Bahia: Governo reconhece Situação de Emergência por conta da estiagem em Curaçá

(Foto: Internet)

O Governo da Bahia reconheceu “Situação de Emergência” em mais um município da região. A estiagem prolongada, provocada pela seca em Curaçá, na região Norte do Estado. O Decreto n° 19.835/2020 foi publicado no Diário Oficial de quarta-feira (14).

A Situação de Emergência terá duração de 180 dias, a contar 1º de julho. “Considerando os danos decorrentes da estiagem que está a afetar as atividades econômicas e a atingir a população do Município de Curaçá […] fica homologado o Decreto Municipal nº 089/2020, de 01 de julho de 2020, do Prefeito Municipal de Curaçá, que declarou em “Situação de Emergência”, pelo prazo de 180 dias, as áreas comprovadamente afetadas do referido Município”, destaca o Estado.

Enquanto durar o Decreto Estadual, o Governo da Bahia poderá dar suporte ao município nas estratégias as quais busquem amenizar as perdas provocadas pela estiagem na zona rural. Anteriormente a Situação de Emergência já havia sido reconhecida em Remanso, Casa Nova, Abaré eUauá.

Governo da Bahia reconhece Situação de Emergência por conta da seca em Remanso

(Foto: Internet)

O Governo da Bahia reconheceu “Situação de Emergência” em mais um município da região. No Diário Oficial dessa quinta-feira (9) foi publicado o Decreto n° 19.821/2020, homologando o estado por conta da seca em Remanso.

A Situação de Emergência terá validade por 180 dias, a contar do dia 20 de junho, quando a Prefeitura de Remanso reconheceu a estiagem na cidade. Dessa forma o Estado poderá contribuir, através da Defesa Civil, para amenizar os prejuízos sentidos pelos agricultores.

O Decreto é assinado pelo governador Rui Costa (PT) e pelo secretário da Casa Civil em exercício, Carlos Mello. Antes o Governo da Bahia já havia reconhecido a mesma situação em Abaré e Uauá.

Governo da Bahia reconhece Situação de Emergência em Abaré por conta da estiagem

Governo reconheceu situação de emergência (Foto: Reprodução/Facebook)

O Governo da Bahia reconheceu “Situação de Emergência” no município de Abaré. O Decreto n° 19.77/2020 foi publicado no Diário Oficial da última quinta-feira (25) e leva em conta o período de estiagem na cidade.

O decreto assinado pelo governador Rui Costa (PT) reconhece um outro decreto da Prefeitura, sancionada no dia 27 de maio desse ano. A Situação de Emergência tem validade de 180 dias a contar de maio.

“Fica homologado o Decreto Municipal nº 023, de 27 de maio de 2020, do Prefeito Municipal de Abaré, que declarou em “Situação de Emergência”, pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias, todo o território do referido Município”, destaca o Estado.

Governo da Bahia reconhece Situação de Emergência em Uauá

Além da covid, municípios do interior enfrentam longa estiagem (Foto: Divulgação)

O Diário Oficial da Bahia dessa quinta-feira (4) trouxe o Decreto n° 19.741/2020 no qual o Estado reconhece Situação de Emergência em Uauá, por conta da seca no município. De acordo com a publicação, o decreto é retroativo a 25 de maio.

Nessa data a Prefeitura havia publicado um decreto pedindo apoio por conta da estiagem. A Situação de Emergência tem validade de 180 dias. Com isso o Estado deve dar suporte a Uauá no enfrentamento da seca, através da Defesa Civil e da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (SUDEC).

Governo da Bahia reconhece Situação de Emergência em Casa Nova por conta da estiagem

(Foto: Reprodução/Site da prefeitura de Casa Nova)

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), reconheceu nessa quinta-feira (7) a Situação de Emergência no município de Casa Nova (BA), por conta da estiagem que afeta a cidade. O Decreto n° 19.680/2020 é válido por 150 dias, a contar de forma retroativa em 27 de abril.

Nessa data a Prefeitura decretou Situação de Emergência, agora reconhecida pelo Estado. Com isso, Casa Nova poderá receber ajuda estadual no enfrentamento à seca. O município não informou as localidades mais afetadas pela estiagem.

Prefeitura de Cabrobó decreta Calamidade Pública por conta da pandemia do covid-19

Cabrobó ainda não teve casos confirmados (Foto: internet)

Cabrobó (PE) é mais um município do Sertão a decretar Situação de Emergência, devido à pandemia do novo coronavírus. Em um decreto publicado no Diário Oficial de sexta-feira (27), o prefeito Marcílio Cavalcanti (MDB) assinalou Calamidade Pública e adotará medidas mais duras ao enfrentamento do covid-19.

O Decreto n° 012/2020 tem validade de 180 dias, podendo ser prorrogável pelo mesmo período, se assim o município achar necessário. “Os órgãos e entidades da Administração Pública Municipal adotarão as medidas necessárias ao enfrentamento do “Estado de Calamidade Pública”, destaca o documento.

Até o momento Cabrobó não registrou casos confirmados do covid, mas vem monitorando mais de 50 pessoas as quais fizeram viagens a locais onde já houve registro da doença.

Unidades do SAC no interior da Bahia atenderão apenas serviços agendados a partir de segunda-feira

Unidade de Juazeiro funcionará apenas para atender demandas agendadas

Cumprindo o decreto estadual de emergência durante a pandemia do coronavírus, o SAC Bahia suspendeu atendimentos presenciais na capital Salvador e outros municípios com casos confirmados da doença: Feira de Santana, Prado, Porto Seguro, Lauro de Freitas e Simões Filho.

Nas demais unidades, a partir de segunda-feira (23) somente serão realizados atendimentos agendados pelo telefone ou internet. O SAC Móvel continuará normalmente durante a vigência do decreto assinado pelo governador Rui Costa (PT).

Em todo estão funcionam 37 unidades: 12 na capital, quatro na região metropolitana e 21 no interior, incluindo Juazeiro. Quem precisar de algum serviço ofertado nas unidades físicas pode ligar para 0800 071 5353 e agendar o serviço.

 

Municípios do Sertão pernambucano adotam medidas contra o coronavírus

Prefeituras buscam adotar medidas de prevenção (Foto: Cadu Rolim/FotoArena/Estadão Conteúdo)

Em meio ao surgimento de novos casos confirmados e suspeitos de coronavírus no Brasil e em Pernambuco, várias cidades do Sertão têm adotado medidas preventivas ao covid-19. Em Bodocó, a Prefeitura anunciou a suspensão das aulas na rede municipal a partir de hoje (18).

LEIA TAMBÉM

Juazeiro: Prefeitura declara Situação de Emergência por conta do coronavírus e estende suspensão das aulas

Miguel decreta estado de emergência; Petrolina tem nove casos suspeitos de coronavírus e três de H1N1

Afrânio

A partir de hoje estão suspensas as aulas, atividades de grupo de idosos, atendimentos no setor do Bolsa Família, viagens do Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e eventos públicos com mais de 50 pessoas. “Não é momento para pânico. Mas tratamos a situação com a devida cautela“, explicou a Prefeitura.

Cabrobó

A Prefeitura de Cabrobó precisou emitir uma nota para justificar a não paralisação das aulas. Segundo a gestão, não era possível adotar medidas enquanto o Governo do Estado não se posicionasse, algo feito ainda no final de semana. Todavia, a partir dessa quarta-feira as aulas estão paralisadas.

LEIA MAIS

Juazeiro: Prefeitura declara Situação de Emergência por conta do coronavírus e estende suspensão das aulas

Prefeito anunciou novas medidas preventivas (Foto: Blog Waldiney Passos)

O prefeito de Juazeiro (BA) Paulo Bomfim anunciou medidas mais efetivas na prevenção ao coronavírus. Durante uma coletiva de imprensa convocada para a manhã dessa terça-feira (17), ele assinou o Decreto nº 241/2020 no qual determina Situação de Emergência no município.

LEIA TAMBÉM

Juazeiro: Prefeitura suspende aulas e eventos públicos por sete dias

De acordo com a Secretaria de Saúde (SESAU), até hoje são 26 casos notificados de H1H1, dos quais seis foram descartados, 15 permanecem em investigação e cinco já foram confirmados, um deles resultou em morte. Em relação ao coronavírus, são quatro suspeitos: dois descartados e o restante em observação domiciliar.

“Estamos nos reunindo praticamente todo os dias, às vezes até duas vezes ao dia para ver como é que a gente faz para evitar um surto em Juazeiro. É importante a prevenção, se esse vírus chegar aqui e eu acho que vá chegar, ele chegue mais leve”, pontuou o prefeito.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco declara situação de emergência em 54 cidades do Sertão

(Foto: Rafael Furtado)

54 municípios do Sertão de Pernambuco foram incluídos no Decreto n° 48.801/2020, publicado no Diário Oficial do Estado desse sábado (14). Dessa forma, fica determinada Situação de Emergência na região, por conta da estiagem prolongada.

O decreto leva em conta o impacto da seca na economia, agropecuária e o baixo nível dos reservatórios das cidades. A Situação de Emergência é válida por 180 dias, a contar de hoje. Afrânio, Araripina, Lagoa Grande, Petrolina e Serra Talhada são alguns dos municípios incluídos na lista.

Confira a seguir a lista completa das cidades em Situação de Emergência por consequência da seca:

LEIA MAIS

Governo da Bahia reconhece Situação de Emergência em Curaçá, devido à estiagem prolongada

Seca está afetando economia local (Foto: Internet)

O Governo da Bahia publicou no Diário Oficial dessa sexta-feira (31) o Decreto n° 19.433/2020 que declara Situação de Emergência no município de Curaçá, região Norte do Estado. De acordo com o Estado, a estiagem prolongada está afetando as atividades econômicas da cidade e consequentemente, a população.

O Decreto estadual reconhece um outro decreto municipal, datado de 3 de janeiro. A Situação de Emergência tem validade de 180 dias, a contar da publicação no Diário Oficial de Curaçá. Nesse período tanto Governo da Bahia, quanto a Prefeitura Municipal devem adotar medidas para ajudar as populações mais afetadas pela estiagem.

Governo de Pernambuco decreta ‘situação de emergência’ em 61 municípios

(Foto: Ilustração)

O governador Paulo Câmara decidiu decretar ‘situação de emergência’ pelo período de 180 dias em 61 município do Agreste do Estado em razão da estiagem. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado na última sexta-feira (17).

No decreto, o governo aponta como um dos argumentos “a redução das precipitações pluviométricas que assolam os municípios do Estado para níveis inferiores aos da normal climatológica e a queda intensificada das reservas hídricas de superfície provocada pela má distribuição pluviométrica na região”.

O texto do decreto ainda destaca que “compete ao Estado a preservação do bem-estar da população e das atividades socioeconômicas das regiões atingidas por eventos adversos, bem como a adoção imediata das medidas que se zerem necessárias para, em regime de cooperação, enfrentar situações emergenciais”.

Confira as cidades

  • Agrestina
  • Águas Belas
  • Alagoinha
  • Altinho
  • Angelim
  • Belo Jardim
  • Bezerros
LEIA MAIS

Governo da Bahia reconhece Situação de Emergência em Remanso

Município enfrenta estiagem prolongada (Foto: Internet)

O Governo da Bahia publicou na terça-feira (7) o Decreto n° 19.386/2020, no qual homologa Situação de Emergência no município de Remanso, interior do Estado. Segundo o Estado, a estiagem tem causado danos e isso está afetando “as atividades econômicas”.

A população também é atingida diretamente pela estiagem prolongada e cabe a Defesa Civil adotar medidas para amenizar os problemas enfrentados pela comunidade. O decreto tem validade de 180 dias, retroativo a 23 de dezembro de 2019, quando a Prefeitura de Remanso declarou emergência.

O vice-governador da Bahia, João Leão foi o responsável pela assinatura do decreto, já que Rui Costa (PT) ainda se recupera de uma cirurgia para remoção de nódulos mamários, realizada em São Paulo.

12