Cabrobó também adere a campanha da Vacinação Solidária

(Foto: Ilustração)

A Prefeitura de Cabrobó (PE) é mais uma da região a aderir à campanha da “Vacinação Solidária”. O objetivo é ajudar as pessoas carentes de forma simples: quem for se vacinar contra a covid-19 é convidado a doar mantimentos não perecíveis.

Para isso, há caixas identificadas com panfletos da campanha estarão disponíveis nos pontos de vacinação. Tudo que for coletado será repassado para as Associações Sociais e destinadas às famílias que estão em situação de vulnerabilidade e risco social.

A ação é voluntária, ou seja, não é obrigatória a doação no momento da vacinação. A “Vacinação Solidária” é coordenada pelo programa Corrente do Bem, do governo municipal, que é executado pela Secretaria de Assistência Social em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde.

Petrolina, Salgueiro, Santa Maria da Boa Vista, Casa Nova e Paulo Afonso são alguns dos municípios onde essa corrente do bem já existe.

Drive Thru Solidário’ organizado pela Prefeitura de Juazeiro e TV São Francisco acontecerá nesta sexta e sábado para ajudar artistas

A Prefeitura de Juazeiro e a TV São Francisco vão abrir, nesta sexta-feira (7), às 9h, a terceira edição do ‘Drive Thru Solidário’, na Orla I da cidade. Nesse primeiro dia, a ação será encerrada às 17h. O evento terá continuação no sábado (8), das 9h às 14h. O objetivo é arrecadar alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e materiais de limpeza. Os donativos arrecadados serão destinados aos artistas e trabalhadores da cultura em situação de vulnerabilidade social.

“Esse Drive Thru faz parte de um conjunto de ações que a prefeita Suzana Ramos, junto com a Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (Seculte), vem planejando para amenizar os efeitos econômicos da pandemia sobre a classe artística. Eu convido toda a população juazeirense a fazer parte dessa rede de solidariedade”, diz o gestor da Seculte, Sérgio Fernandes.

LEIA MAIS

80 famílias serão beneficiadas com vale-alimentação doados pela ADRA de Juazeiro

80 famílias de Juazeiro (BA) serão contempladas por uma ação voluntária da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA). A entidade doará 80 vales-alimentação a pessoas em vulnerabilidade social. A entrega dos cartões acontece hoje (6), às 19h, no Templo Adventista Central.

Cada uma receberá R$ 120,00 liberados para compras em supermercados no mês de maio e mais R$ 120,00 no mês de junho. Totalizando 240 reais de benefício para as famílias selecionadas.

A ADRA foi criada em 1956 e desde então atua em todo país. Além das ações emergenciais, a Agência desenvolve projetos contínuos de desenvolvimento humano dentro de 9 grandes áreas: Água, Saneamento e Higiene; Saúde Comunitária; Crianças em Situação de Vulnerabilidade; Resposta e Gestão de Emergências; Nutrição e Redução da Fome; Geração de Emprego e Renda; Promoção da Ação Judicial; Garantia de Direitos e Igualdades entre Sexos; Valorização da Mulher.

Atletas da Juazeirense arrecadam alimentos e ajudam asilo no bairro Kidé

(Foto: Ascom)

A Desportiva Juazeirense é o time do momento no interior da Bahia. E além de mandar bem dentro de campo, os atletas do Cancão de Fogo também fizeram bonito fora dele. Um grupo liderado pelo meia Clebson, o volante e capitão Waguinho e o zagueiro Wendell promoveu uma ação social.

Arrecadação no rachão

Com apoio do supervisor Rodrigo Gois, o grupo da Juazeirense arrecadou alimentos não perecíveis e doou a um asilo localizado no bairro Kidé. Os mantimentos foram obtidos nos “rachões” do elenco. “Durante nossos rachões, acordamos que, quem perder, dará um valor para ajudar a quem mais precisa nesse momento”, disse Clebson.

Folga do futebol

Neste final de semana o elenco ganha uma folga, após empatar em 1×1 com o Vitória e garantir a melhor campanha da Primeira Fase do Campeonato Baiano. Ontem (23), o Cancão de Fogo conheceu o adversário da Terceira Fase na Copa do Brasil.

Comissão da Mulher da Câmara de Petrolina pede ajuda a mulheres chefes de família afetadas pela pandemia

Maria Elena é presidente da Comissão e apresentou pedido em conjunto com Samara da Visão (Foto: Jean Brito/Ascom CMP)

Únicas representantes femininas na Câmara de Petrolina, Maria Elena de Alencar (MDB) e Samara da Visão (PSD) se uniram para ajudar as mulheres chefes de família. O objetivo é contribuir com alimentos para garantir o alimento diário durante a pandemia da covid-19.

LEIA TAMBÉM

Samara da Visão propõe Bolsa Emergencial à famílias de baixa renda de Petrolina

O pedido foi apresentado através do Requerimento n° 131/2021, votado na sessão da última terça-feira (13). “É um requerimento da Comissão Permanente da Mulher e nós estamos solicitando ao prefeito, através do Transforma Petrolina e da Secretaria de Desenvolvimento Social para que a gente possa estar contribuindo com essa arrecadação e que haja possibilidade de distribuição a mulheres chefes de família desempregadas“, contou ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS

Legião da Boa Vontade lança ação nacional para ajudar famílias em vulnerabilidade

A Legião da Boa Vontade (LBV) segue firme na vontade de fazer o bem. O grupo está promovendo uma ação para ajudar famílias um vulnerabilidade social a nível nacional. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em cinco anos, a fome aumentou no Brasil e já são 10,3 milhões de pessoas que vivem em insegurança alimentar grave no país.

Essa situação se agravou com a pandemia da covid-19 e sensibilizados com a realidade brasileira, a LBV quer ajudar o próximo. Através da Campanha Diga SIM, o grupo pretende entregar 85 mil cestas básicas nas cinco regiões do Brasil.

Alimentos a quem precisa

Além das cestas, a LBV almeja conseguir 242 mil litros de leite; 91 mil kits de higiene e de limpeza; e ainda 20 mil cobertores para famílias que residem em regiões onde o inverno é mais rigoroso. O grupo tem constantemente promovido ações no Sertão baiano e pernambucano e para isso, precisa da sua ajuda.

LEIA MAIS

Projeto Mão Amiga arrecada alimentos para ajudar famílias carentes de Afrânio

A onda de solidariedade também está presente em Afrânio, no Sertão do São Francisco. Lá, o projeto Mão Amiga está arrecadando alimentos para ajudar famílias afetadas pela pandemia e que hoje, encontram-se em vulnerabilidade social.

As doações de alimento podem ser feitas presencialmente na Ótica Lancer de Afrânio e na Motobil. Além disso, é possível contribuir em dinheiro através do PIX 87988763642. A meta inicialmente é montar 200 cestas básicas.

Para mais informações basta entrar em contato com os seguintes números (87) 9 8106-9158, (87) 98842-2274, (87) 98876-3642 ou (87) 98102-0966. Os trabalhos do grupo podem ser acompanhados através das redes sociais (clique aqui).

Municípios abraçam campanha da vacina solidária para ajudar pessoas em vulnerabilidade

Doações podem ser feitas durante a vacinação contra covid (Foto: Ascom Transforma Petrolina)

Uma corrente do bem está se espalhando pelo Sertão. Desde o anúncio da campanha da Vacina Solidária, abraçada por Salgueiro (PE), diversas outras cidades da região têm adotado a ideia. Petrolina e Santa Maria da Boa Vista, ambas em Pernambuco, além de Paulo Afonso (BA) também resolveram promover o bem.

A campanha é simples e tem sido observada inclusive em outros estados, como Minas Gerais. Quem vai se vacinar nos postos fixos ou drive-thru é convidado a doar alimentos para famílias em vulnerabilidade. Aqui em Petrolina a corrente do bem seguirá ao longo da imunização dos públicos-alvo contra covid.

Transforma Petrolina

Todo material doado é encaminhado ao Transforma Petrolina. Diariamente as equipes vão aos locais recolher os donativos e os próprios voluntários da plataforma atuam para montar as cestas básicas. A prioridade são as pessoas em vulnerabilidade social.

LEIA MAIS

Após ação de Páscoa, ONG promove campanha para ajudar famílias em vulnerabilidade

Na semana passada a ONG Rua de Baixo alegrou a Páscoa de crianças que residem em situação de vulnerabilidade no Vale do São Francisco. E a boa vontade dos voluntários não para por aí. Agora o grupo está se mobilizando para montar cestas básicas e doar a famílias em dificuldade.

Neste momento estão sendo solicitados alimentos não perecíveis e produtos de higiene. O foco é ajudar quem está com dificuldades financeiras, provocadas pelo agravamento da pandemia. Até março as atividades econômica estavam suspensas e os mais pobres são os mais afetados.

Para ajudar  basta doar R$ 50,00 (valor da cesta básica) via link da vaquinha online, PIX ou presencialmente na Shopcar Equipadora, localizada na Avenida da Integração, em Petrolina.

LBV distribui 400 kits de materiais escolares na zona rural de Curaçá

Cerca de 400 kits foram entregues(Foto: Ascom)

Crianças residentes na cidade de Curaçá (BA) foram contempladas pela Legião da Boa Vontade (LBV) com materiais didáticos. A ação acontece no momento em que muitas estão com as aulas interrompidas e as famílias enfrentam dificuldades financeiras por conta das restrições de atividades econômicas.

De acordo com a LBV, 400 kits foram entregues aos meninas e meninas de Curaçá, todos de família em vulnerabilidade social. Os materiais foram distribuídos no começo do mês nos povoados de Santana, Santo Antônio e Caratacá.

Os kits são compostos por uma mochila com caixa de giz de cera, canetinhas hidrocor, lápis preto e de cor, canetas, estojo, apontador, borracha, régua, cadernos universitário, de desenho e de brochura, tesoura sem ponta. A ação é voluntária e para contribuir com a LBV basta entrar em contato via site ou pelo telefone 0800 055 50 99.

Madrasta cria vaquinha virtual para ajudar enteada com paralisia cerebral

O bom exemplo de hoje vem do interior de Pernambuco. A artesão Juliana Vasconcelos é de Santa Maria da Boa Vista e iniciou uma campanha para ajudar sua enteada, Renata Camili, de 16 anos. A jovem nasceu com paralisia cerebral e precisa de uma cadeira de rodas com encosto.

Renata reside em Catalunha. O pai, Francisco Luciano da Silva é padeiro e a mãe, Ângela Maria Lima do Nascimento é cabeleireira. O dinheiro que ambos ganham dá para o básico das famílias, por isso surgiu a ideia da vaquinha.

A atual cadeira de Renata já está velha e não é adequada a jovem. Porém, uma nova custa em torno de R$ 4 mil. Foi então que a madrasta resolveu lançar uma vaquinha virtual e o caso repercutiu nacionalmente. “Ela nasceu com paralisia cerebral. Sempre foi cuidada pelos pais e principalmente pela avó paterna. A primeira cadeira foi comprada com o dinheiro que ela recebe do governo, só que essa cadeira nova é muito cara. Porém, ela precisa muito, custa quase quatro mil reais, nem o pai nem a mãe têm condições de comprar. Estamos fazendo rifas, vaquinhas, e pedindo ajuda nas redes sociais”, conta Juliana ao portal Outros Quinhentos.

Além da cadeira, Renata também precisa de acompanhamento de um fisioterapeuta. Para ajudar a família basta ajudar doando através da vaquinha ou fazer um PIX 87996437165.

Família pede ajuda para o tratamento da pequena Larissa Vitória

Larissa Vitória Cassiano, tem 3 anos de idade é natural de São José do Belmonte, em Pernambuco. Ela é portadora de uma doença chamada Hipóxia Perinatal, a qual manifesta na criança comprometimento motor e cognitivo. Por causa da enfermidade Larissa não consegue andar. Mas os pais descobriram que existe tratamento, o problema é o preço a pagar por ele.

A família resolveu fazer um tratamento com células regenerativas para melhorar sua qualidade de vida da filha. O problema é que cada sessão custa R$ 16.700. Para complicar mais ainda, os pais de Larissa estão desempregados. Na esperança de conseguir recursos para continuar o tratamento, vão realizar uma rifa de um terço de outro e uma corrente, ambos com valor estimado em R$ 4.900 e disponibilizaram uma vaquinha na internet, que pode ser acessada clicando aqui.

LEIA MAIS

Você pode ajudar Pituxa?

A pergunta é um apelo para tentar salvar a vida da cachorrinha Pituxa, uma cadela idosa de 12 anos de idade, que está passando por vários problemas de saúde. A mesma foi diagnosticada com insuficiência cardíaca congestiva  e um possível tumor de mama.

A cadela foi submetida a exames clínicos, de hemograma, funções renais e hepáticas, eletrocardiograma e raio X. Nos exames clínicos foram identificados vários nódulos espalhados pelas mamas dela. Já no eletrocardiograma foi observada uma alteração na região arterial e no raio X um aumento no coração que está pressionando a traqueia, causando assim uma insuficiência cardíaca congestiva.

Quem puder ajudar a Pituxa a vencer mais esse obstáculo pode contribuir com a contas acima.

Luto: APLB-Sindicato emite nota de pesar por morte de professora de Juazeiro

A manifestação de pesar da APLB-Sindicato dos professores de Juazeiro (BA) e região, é externada em razão do falecimento da professora Anilte de Oliveira Rodrigues, que faleceu nesta quarta-feira (27) vítima da Covid-19, na cidade baiana.

A mestra, que pertencia a rede estadual de ensino da Bahia, já estava aposentada mas lecionou nos colégios Rui Barbosa e Paulo VI. O enterro aconteceu hoje mesmo no cemitério central de Juazeiro.

APLB MANIFESTA PESAR PELA MORTE DA PROFESSORA ANILTE DE OLIVEIRA RODRIGUES

Exemplo: voluntária confecciona toucas de crochê a pacientes com câncer

Fernanda Guimarães produz toucas para pacientes com câncer (Foto: Arquivo Pessoal)

Fazer o bem e não olhar a quem. Essa célebre frase bem que poderia ter sido dita pela Fernanda Guimarães Carvalho. Ela é idealizadora de uma ação que tem ajudado na melhora da autoestima de pacientes com câncer, atendidas no Hospital Dom Tomás de Petrolina.

Fernanda confecciona toucas de crochê e entrega o produto no Dom Tomás. A ideia surgiu em um momento difícil da vida da voluntária. Mas ela soube buscar forças ao navegar pelo mar agitado e encontrou um propósito de vida. Esse material é para que eu possa confeccionar toucas de crochê. Todas são entregues ao Hospital Dom Tomás“, conta Fernanda.

Para confeccionar as toucas de crochê ela precisa de ajuda e você pode contribuir com qualquer quantia através da vaquinha online. Com a sua colaboração o trabalho da Fernanda seguirá e a corrente do bem fica mais fortalecida. “Ao estar empenhada na produção das toucas de crochê, eu penso com amor e dedicação em quem receberá esse gesto de carinho“, relata.

123