Empresa de Petrolina organiza 4ª edição de natal solidário; saiba como ajudar

O Natal se aproxima e a Controller Contadores está promovendo a quarta edição do ‘Controller Solidário’. O objetivo é arrecadar alimentos não perecíveis, que serão entregues à uma instituição de caridade. No ano passado, o grupo arrecadou meia tonelada de alimentos.

Quem desejar contribuir, pode procurar a sede da Controller, na Rua Irmã Jerônima, 108, Centro de Petrolina e doar 1kg de alimento. As doações devem ser feitas até 16 de dezembro.

“Estamos chegando a reta final para nossas arrecadações. Existem centenas de pessoas que precisam de nossa ajuda, de nosso apoio, por menor que seja. Aquilo que parece pouco pra gente, pode ser a resposta da oração daqueles necessitados. Junte-se a nós, doe aquilo que estiver ao seu alcance, mas não deixe de ajudar“, diz a instituição.

Moradora de Casa Nova precisa de ajuda para realizar procedimento cirúrgico

Maria Nivalda de Andrade é moradora de Lagoa do Vicente, no interior de Casa Nova (BA). Ela precisa ser submetida a uma cirurgia, por conta de um problema no esôfago. Ela foi diagnosticada com megaesôfago chagásico, problema provocado pela picada do barbeiro.

O procedimento é realizado na rede pública, mas a família busca antecipar a cirurgia, já que no SUS a demora pode atrapalhar a saúde de dona Nivalda, que atualmente perdeu peso e está muito debilitada, já que não consegue se alimentar corretamente.

Segundo a família, o procedimento gira em torno de R$ 20 mil na rede privada. Porém, até o momento R$ 3 mil já foram arrecadados. Para ajudar dona Nivalda, basta fazer uma transferência para esta chave Pix: 865 066 525 00 ou contribuir com a Vaquinha.

Com câncer de estomago e sem poder trabalhar, pedreiro aguardando liberação de benefício de INSS

Lutando contra um câncer de estômago, José Arnaldo Ferreira, de 54 anos, está aguardando a aprovação do benefício do INSS e a família está passando por dificuldades para sobreviver. Ele mora em Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

LEIA TAMBÉM

Com pai lutando contra um câncer, leitora relata dificuldades em conseguir atendimento no CRAS do bairro Dom Avelar; Prefeitura responde

Segundo a filha de seu José Arnaldo, o beneficio do pai ainda não foi liberado e a família passa por dificuldades para sobreviver. “O benefício do meu pai ainda não foi liberado, ainda esta em análise, ele ainda esta na mesma situação”, contou.

José Carlos é pedreiro e vivia de pequenos serviços na cidade para manter a esposa e os três filhos, após o diagnóstico de câncer ela precisa de ajuda para manter a família.

O INSS

Nós entramos em contato com a assessoria de imprensa do INSS e estamos aguardando uma resposta.

Como ajudar?

Para ajudar é só entrar em contato com a filha de seu José Arnaldo Ferreira pelo telefone 87 99644-9747 , o número também é whatsapp.

Ajuda: paciente internada no HU precisa de doação de sangue

(Foto: iStock/Thinkstock)

A família de Maria Isabel Duarte entrou em contato com o Blog, pedindo ajuda para divulgar uma campanha. Dona Isabel está internada no Hospital Universitário de Petrolina e precisa de doações de sangue.

Ela foi submetida a uma cirurgia no fêmur, mas perdeu muito sangue. E agora está precisando de doações do tipo O+. Os leitores podem ajudar comparecendo ao Hemope, na Rua Pacífico da Luz, Centro da cidade e fazer doações no nome de Isabel.

Grupo de corrida se une para desafio e doação de sangue coletiva para o Hemope de Petrolina

Grupo vai promover doação coletiva no próximo dia 20/10 (Foto: Cortesia)

No dia 20 de agosto um grupo de Petrolina se reuniu para praticar esporte e ajudar os outros. Através do Desafio Meta 100 km, os participantes tinham 50 dias para concluir a meta do projeto, feito este que acontece no último dia 8 de outubro.

Agora, os envolvidos terão mais duas missões: se unir para fazer uma doação de sangue coletiva, para ajudar o estoque do Hemope de Petrolina. Entre os envolvidos no desafio estão pessoas com mais de 100 kg e idosos.

E por fim, o “Desafio Meta 100” será encerrado com um Corridão em tropa, com todos os participantes, no próximo dia 17 de outubro, na Orla de Petrolina.

Solidariedade: Família de jovem vítima de violência, em Petrolina, faz vaquinha virtual para custear reabilitação

A família do jovem Giovani Guimarães está fazendo uma campanha para ajudar na recuperação do rapaz. De acordo com os familiares, Giovani foi atingido, na cabeça, por um tiro de arma de fogo. O fato aconteceu em setembro após ele presenciar um homicídio em Petrolina. Depois de passar por vários procedimentos cirúrgicos, ele precisa agora realizar a reabilitação.

 

Para ajudar nos custos médicos, amigos e familiares iniciaram uma “vaquinha virtual”, a fim de arrecadar fundos. As contas disponíveis são: PIX 87988556652 – Thaina Guimarães dos Santos Cavalcanti. E, conta corrente Bradesco, agência 1122, conta 0100947-8, CPF 47672048449,  Ozias Alves de Barros.

O negativo: Petrolinense faz apelo por doação de sangue

Familiares e amigos da petrolinense Antonia Alves da Silva bandeira, de 60 anos, iniciaram uma campanha nas redes sociais para pedir doação de sangue, tipo ‘O Negativo’, para ajudar no seu tratamento de câncer. Segundo a família, em entrevista ao blog Carlos Britto, Antonia está com anemia em estado avançado e precisa de sangue para seguir com a quimioterapia.

Após a quimioterapia, ela fará a radioterapia, e só depois poderá realizar a cirurgia de retirada da mama. O sangue ‘O negativo’ é muito raro, por isso pedimos que, quem puder, doe”, explicou uma familiar, ressaltando que qualquer tipo de sangue já ajuda no estoque dos hospitais.

ONG Rua de Baixo realiza entrega de Kits Escolares para crianças de três comunidades carentes de Petrolina

A OGN Rua de Baixo realizou a distribuímos Kits Escolares para crianças que precisavam retornar às aulas presenciais, mas não tinham condição de comprar seu material escolar. A ação solidária foi realizada no dia 5 de setembro.

LEIA TAMBÉM

ONG Rua de Baixo realiza campanha para arrecadar materiais escolares; Veja como ajudar!

18 voluntários da ONG realizaram a ação em três comunidades assistidas pela instituição. Foram distribuídos  162 Kits Escolares para crianças da Comunidade Vila Da Fé, no João De Deus; Comunidade Vila Salina, no bairro Pedro Raimundo e no Assentamento José Arnaldo, Projeto N4.

O Presidente da ONG Rua de Baixo, Victor Cavalcanti, agradeceu a colaboração de todas as pessoas que doaram os materiais escolares. “Gostaríamos de agradecer aos nossos voluntários por toda boa vontade em participar dessa ação. Agradecer aos nossos colaboradores… empresas que tem apoiado e acreditado no nosso trabalho. E agradecer a todas as pessoas que contribuíram via PIX e Vakinha. Foi possível ajudar todas essas crianças, graças a mobilização e a doação de cada um de vocês. Muito obrigado de verdade”, destacou.

ONG Esmeralda Mães e bebê lança campanha para arrecadar donativos em Petrolina

Com o objetivo de ajudar mães, crianças e idosos, a ONG Esmeralda Mães e Bebês está lançando uma campanha para arrecadação de enxoval e acessórios para recém-nascidos,  as peças podem ser novas ou usadas em bom estado. A ONG também está recebendo doações de fraldas infantis e geriátricas.

A campanha está recebendo ainda PIX solidário por meio da chave celular 87.98852.2322.

Segundo a coordenadora da ONG Esmeralda Mães e Bebês, as doações serão entregues nas  maternidades da cidade, na Casa de Repouso Cantinho do Aconchego e para idosos e em situação de vulnerabilidade social de Petrolina.

Em parceria com a prefeitura, projeto do Transforma Petrolina leva serviços para a Vila Rotary

Resgate da autoestima. Essa foi a definição dos moradores da Vila Rotary para a segunda edição do projeto Ruas Brincantes, coordenado pelo Transforma Petrolina, em parceria com a prefeitura. A ação levou cor para as ruas e também para a vida das pessoas. Cumprindo todos os protocolos de segurança, devido a pandemia do novo coronavírus, as equipes se espalharam pelas seis ruas do bairro levando, além dos serviços, esperança para a comunidade.

A ação contou com limpeza do bairro, pintura das casas, corte de cabelo, atividades lúdicas com as crianças, vacinação dos animais, além de diversos serviços de saúde para toda a população. De acordo com a assessora técnica do Transforma Petrolina, Kátia Carvalho, a equipe está há 15 dias dentro da comunidade realizando diversas ações.

LEIA MAIS

Com câncer de estômago, petrolinense pede ajuda para manter a família; Ele está internado em Recife

José Arnaldo Ferreira, de 54 anos, mora no residencial Monsenhor Bernadino, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, e está internado no Hospital Osvaldo Cruz em Recife, capital do estado, com câncer de estômago.

Diagnosticado com a doença há um mês,  seu José Arnaldo, que é pedreiro e vivia de pequenos serviços na cidade para manter a esposa e os três filhos, precisa de ajuda para manter a família. Devido as dores causadas pelo câncer, ele não consegue mais trabalhar.

Segundo a filha de seu José Arnaldo, o pai está aguardando o relatório médico para depois dar entrada no benefício de auxílio doença no INSS.

Como ajudar?

Para ajudar é só entrar em contato com a filha de seu José Arnaldo Ferreira pelo telefone 87 99644-9747 , o número também é whatsapp.

Caminhão da Solidariedade entrega mais de 27 toneladas de alimentos às famílias do Sertão Baiano

Mais de 24,3 milhões de pessoas vivem abaixo da linha de pobreza no sertão, segundo dados do IBGE do ano de 2020. Com o intuito de amenizar esse cenário, a Legião da Boa Vontade (LBV) mobilizou seus doadores e parceiros para beneficiar famílias em situação de insegurança alimentar que vivem no sertão baiano e que ainda sofrem os impactos da pandemia da COVID-19, que afetou a geração de renda, potencializando alguns problemas da região.

Mais de 27 toneladas de alimentos foram arrecadadas, além de kits de limpeza, higiene e máscaras de proteção facial para mais de 1500 famílias sertanejas. O Roteiro Solidário passou por Juazeiro, Curaçá, Sobradinho e Uauá, percorrendo mais de 1400km, com cerca de 20 horas na estrada, para levar um pouco de esperança aos sertanejos.

Vale destacar que nesta região, muitos habitantes moram em casas de taipa e alvenaria, com outras famílias, e dependem da agricultura e da pesca para sobreviver. Nessa época do ano, com as chuvas ainda mais escassas, a reserva de água é insuficiente para esses pequenos agricultores plantarem, e o pouco que plantam, não arriscam vender.

LEIA MAIS

Petrolina: Sem benefício do INSS, mãe de criança com paralisia cerebral pede ajuda para se alimentar: “Não sei nem o que vou comer hoje”

Paula Fernanda de Souza Vitorino é mãe de três crianças, uma delas, uma menina de 2 anos, tem paralisia cerebral e não recebe o auxílio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ela e os filhos moram no residencial Monsenhor Bernardino em Petrolina, no Sertão pernambucano.

À nossa reportagem, Paula disse que o solicitou ao INSS a inclusão da filha no Benefício de Prestação Continuada (BPC) o ano passado, mas o pedido está aguardando análise. Esse benefício que é destinado à pessoas com deficiência.

Ainda segundo Paula, ela e os filhos precisam de ajuda para se alimentar. ” Eu estou desempregada, não tenho como trabalhar e, nesse momento, aqui em casa não tem nada. Sem nada mesmo, não sei nem o que vou comer hoje”, explica.

Como ajudar?

Se você pode ajudar essa família basta entrar em contato com Paula Fernanda pelo telefone (87) 99819-5124.

Resposta do INSS

Nós entramos em contato com a assessoria de imprensa do Instituto Nacional do Seguro Social para questionar sobre qual o motivo da demora em analisar o pedido de benefício da filha de dona Paula Fernanda Vitorino. Em nota, o INSS respondeu que foram localizados nos sistemas corporativos dois requerimentos de Benefício de Prestação Continuada (BPC) à Pessoa com Deficiência em nome da interessada. O primeiro, efetuado no ano passado, foi indeferido por motivo de falta de inscrição ou atualização dos dados do Cadastro Único, conforme Arts. 12 e 13 do Decreto 6214/2007.

O INSS ressaltou ainda que formalizou a solicitação de regularização da situação por meio de carta de exigência, e que foram respeitados os prazos legais vigentes para apresentação de documentos complementares. O segundo requerimento foi realizado em fevereiro deste ano e aguarda análise, que é realizada por ordem cronológica dos pedidos em uma central regional que integra todos os Estados da Região Nordeste.

Família de bebê com doença genética degenerativa faz vaquinha para pagar dose única de medicação que custa R$ 12 milhões de reais

Benjamin Brener Guimarães, ou apenas carinhosamente Ben, é filho do Tulio Guimarães e da Nathalie Guimarães. Ele nasceu em Maceió, estado de Alagoas, no  dia 30 de abril  de 2021. Em julho, Ben foi diagnosticado com Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1. A doença pode acometer uma em cada 10 mil crianças.

O medicamente que Ben precisa tomar para é conhecido por ser o remédio mais caro do mundo. A droga custa inacreditáveis 12 milhões de reais. Por isso, os pais do garoto fizeram uma vaquinha online para tentar alcançar o dinheiro para custear o tratamento do filho.

Você pode ajudar o Benjamin clicando aqui.

Jovem do Paraná procura por familiares em Serra Talhada

A Auxiliar de Odontologia Katiane Saldanha de Sá França, 35 anos, que atualmente reside em Lodrina (PR), procurou a imprensa para tentar encontrar seus familiares no Sertão de Pernambuco. Katiane é filha do serra-talhadense João Vicente de França, falecido em 1989, aos 26 anos, e sua maior vontade é encontrar avós, tios e primos, já que perdeu todo o contato com a família.

“Gostaria de conhecer minha família que mora em Serra Talhada, meu pai já falecido era daí, seu nome era João Vicente de França, ele é filho de Expedito Vicente de França e Maximiana Alves Araújo, não cheguei a ter contato com meu pai, era muito nova quando ele foi encontrado morto no Sítio do Gungua e só tenho a certidão de nascimento dele. Meu sonho é conhecer meus avós, tios, primos, ter contato com meus familiares”, detalhou.

Se você tiver conhecimento de algum familiar do casal Expedito Vicente de França e Maximiana Alves Araújo, entre em contato com com o número: (43) 98433-2165 , WhatsApp de Katiane.

123