Parceria entre instituições irá beneficiar pequenos produtores rurais de São José do Belmonte

(Foto: Ascom)

Um convênio assinado e firmado na última quinta-feira (30/07) entre a Escola Técnica Estadual de São José do Belmonte (ETE), Universidade federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UFRPE/UAST), Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), Secretaria Municipal de Agricultura, Sindicato de Trabalhadores Rurais de São José do Belmonte (STTR) irá beneficias agricultores e agricultoras familiares.

A parceria tem como objetivo beneficiar produtores rurais da agricultura familiar do Município de São José do Belmonte com a prestação de serviços de assistência técnica rural.

LEIA MAIS

UFRPE adia lista de aprovados após novo erro no Sisu

(Foto: Internet)

Ao menos seis instituições de ensino superior no Brasil informaram o adiamento da convocação de aprovados no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) por causa de falhas do MEC (Ministério da Educação), entre elas a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Em nota divulgada no site, a instituição explicou que a suspensão na publicação aconteceu porque não recebeu a lista de candidatos inscritos para a UFRPE, “que deveria ter sido encaminhada pelo Ministério da Educação (MEC) desde o dia 6 de fevereiro, conforme previsto no cronograma do SISU 2020”.

Ainda segundo o comunicado, o MEC justificou problemas técnicos que impossibilitaram a disponibilização dos resultados. Agora, fica a previsão de que a convocação de candidatos seja realizada na próxima segunda-feira (10). “Assim que for confirmada a disponibilização da lista de inscritos, a UFRPE irá divulgar um cronograma de matrículas atualizado para todas as suas unidades”, finaliza o texto.

LEIA MAIS

Mais de 200 bolsas de pós-graduação da Capes são cortadas da UFPE, UFRPE e Univasf 

(Foto: Divulgação)

As universidades federais de Pernambuco perderam mais de 200 bolsas de pós-graduação desde que o governo federal aplicou o corte de verbas na educação. Nessa terça-feira (4), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) anunciou o bloqueio de mais 2.724 bolsas de mestrado e doutorado no país. O órgão, ligado ao Ministério da Educação (MEC), alegou que o bloqueio era necessário em função do contingenciamento de recursos da pasta.

O novo corte atingiu a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que perdeu mais 78 bolsas de pós-graduação; a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), que teve mais 71 bolsas de mestrado e 32 de doutorado eliminadas, e a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), que também deve ter bolsas cortadas. Ao todo, considerando os dois bloqueios, a UFPE e a UFRPE perderam 218 bolsas. A Univasf terá que suspender 18 bolsas, chegando a 236 bolsas cortadas no estado.

Na primeira suspensão, anunciada em maio, a UFPE perdeu 33 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado. A redução no número desse benefício na universidade chegou a 111 este ano. No Brasil, já são 6.198 bolsas suprimidas em 2019.

LEIA MAIS

MP e MPF recomendam às universidades de Pernambuco que impeçam qualquer forma de assédio a professores

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e o Ministério Público Federal (MPF) expediram recomendações às universidades do estado para quem impeçam quaisquer atitudes consideradas assédio moral aos docentes. O posicionamento dos órgãos veio após a repercussão de um pedido da deputada eleita Ana Caroline Campagnolo (PSL-SC) incitando alunos a filmarem seus “professores doutrinadores” dentro de aula.

A recomendação dos ministérios públicos afirma que a tentativa de criar obstáculo à abordagem, análise, discussão ou debate sobre quaisquer concepções filosóficas, políticas, religiosas ou mesmo ideológicas configuram conduta ilícita, viola a Constituição Federal e as Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Na recomendação, tanto MPPE e MPF incluem alunos, pais de alunos ou familiares como possíveis assediadores morais dos professores. Foram alvo da orientação dos ministérios públicos as universidades Federal de Pernambuco (UFPE), Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade de Pernambuco (UPE), Instituto Federal (IFPE) e secretarias.

“É preciso ressaltar que as recomendações expedidas consistem em uma atuação preventiva do Ministério Público, visando à abstenção das instituições em atuarem ou sancionarem arbitrariamente os professores com fundamento que represente violação aos princípios constitucionais e demais normas que regem a educação nacional”, afirmou a procuradora da República, Carolina de Gusmão Furtado.

Com informações da Folha de Pernambuco

Em Serra Talhada, ministro Mendonça Filho inaugura obras de expansão da UFRPE

(Foto: ASCOM)

O ministro da Educação, Mendonça Filho, visitou na manhã desta terça-feira, 26, a Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST), da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), para inaugurar sete obras, além de assinar a ordem de serviço para a execução de obras de adequações físicas voltadas à acessibilidade do campus e de conclusão das instalações do auditório/biblioteca, do galpão de máquinas e de reparos nas guaritas. Juntas, as sete obras inauguradas, todas concluídas durante a gestão de Mendonça Filho, totalizam um investimento de R$ 8.211.404,84.

Mendonça Filho reforçou que a expansão do campus da UFRPE em Serra Talhada é um alento e uma esperança para milhares de jovens, não só do município, mas de todo o interior do estado de Pernambuco.  “O investimento na educação superior, que é a nossa missão aqui em Serra Talhada hoje, tem grande impacto na comunidade e na região”, afirmou. “Jovens que no passado sonhavam com um curso superior e que tinham a necessidade de se deslocar para uma grande cidade, como Recife, hoje têm aqui junto da sua casa, junto do seu município, uma oportunidade única, tendo em vista os nove cursos aqui instalados”.

Somente para as obras do auditório/biblioteca, construído em uma área de 1.600 m², conta com 392 lugares, foram utilizados recursos do montante de R$ 1.503.562,39. Cerca de 2,6 mil pessoas, que compreendem a população acadêmica do campus, serão beneficiadas.

A reitora da UFRPE, Maria José de Sena, reforçou: “Viemos para cá porque queríamos proporcionar uma condição diferente de vida para os jovens dessa região. Temos aqui uma comunidade que se empenha diariamente no sucesso dessa unidade, com técnicos extremamente comprometidos e professores muito capacitados”.

LEIA MAIS

UFRPE abre inscrições para o cargo de Professor da Carreira do Magistério Superior

No total são 22 vagas em cargo de Professor da Carreira do Magistério Superior

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), lançou o edital de nº 07/2017 abrindo concurso público para preencher 22 vagas em cargo de Professor da Carreira do Magistério Superior. A função exige graduação na área de atuação, mais titulação em nível de mestrado ou doutorado e tem salário inicial de até R$ 9.570,41.

As vagas são para docência nas áreas de Hidrologia/Hidráulica e Saneamento, Estruturas, Circuitos Elétricos, Sistemas de Controle, Materiais Cerâmicos, Fenômenos de Transporte e Reologia, Processos de Fabricação Metálica, Máquinas Térmicas, Termodinâmica e Transmissão de Calor, Sistemas Elétricos, Cadeia Produtiva de Alimentos/Consumo Alimentar/Tecnologia de Alimentos, Gestão da Confecção e do Vestuário, Tópicos Avançados em Arquitetura e Organização de Computadores, Piscicultura Ornamental, Transformações Bioquímicas de Alimentos, Língua Espanhola/Literatura de Língua Espanhola, Fisiologia Animal, Química Analítica, Bioquímica/Biofísica, Química, Português Instrumental e Gastronomia. Veja o edital completo no quadro anexo.

Inscrição e prova

As inscrições devem ser realizadas das 10 horas desta segunda-feira (27) até as 18 horas do dia 25 de abril de 2017, pelo site www.concurso.ufrpe.br. A taxa de inscrição oscila entre R$ 130,00 e R$ 190,00.

As provas escritas serão realizadas das 8h30min às 12h30min do dia 26 de junho de 2017, nos seguintes locais:

– UFRPE: Av. Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos, Recife-PE;
– UACSA/UFRPE: Rua Cento e Sessenta e três, 300, Garapu, Cabo de Santo Agostinho-PE;
– UAG/UFRPE: Avenida Bom Pastor, s/n, Boa Vista, Garanhuns/PE;
– UAST/UFRPE: Fazenda Saco, s/n, Serra Talhada-PE.

A divulgação do resultado preliminar da prova escrita sairá no dia 27 de junho, pelo site www.concurso.ufrpe.br.

Anexo: Edital Concurso UFRPE 07/2017

Concurso: UFRPE realiza concurso para professor do ensino superior

(Foto: Ilustração/Internet)

Estão abertas as inscrições para o concurso público que visa a contratação de 22 profissionais destinadas ao cargo de Professor do Magistério Superior, para atuar na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). A remunerações que variam de R$ 5.129,80 a R$ 9.570,41.

O concurso público que visa a contratação de 22 profissionais destinadas ao cargo de Professor do Magistério Superior. As oportunidades serão distribuídas entre os campi da instituição localizadas no Recife (Sede), Cabo de Santo Agostinho (UACSA), Garanhuns (UAG) e Serra Talhada (UAST).

As vagas são para Professor da Carreira de Magistério Superior, Classe A, Nível 1, com jornada de trabalho de 40 horas semanais e regime de Dedicação Exclusiva (DE).

O vencimento base para o cargo é de R$ 4.446,51. Os candidatos recebem uma retribuição pela respectiva titulação nos valores de R$ 5.123, 90 (doutorado), R$ 2.140,15 (mestrado) ou R$ 683,29 (especialização).

Outras informações através do edital.

MEC libera mais R$ 9,9 milhões para obras de campus de universidade Pernambucana

Nesta sexta-feira (23) o Ministério da Educação de Cultura liberou R$ 9,9 milhões para o novo campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco no Cabo de Santo Agostinho (UFRPE), o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou a geração de mais 400 novos empregos diretos na obra em 2017.

“Retomamos a obra que estava paralisada em julho. Na primeira visita encontramos apenas 20 pessoas trabalhando. Hoje são 400 trabalhadores e em 2017 vamos dobrar, totalizando 800 empregos diretos”, afirmou Mendonça Filho.

A unidade do Cabo funciona desde 2014 em local provisório e atende 600 alunos de cinco cursos de engenharias: mecânica, eletrônica, elétrica, civil e de materiais. Após a conclusão das obras, serão cerca de 20 mil alunos atendidos por 48 cursos de graduação ofertados pela instituição, sendo 24 bacharelados em engenharia e 24 tecnólogos.

UFRPE abre concurso para nível médio/técnico e superior

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) publicou edital de concurso público que vai selecionar 47 candidatos de nível médio/técnico e superior para preencher o quadro de efetivos da instituição de ensino. Há reserva de oportunidades para candidatos com deficiência e pessoas negras e inscrições serão realizadas a partir da próxima quarta-feira (20), seguindo até o dia 22 de maio. Já a taxa de participação poderá ser quitada até um dia após o término do prazo de inscrições.

Oportunidades são para farmacêutico, físico, médico psiquiatra, bibliotecário, enfermeiro, técnico em refrigeração, administrador, assistente em administração, auxiliar em administração, contador, veterinário, bibliotecário, técnico em eletrotécnica, técnico em laboratório, entre outros.

Concurso consiste em provas objetivas, que acontecem em 3 de julho, e exames práticos, cujas datas de aplicação vão de 29 de julho até 31 de julho a depender do cargo pretendido. Para as avaliações objetivas, o candidato será cobrado a respeito de conhecimentos na língua portuguesa, raciocínio logico e matemático, noções de informática e legislação aplicada ao servidor público. A remuneração dos selecionados pode ser de R$ 1.739,04, para cargos que exigem menor nível de capacitação, até R$ 3.666,54, vencimento para candidatos com nível superior completo. Há, ainda, uma faixa de salário intermediária, no valor de R$ $ 2.175,17.

Inscrições podem ser realizadas pelo site da Universidade Federal Rural de Pernambuco, assim como a consulta do edital. Taxa de inscrição custa R$ 50 ou R$ 80 a depender do nível de escolaridade do cargo desejado. Todos os aprovados devem atuar nos campi do Recife, Garanhuns, Serra Talhada e Cabo de Santo Agostinho.

Do JC Online