Moradora do Vila Débora relata abandono do bairro; Prefeitura e Compesa respondem

Moradores pedem mais atenção no bairro

Água limpa escorrendo pela via público, mato alto e materiais descartados são a combinação perfeita para a proliferação do mosquito da dengue. É esse cenário que moradores da Rua São Matheus, no bairro Vila Débora, em Petrolina vislumbram diariamente. A foto acima dimensiona a dor de cabeça da comunidade.

“Estamos esquecidos há um tempo. Quando chove, a Defesa Civil vem aqui, fala que é área de risco, porém nunca faz nada. Essa água vem de uma empresa da Compesa e a Compesa também não faz nada“, contou uma moradora. Ela relata já ter acionado a Prefeitura para denunciar a questão do abandono do terreno em 2018.

As respostas

Em nota a Prefeitura afirmou que por se tratar de um terreno particular, “a responsabilidade pela manutenção e limpeza de áreas particulares é dos proprietários”. Na próxima semana uma equipe de fiscalização será encaminhada ao endereço averiguar a situação.

Constada alguma irregularidade, “o dono será notificado com prazo de 15 dias úteis para limpeza e de 60 para que o espaço seja cercado. Em caso de descumprimento, a multa pode variar de R$ 600 a R$ 2400”. Sobre os focos de dengue a Prefeitura já notificou o setor de endemias. Uma equipe irá ao local “conforme cronograma de trabalho dos agentes”.

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que “tomou conhecimento do vazamento na Rua São Matheus, Vila Débora, por este blog, pois nenhum morador comunicou o fato através do canal de atendimento da empresa (0800 081 0185). Uma equipe será enviada hoje (04) ao local, para realizar o conserto do vazamento”.

Serviço na Estrada da Banana será concluído hoje e asfalto será recuperado, afirma Compesa

Compesa afirmou que irá recuperar asfalto danificado (Foto: Ascom PMP)

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) enviou uma nota ao Blog Waldiney Passos sobre o serviço realizado na Avenida Marechal Hermes da Fonseca, popularmente conhecida como Estrada da Banana. Segundo a Compesa, a abertura do asfalto se fez necessária para consertar uma tubulação que se rompeu no local.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura relata dano provocado pela Compesa em outra via da cidade, dessa vez na Estrada da Banana

O fato foi registrado no último domingo (28) e recebeu críticas da Prefeitura de Petrolina. “Com o objetivo de evitar novos vazamentos, a Companhia implantou, durante a intervenção, um equipamento (válvula redutora de pressão), a fim de reduzir a pressão da rede de abastecimento de água”, explica a Compesa.

A previsão é concluir o serviço nessa terça-feira (30) “quando será realizada a reposição do trecho do asfalto onde a Compesa executou os serviços de manutenção”, ressalta a Companhia.

Leitor volta a chamar atenção para vazamento no Cassimiro e Compesa responde

No começo do mês nós mostramos aqui no Blog um vazamento de água limpa na Rua 05 do bairro Antônio Cassimiro, em Petrolina. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que tomaria providências naquela mesma data, fato que não aconteceu.

LEIA TAMBÉM

Leitor cobra solução para vazamento de água limpa há 15 dias no Antônio Cassimiro

Quem afirma isso é o leitor que nos encaminhou a foto acima. “Até hoje nada resolveram do vazamento de água limpa na rua”, disse ontem (23) a nossa Produção. Em nota a Compesa informou que “não há registro da demanda através do 0800 001 0185” e que uma “equipe será encaminhada até hoje (24) para fazer o conserto do vazamento”.

Demanda do São Joaquim

Sobre a Rua 24 do bairro São Joaquim, onde há um vazamento há mais de uma semana, a Compesa também afirmou em nota que uma equipe seria encaminhada para averiguar a situação. De acordo com o morador, a demanda foi atendida.

Leitor flagra vazamento de água limpa no bairro São Joaquim

Vazamento foi registrado na semana passada, informa leitor

Um leitor do Blog entrou em contato com a nossa equipe, através do WhatsApp, para alertar a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) sobre um vazamento de água limpa na Rua 24, do bairro São Joaquim, em Petrolina.

Segundo o leitor, que também reside no São Joaquim, esse vazamento foi registrado pela primeira vez na quinta-feira passada, dia 18, quando um cano estourou. Apesar da gravidade do problema, aparentemente nenhum morador chegou a abrir uma queixa nos telefones da Compesa.

“Passei lá e tava estourado. Hoje cedo eu passei de novo e a situação continua”, destaca o leitor. Nossa equipe procurou a Compesa para saber quando o reparo no cano estourado será feito. Estamos aguardando uma resposta.

Em resposta ao Blog, Compesa afirma que enviará equipe ao Serrote do Urubu para averiguar vazamento de água limpa

O Blog mostrou na quinta-feira (18) uma demanda de moradores do Serrote do Urubu, zona rural de Petrolina. Eles cobravam uma resposta da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) sobre um vazamento de água limpa na Rua José Barbosa de Oliveira, Vila José Geraldo.

LEIA TAMBÉM

Petrolina: leitora alerta Compesa para vazamento de água limpa no Serrote do Urubu

Em nota a Compesa afirmou que não havia sido notificada pelos moradores até a matéria se tornar pública. “A Compesa informa que tomou conhecimento do vazamento no Serrote do Urubu por este blog, uma vez que não há registro da demanda através do 08000810185. Uma equipe será encaminhada hoje (19) ao local para consertar o vazamento“, diz a Companhia.

Petrolina: leitora alerta Compesa para vazamento de água limpa no Serrote do Urubu

Inúmeras vezes o Blog mostrou queixas de moradores do Serrote do Urubu, zona rural de Petrolina, sobre vazamentos de água limpa na localidade. Nessa quinta-feira (18) tivemos ciência de um novo problema, dessa vez na Rua José Barbosa de Oliveira, na Vila José Geraldo.

Lá há um vazamento de água limpa e sem o asfalto, a terra se mistura com o líquido dificultando a passagem das pessoas e veículos. “Essa água tá acumulando de frente minha casa, cada vez que passa um carro fica pior“, disse a leitora.

Nossa Produção entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) para saber o que pode ser feito no local, mas até o momento não tivemos resposta. O Blog segue aberto aos esclarecimentos da Companhia.

Leitor pede solução para esgoto e vazamento de água limpa em Petrolina

Um leitor do Blog procurou nossa equipe pelo WhatsApp para pedir uma solução a um esgoto à céu aberto no bairro Henrique Leite. O problema começa na Avenida Principal, recém-pavimentada, e escorre para as ruas vizinhas. Com a água suja acumulada já há inclusive buracos no novo pavimento.

“O asfalto foi feito recentemente na Avenida 1 e na Avenida 2. Queria saber o que vai ser feito“, questionou o leitor.  Mais a frente ele flagrou outro problema na Avenida 3 da Vila Vitória. “Tem esse cano estourado desde sábado, jorrando água. A avenida está alagada”, afirmou.

Respostas

O Blog procurou a Prefeitura de Petrolina e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) para saber de quem era a competência pelos serviços.

A Compesa afirmou que informou que “não opera os sistemas de Esgotamento Sanitário dos bairros”. Já a Prefeitura afirmou que “a Compesa, enquanto concessionária do serviço de água e esgoto em toda a cidade é a responsável direta por este atendimento”

“Além das intervenções emergenciais, a prefeitura também já concluiu a minuta de um edital que deve selecionar uma nova empresa para gerir os serviços de água e esgoto na cidade”, diz a nota da Prefeitura.

Leitor cobra solução para vazamento de água limpa há 15 dias no Antônio Cassimiro

Rua está com vazamento há 15 dias

Um morador do bairro Antônio Cassimiro, em Petrolina, entrou em contato nesse sábado (6) com o Blog através do WhatsApp para denunciar um problema na Rua 05. Há pelo menos 15 dias um vazamento de água limpa está provocando o desperdício desse bem precioso no Sertão.

Ele já procurou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e o protocolo de atendimento previa o reparo no último dia 3. Hoje já é 6 de junho e nada. “A Compesa fez vista grossa, o vazamento está aqui há no mínimo 15 dias. Parece que os vizinhos se acostumaram”, conta o leitor.

Procurada pelo Blog, a Compesa afirmou que “uma equipe será encaminhada hoje(06) ao local para realizar o conserto do vazamento”.

Petrolina: leitor flagra vazamentos de água limpa no bairro Terras do Sul

Vazamentos foram registrados em duas ruas do bairro

O leitor Luis Henrique enviou nessa quinta-feira (14) dois flagrantes feitos no bairro Terras do Sul, em Petrolina. Nas Ruas 6 e 7, por trás da igreja, existem dois canos estourados, jorrando água limpa há pelos menos 20 dias.

“Os moradores da rua disseram que já faz 20 dias o vazamento e já entraram em contato com a Compesa“, contou ao Blog Waldiney Passos. Nossa equipe entrou em contato com a Companhia, que rebateu a fala do leitor, já que não há registros protocolados nos canais de atendimento.

A Compesa informa que foi comunicada do vazamento nas Ruas 6 e 7 do Terras do Sul, por este blog, pois nenhum usuário registrou a demanda através do canal de atendimento da Companhia (0800 081 01 85). Uma equipe será encaminhada hoje (14) ao local para realizar o conserto da tubulação“, informa a nota.

Compesa afirma que nenhum morador formalizou queixa sobre vazamento de água na Rua João Barroso Galvão

Vazamento acontece em tubulação e água está escorrendo pela via

No sábado (25) o Blog Waldiney Passos mostrou um problema na Rua João Barroso Galvão, em Petrolina. Um leitor registrou um vazamento de água limpa que já durava uma semana. A resposta da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) chegou ontem (27).

LEIA TAMBÉM

Leitor flagra vazamento de água limpa no Caminho do Sol, em Petrolina

Segundo a Compesa, nenhum morador do bairro registrou a demanda na Central da Companhia. Ainda ontem uma equipe foi encaminhada ao local para identificar o problema. Leia a seguir a resposta completa:

“A Compesa informa que foi comunicada do vazamento na Rua João Barroso Galvão, Dom Malan, por este blog, pois nenhum morador formalizou a ocorrência no canal de atendimento da empresa (0800 081 0185). Uma equipe será enviada hoje (27) ao local para executar o conserto da tubulação. A Compesa aproveita para reforçar a importância dos usuários registrarem as demandas nos canais de atendimento da Companhia para que serviços sejam executados com maior brevidade”.

Leitor flagra vazamento de água limpa no Caminho do Sol, em Petrolina

Um leitor do Blog Waldiney Passos flagrou um vazamento de água limpa na Rua João Barroso Galvão, no bairro Caminho do Sol, em Petrolina. Ele passa pelo local diariamente para ir ao trabalho e afirma que o problema já tem mais de uma semana.

O vazamento, como é possível visualizar no vídeo a seguir, é de água limpa. Além de provocar o desperdício desse bem precioso, a água empoçada está transformando a rua sem pavimentação em lama. Confira:

Nossa equipe entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) para saber se a Compesa já foi acionada pela população e quando o reparo no cano será feito. Estamos aguardando uma resposta da Companhia.

Comunidade volta a chamar atenção para vazamento no Serrote do Urubu

Problema na rede é constante na localidade

A rede de abastecimento de água no Serrote do Urubu, zona rural de Petrolina tem um grave problema. Toda vez que o carro de lixo passa pelo local às quartas-feiras o peso do carro afunda o cano e provoca vazamentos. O Blog Waldiney Passos já mostrou o problema inúmeras vezes e novamente fomos acionados pela comunidade.

O cano em questão fica próximo ao Clube Coqueiral. E o vazamento mostrado na foto persiste desde a semana passada. “Essa é a situação aqui no Serrote do Urubu. A Compesa consertou um do lado e não concertou esse mostrado na foto”, relata um morador.

Nossa equipe entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que se prontificou a enviar uma equipe ao local ainda nessa quarta-feira (22) para fazer o reparo no cano.

Moradores do Residencial Bernardino estão sem água desde ontem, denuncia leitor

Compesa não avisou que faltaria água (Foto: Ilustração)

Ficar em casa e não ter água para fazer o mínimo dentro da residência. Essa tem sido a rotina dos moradores do Residencial Monsenhor Bernardino, em Petrolina. Desde a manhã de segunda-feira (30) eles alegam estar sem águas nas torneiras.

Para piorar a situação, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) não avisou previamente que o fornecimento seria interrompido. “Estamos com falta de água desde ontem e a Compesa diz que não tem previsão de chegada de água. Além disso, não avisou que ia faltar água e pegou os moradores de surpresa”, contou um leitor.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Compesa. Em nota a Companhia justificou que houve um vazamento na rede do Residencial. Tudo deve ser normalizado nessa terça-feira (31).

Confira a resposta da Compesa:

LEIA MAIS

Leitor volta a chamar atenção para vazamento de água limpa no Serrote do Urubu

Cano é muito superficial, segundo leitor (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Há poucas semanas o Blog Waldiney Passos mostrou uma demanda vinda do Serrote do Urubu, zona rural de Petrolina. O problema em questão era um vazamento de água limpa próximo ao Clube Coqueiral. Na ocasião uma equipe da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) prontamente atendeu a demanda.

Porém, na quarta-feira (11), dia que o caminhão do lixo passa na comunidade, o vazamento voltou a aparecer porque o veículo passou justamente em cima do cano. Desde então a água limpa jorra pela rua, revoltando a população.

“A Compesa tem que dar um jeito de afundar mais esse cano. Ajeitamos ontem, mas como é raso, hoje passou um carro é está vazando novamente“, comentou o leitor que pediu para não ser identificado. Nossa Produção entrou em contato com a Compesa, mas ainda não recebemos uma resposta sobre essa demanda.

Compesa afirma que vazamento no Serrote do Urubu já foi solucionado

Compesa atendeu demanda prontamente (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os leitores do Blog acompanharam na semana passada a queixa de um leitor, sobre um vazamento de água limpa no Serrote do Urubu, zona rural da cidade. De pronto, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) encaminhou uma equipe ao local.

LEIA TAMBÉM

Leitor flagra vazamento de água limpa no Serrote do Urubu

Contudo, depois que a equipe saiu o vazamento voltou a aparecer depois que um veículo passou por cima do cano. No sábado (29), a Compesa foi novamente ao local e refez o serviço. “Já estão refazendo o serviço, parabéns pelo seu empenho pela sociedade“, agradeceu o leitor que preferiu ficar anônimo.

De acordo com a Compesa, a equipe foi ao sábado solucionar uma demanda na mesma rede, mas em outro local. Desde então não houve mais registro de vazamento.

1234