Panificadora interditada cumpre as exigência da Vigilância Sanitária de Petrolina e é reaberta

A Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS) de Petrolina trabalha diariamente fiscalizando estabelecimentos comerciais os quais estejam com irregularidades. Além dessa função, a Agência também acompanha o processo de adequação, garantindo mais segurança aos cidadãos.

Um exemplo desse trabalho é a transformação sofrida por uma panificadora, localizada na Rua São Gabriel, no bairro Vila Eulália. Há quase um mês o local foi interditado por irregularidades, mas hoje o proprietário cumpriu todas as exigências e o estabelecimento voltou a funcionar.

“Nós realizamos diversas capacitações, curso, inclusive dentro das empresas. Ficamos felizes por ver o resultado após as fiscalizações. Estamos dando mais segurança para a população de Petrolina sobre o alimento que está sendo consumido”, explicou o diretor presidente da Agência de Vigilância Sanitária, Marcelo Gama.

Apreensão de ovos pela Vigilância Sanitária de Petrolina é destaque no estado

(Foto: Ascom)

Duas toneladas de ovos armazenados em situação irregular em Petrolina foram apreendidas na quinta-feira (27). O fato repercutiu em Pernambuco e foi destaque nos jornais da capital, a exemplo do Jornal do Commercio. A ação foi realizada pela Vigilância Sanitária da cidade em dois bairros da cidade.

Segundo a Vigilância, 300 caixas estavam sendo comercializadas sem registro e o acondicionamento correto, no bairro Parque Massangano e o restante dos ovos foi recolhido na Avenida Honorato Viana.

A Vigilância Sanitária realizou as apreensões depois de ter orientado os proprietários e notificado os estabelecimentos. A comercialização do produto nos chamados “carro dos ovos” virou uma sensação na cidade, mas a Prefeitura está fechando o cerco contra esse tipo de comércio, buscando proteger o consumidor.