Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Agentes Comunitárias de Saúde, Médicos e estudantes dos cursos de Medicina e Enfermagem da UNIVASF, saem pelas ruas de Petrolina em combate a violência contra a mulher

(Foto: ASCOM)

Na última sexta-feira (31/08), foi o dia de culminância da Campanha de Combate à Violência contra a Mulher organizada pela Residência de Medicina de Família e Comunidade e pela turma XXVII de Medicina da UNIVASF, com o apoio dos profissionais de Saúde da AME Bernardino Campos Coelho, do bairro Vila Eduardo.

Na atividade, Agentes Comunitárias de Saúde, Médicos e estudantes dos cursos de Medicina e Enfermagem saíram pelas ruas do bairro conversando com moradores e comerciantes e distribuindo materiais informativos sobre os instrumentos e locais de acolhimento e apoio a mulheres em situação de Violência no nosso município.

“Infelizmente, ainda há um desconhecimento por parte da população sobre as possibilidades de apoio ofertadas a mulheres que sofrem violência doméstica em Petrolina. Muitas delas não sabem que podem ser acolhidas pelos médicos e enfermeiros das suas Unidades de Saúde, tampouco sabem da existência de espaços como o CEAM (Centro Especializado de Atendimento à Mulher) que conta com advogadas, psicólogas e assistentes sociais preparadas para dar assistência gratuita e especializada nesses tipos de situação.”, ressalta Wandson Padilha, preceptor da residência de Medicina de Família e Comunidade da UNIVASF.

Mulheres que desejem esse apoio, devem se dirigir às Unidades de Saúde da Família/AME’s de seus bairros, ou procurar diretamente o CEAM (localizado ao lado do SESI e do SENAC) através do telefone: (87)3867-3516, onde contarão com apoio jurídico, psicológico e social especializado.

Para denunciar o agressor, a mulher deve ligar 180 ou procurar a Delegacia da Mulher, localizada atrás do Banco do Brasil, no centro.

Deixe uma resposta