Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Alerta! Foto de inocente está sendo divulgada como se fosse de acusado de participar do roubo em Salgueiro

Giordano Ricceli Holanda Valeriano. (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Na manhã desta quarta-feira (26) uma mega-operação da Polícia Federal e Militar impediram o roubo a uma aeronave em Salgueiro (PE).  Os criminosos planejavam invadir o aeroporto de Salgueiro e roubar o dinheiro transportado na aeronave, mas foram impedidos pela polícia e houve troca de tiros. No confronto seis dos assaltantes morreram e uma grande quantidade de armamento foi apreendida.

Desde então, as notícias sobre o ocorrido estão circulando nas redes sociais e em grupos de whatsApp da região. No meio de tanta informação, uma delas incrimina um inocente que nada tem a ver com o caso.

LEIA TAMBÉM:

Mega-operação da Polícia Federal e Militar impede roubo a aeronave em Salgueiro

Polícia Federal atualiza informações sobre o roubo a aeronave, em Salgueiro

Giordano Ricceli Holanda Valeriano, entrou em contato com o nosso blog e contou o constrangimento que está passando. Ele é dono de um comércio na região e foi confundido com um dos envolvidos no assalto. Sua foto está sendo compartilhada nas redes sociais como se fosse um dos assaltantes.

“Estão fazendo um julgamento desse comigo, eu sou muito conhecido na cidade, sou trabalhador desde a infância, eu não tenho nada a ver com isso, graças a Deus estou bem, estou trabalhando. A polícia já foi até na minha casa, um constrangimento para minha família e meus filhos, mas com fé em Deus eu vou sair dessa”, disse Giordano.

Quem divulga boato, se acusado pode responder pelo crime de calúnia. Segundo o artigo 138 do Código Penal, a pena nesse caso pode variar entre seis meses e dois anos de prisão, além de multa.

Deixe uma resposta