Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Associação dos Portadores de Fibromialgia do Vale do São Francisco realiza evento neste domingo em Petrolina

(Foto: Divulgação/AFibroVasf)

Com o objetivo de promover um encontro onde os portadores da fibromialgia possam conversar, desabafar e trocar experiências, a Associação de Portadores de Fibromialgia do Vale do São Francisco (AFibroVasf) realiza, neste domingo (16), o ‘Chá da escuta’, com o tema: “Escuta-me, falar é a melhor solução! ”

Para Wilson Alencar, presidente-diretor da associação, o momento é importante por que além de abrir espaço para o desabafo dos portadores da doença, vai proporcionar a interação dos membros do grupo, que hoje conta com mais de 200 associados.

“O chá será um momento de integração e interação entre os membros do grupo, será também um momento para partilhar as nossas experiências. No ambiente de família muitas vezes os portadores são silenciados, quando a gente quer desabafar, dizer o que estamos sentindo. E esse é um momento onde poderemos falar das nossas dores”.

O evento é voltado para os portadores de fibromialgia e seus familiares, é aberto ao público e acontecerá no Parque Municipal Josepha Coelho, a partir das 15h. A organização do encontro pede que os interessados confirmem presença através do WhatsApp pelo número (87) 988531629.

A doença

A Fibromialgia é uma doença reumatológica sem cura, caracterizada por dor muscular generalizada no corpo acompanhada de sintomas de fadiga, e alterações de sono, memória e humor.

Os sintomas podem começar após um trauma físico, uma cirurgia, uma infecção ou uma tensão psicológica significativa. Em outros casos, os sintomas se acumulam gradualmente ao longo do tempo sem que se consiga determinar os fatos geradores. As mulheres são cerca de 10 vezes mais propensas a desenvolver a Fibromialgia do que os homens.

Embora não haja cura para a Fibromialgia, uma variedade de medicamentos e outros tipos de tratamentos ajudam no controle dos sintomas.

Deixe uma resposta