Deputado Tum busca solução pra fim da paralisação no Hospital Regional de Juazeiro

(Foto: ASCOM)

Diante da paralisação iniciada nessa quarta-feira (24) pelos médicos do Hospital Regional de Juazeiro, no norte da Bahia, o deputado estadual Tum (PSC) buscou, junto à Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), informações sobre as reivindicações dos trabalhadores. Responsáveis por atender moradores de 55 municípios, os profissionais reclamam de atrasos salariais por parte da empresa que administra o equipamento, a Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Castro Alves (Apmica).

Em um encontro com o assessor especial da Secretaria Estadual de Saúde, Nadson Falcão, Tum foi informado que o Governo do Estado não possui débitos com a empresa gestora da unidade. “Por isso, está claro que o problema é administrativo da Associação, que deveria gerir de forma satisfatória a unidade, tanto do ponto de vista daqueles que trabalham, quanto daqueles que buscam atendimento”, afirmou o parlamentar.

Já na tarde de quarta-feira (24), o parlamentar usou a tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia para esclarecer à sociedade o problema existente na unidade e afirmou que tratará do assunto diretamente com o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, além de solicitar esclarecimentos à empresa.

Funcionamento

Segundo o sindicato da categoria, a equipe médica permanece no hospital atendendo aos pacientes já internados. Também serão mantidos os atendimentos de urgência e emergência, classificados com fichas amarelas e vermelhas.

Enquanto durar a paralisação, não serão recebidas demandas da Central de Regulação. Só serão aceitos pacientes que chegarem através da ambulância avançada do Samu.

Deixe uma resposta