Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Em áudio deputado federal afirma estar negociando cargos por apoio à reforma da Previdência

Lemos afirmou que áudio é grampo ilegal (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

O jornal O Globo divulgou nesse sábado (16) um áudio do deputado federal Julian Lemos (PSL-PB) no qual ele afirma que parlamentares, se incluindo, estão exigindo e negociando cargos em troca de votos favoráveis a reforma da Previdência, apresentada por Jair Bolsonaro (PSL).

De acordo com o jornal, o áudio é resultado de uma ligação gravada em fevereiro entre Lemos e o secretário-geral do PSL da Paraíba e também assessor do ministro do Turismo, Fabio Nóbrega. Lemos afirma ter conseguido, junto à Casa Civil, a prerrogativa de indicar nomes para cargos na direção da Fundação Nacional da Saúde (Funasa) da Paraíba e na sede regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Na gravação, o deputado ainda diz que outros parlamentares da base governista também estão buscando acordos parecidos. Procurado pelo O Globo Lemos afirmou que acionará a Polícia Federal pois considera a gravação um grampo ilegal.

“O áudio é crime. É uma violação gravíssima, uma agressão, um fato grave. Isso aí vai rolar Polícia Federal. É extremamente absurdo isso. Não tem nada que desabone, única coisa que vejo criminosa é a gravação ilegal. Sou um deputado federal, imagine se os deputados agora têm seu sigilo telefônico quebrado”,  disse. Com informações do JC Online.

Deixe uma resposta