Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Lucinha Mota soma mais de 16 mil votos em sua primeira eleição

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Mais conhecida na região por ser a mãe de Beatriz Angélica Mota, Lucinha Mota se candidatou a deputada estadual pelo PSOl e teve uma expressiva votação em Pernambuco. Em sua primeira eleição, Lucinha somou 16.326 votos e terminou a apuração na 74ª posição.

No Estado, são apenas 49 cadeiras na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A nível de comparação, Lucinha teve apenas 1.403 votos a menos do que Fabrizio Ferraz (PHS), dono da última vaga.

Através de suas redes sociais ela agradeceu o apoio dos seus eleitores e deu sinais de que tentará uma nova empreitada na política. “Vocês são uns guerreiros, essa campanha foi limpa, foi justa porque nós trabalhamos honestamente. Cumprimos todas as regras da Justiça Eleitoral, nós somos vitoriosos e eu conto com vocês para 2020”, disse.

Petrolina

Além dos irmãos Antônio e Fernando Coelho (DEM), Lucas Ramos (PSB) e Dulcicleide Amorim (PT) que foram eleitos para a Alepe e Câmara dos Deputados, Petrolina teve outros candidatos que ficaram de fora. Alvinho Patriota (5.954), Coronel Leite (2854) e Edvaldo Landim (558) foram pleiteantes a estadual e não conseguiram lograr êxito.  Na Câmara Federal, Rosalvo (958) e Josélia Blogueira (394) também falharam na busca por uma vaga.

Deixe uma resposta