Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Oposição e situação divergem de opiniões sobre licitação do transporte coletivo em Petrolina

Na sessão de terça-feira (4) o vereador Gaturiano Cigano (PRP) fez um Requerimento verbal solicitando da Prefeitura de Petrolina informações a respeito do transporte coletivo da cidade, em especial, sobre a situação dos veículos. O pedido teve como base o incêndio em um ônibus no Residencial Novo Tempo.

Hoje (6) Gaturiano formalizou a cobrança com o Requerimento nº 128/2018, pedindo informações sobre o período de rodagem, procedimento de vistorias e a respeito do veículo que pegou fogo no final de agosto. A solicitação foi aprovada por 12 votos a zero e ganhou força com a fala de Paulo Valgueiro (MDB).

O líder da oposição utilizou a Tribuna Livre e citou o pedido do colega de Casa Plínio Amorim para registrar o descaso no transporte coletivo municipal. Para Valgueiro, o atual governo propõe uma nova licitação que não condiz com a realidade.

“Há duas semanas foi lançado um edital de uma nova licitação e um dos anexos para dar sustentação é o Plano de Mobilidade na gestão anterior, que eu tive a honra de estar na AMMPLA [na época]. Alguns pontos da licitação me chamaram a atenção, por exemplo um ponto que não exige nenhuma qualificação técnica para as empresas que vão concorrer a esse edital”, pontuou Valgueiro.

A licitação está marcada para o dia 27 de setembro, data segundo Valgueiro escolhida para cair dentro do período eleitoral. “Vamos acompanhar, pra ver como vai ser feita essa licitação. Temos que ficar atentos, com olhos de águia. Transporte público tem que ser feito com estudo técnico“, concluiu.

Oposição rebate questionamentos

A resposta do grupo do governo veio com seu líder na Casa Plínio Amorim, Aero Cruz (PSB). O edil afirmou ser necessário tomar “chá de maracujá para aguentar a oposição”, já que hoje só vieram questionamentos e acusações. Para o vereador, colegas de oposição “votam contra a execução das obras”.

“O grupo do Senador Fernando Bezerra estava fora do município há 10 anos, dois anos que ficou com Odacy Amorim do PT e oito anos que passaram com Júlio Lóssio e me chega o braço direito do ex-prefeito Júlio Lóssio falar de transporte coletivo”, disparou Aero.

O vereador concluiu sua fala destacando os avanços na renovação do sistema de transporte coletivo na cidade, com Audiências Públicas e agora o edital de licitação cuja data já está marcada, concretizando o projeto da gestão. Ao fim da fala de Aero a sessão foi encerrada.

Deixe uma resposta