Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Paulo Valgueiro explica porque exumação de gestante morta do HDM foi necessária

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na manhã dessa quarta-feira (25) a Polícia Civil realizou a exumação do corpo de Milian Carvalho da Silva, de apenas 15 anos. A jovem morreu no Hospital Dom Malan/IMIP após complicações no parto e a família aponta negligência da unidade.

Para desvendar o caso, a Justiça de Petrolina decretou a exumação, após pedido apresentado pelo delegado Daniel Moreira. Membro da Comissão Especial de Inquérito, o vereador Paulo Valgueiro (PMDB) comentou a decisão e falou sobre os próximos passos na apuração.

LEIA TAMBÉM:

Exumação do corpo de jovem gestante que faleceu no HDM está acontecendo na manhã desta quarta

“Se tivesse havido a verificação do óbito através do IML na época do fato, não seria necessária a exumação, mas como não foi feito a tempo a verificação do óbito foi necessária a solicitação do delegado com participação nossa para haver a autorização para se exumar e fazer um esclarecimento melhor do fato”, afirmou por telefone ao programa Super Manhã com Waldiney Passos.

A exumação foi realizada na manhã de hoje, os próximos passos de acordo com o vereador, é a parte técnica que diz respeito à Polícia Civil. A Comissão continuará acompanhando o caso, buscando novas informações.

Segundo Valgueiro, o próprio laudo médico do óbito não é esclarecedor e por isso o delegado Daniel Moreira interveio no caso.

“A gente tem feito esse trabalho, a avaliação desses óbitos junto ao Hospital Dom Malan e a comissão tem feito um trabalho sério, um trabalho voltado ao esclarecimento desses fatos”, finalizou.

Além de Valgueiro, a Comissão é formado por Ronaldo Cancão (presidente), Gabriel Menezes, Gilmar Santos, Rodrigo Araújo, Ronaldo Silva e Maria Elena.

Deixe uma resposta