Pela primeira vez, Petrolina atinge nível desejado e sobe 75 posições no ranking de transparência do TCE

(Foto: ASCOM)

A Prefeitura de Petrolina atingiu o nível máximo pela primeira vez desde que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) promove o rankeamento dos municípios de Pernambuco em transparência das finanças e ações públicas. A cidade sertaneja deu um salto, saindo da 86ª posição para a 11ª colocação entre todas as prefeituras pernambucanas. O resultado foi divulgado na última semana pelo TCE.

Com 317 pontos, a Prefeitura de Petrolina atingiu 91% da pontuação máxima do ranking do Tribunal de Contas (348). Para alcançar esse nível de excelência, a gestão municipal investiu na modernização do portal de notícias e conteúdos institucionais; ampliou as redes sociais de comunicação; aperfeiçoou o trabalho da Ouvidoria; deu aos processos administrativos mais eficiência para deixar transparente à sociedade os atos, contratos, finanças entre outros dados.

O Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco é realizado pelo TCE desde 2015. São utilizados 51 critérios de avaliação que classificam as prefeituras em status inexistente, crítico, insuficiente, moderado e desejado (este equivale ao máximo no ranking). Nos anos anteriores, a Prefeitura de Petrolina atingiu índice crítico (2015) e moderado em 2016 e 2017.

O prefeito Miguel Coelho destacou o resultado como uma vitória da sociedade e compromisso da gestão municipal com a responsabilidade nos gastos públicos. “Nunca Petrolina havia atingido o que o TCE considera como desejado para a transparência de contas. Até ano passado, a prefeitura só chegava ao nível moderado. Isso representa um passo relevante e respeito à população. Mostra que estamos fazendo muitas obras, melhorando saúde, educação, mas tudo às claras, informando com seriedade como cada centavo do contribuinte é investido”, afirma o prefeito.

Deixe uma resposta