Compesa responde leitor sobre obra no Portal da Cidade

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

No último final de semana o Blog mostrou a queixa de um leitor a respeito do bairro Portal da Cidade, em Petrolina. A comunidade chamava atenção para uma obra na Rua do Pandeiro que está causando muita dor de cabeça as moradores.

LEIA TAMBÉM:

Obra no Portal da Cidade provoca transtornos a moradores do bairro

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) respondeu através de nota desconhecer qualquer problema de falta d’água na rua. Contudo, uma equipe será enviada ao endereço a fim de apurar possíveis irregularidades na obra. “Caso seja comprovado os danos à rede de distribuição de água, a Compesa adotará as providências para executar os serviços de reparo”, informa a nota.

Confira a seguir a resposta da Companhia:

LEIA MAIS

Obra no Portal da Cidade provoca transtornos a moradores do bairro

Segundo morador, obra é irregular e vem causando transtornos (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma obra na Rua do Pandeiro, no Portal da Cidade, em Petrolina vem tirando o sossego da população. Segundo um morador do bairro além de obstruir a via pública para execução do serviço, o proprietário de um imóvel acabou danificando a rede da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), deixando a população sem água.

Essa obra teria inciado há dois meses. Desde então nenhuma equipe da Prefeitura ou da Compesa foi ao local fiscalizar os problemas denunciados pelos moradores. “Fiz um registro na Ouvidoria através do WhatsApp e até hoje não tive resposta”, relatou o leitor.

Os moradores também se queixam da Compesa, já que além da obra danificar a obra, ligações clandestinas estariam sendo feitas na rua. “Com essas ligações o bairro está ficando sem água, mas ninguém fiscaliza“, continuou.

LEIA MAIS

Família pede ajuda para localizar irmão de garoto morto a tiros em Petrolina

Emanuel desapareceu no dia em que irmão foi encontrado morto (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma família de Petrolina está desesperada a procura de informações sobre um garoto de apenas 11 anos, desaparecido desde a sexta-feira (29). Emanuel Carlos de Souza Santos é irmão de Gustavo, a criança encontrada morta com um tiro na cabeça, no bairro Portal da Cidade, próximo ao Pátio Ana das Carrancas.

LEIA TAMBÉM:

Criança é espancada e morta a tiros em Petrolina

Em contato com a produção do Blog, a família de Emanuel disse já ter registrado um Boletim de Ocorrência sobre o desaparecimento. No domingo (31) a Polícia Civil esteve na residência da mãe dos garotos, na Rua 2 do bairro Cacheado para dar início às investigações.

Nossa produção entrou em contato com a polícia, mas até o momento não obtivemos um posicionamento a respeito da investigação sobre o desaparecimento de Emanuel. Quem tiver alguma informação sobre o garoto pode entrar em contato através do número: (87) 98819-9438 que também é WhatsApp.

Morador do Portal da Cidade fica na bronca com a Celpe

Moradores criticam problemas no fornecimento de energia (Foto: Reprodução)

Que a chuva é bem-vinda no Sertão isso é fato. Contudo, na última semana em consequência dela os petrolinenses passaram por alguns problemas no pós-chuva. Alguns bairros ficaram sem luz sem explicação aparente e um morador do bairro Portal da Cidade está na bronca com a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe).

Segundo Lairton Augusto, comunitário do bairro o problema é constante: basta chover para cair a energia na comunidade e o poder de reação da Celpe é lento. “É uma repetição do que sempre ocorre quando acontece chuvas, por mais leve que seja. Imploramos à Celpe que adote providências no sentido de rever a rede para não cair sempre que ocorre precipitações”, contou à produção do Blog.

Falta luz

Ainda de acordo com o comunitário, os moradores registraram o problema na chuva de segunda-feira (28) e de sábado (2) e nos dois casos a situação somente foi normalizada por volta das 14h. Nossa equipe também apurou que o problema se repete nos bairros Jardim Maravilha, Jardim Guararapes, Distrito Industrial e parte do Gercino Coelho.

Em contato com a Celpe desde ontem nossa equipe ouviu por telefone um representante da companhia que disse estar analisando os bairros citados, para assim identificar o que está ocasionando as quedas e buscar soluções.