Poupança tem 1º ganho anual acima da inflação em 21 meses

Durante cinco meses consecutivos, de junho a outubro, a poupança conseguiu entregar ao poupador ganho de poder aquisitivo no retorno mensal. (imagem ilustrativa)

Durante cinco meses consecutivos, de junho a outubro, a poupança conseguiu entregar ao poupador ganho de poder aquisitivo no retorno mensal. (imagem ilustrativa)

A rentabilidade anualizada da poupança no mês de outubro foi de 8,33%, contra 7,87% da inflação medida pelo IPCA, o que proporciona um ganho de poder aquisitivo do poupador de 0,43%. O levantamento foi feito pela provedora de informações financeiras Economatica.

De acordo com a consultoria, a poupança não conseguia ter ganho de poder aquisitivo em períodos anualizados diante do IPCA desde janeiro de 2015. A maior perda foi registrada em novembro de 2015, quando a poupança teve -2,29% de perda de poder aquisitivo.

De acordo com a Economatica, o último mês no qual a poupança teve ganho de poder aquisitivo em janelas de 12 meses foi em dezembro de 2014, quando a poupança rendeu 0,71% descontada a inflação medida pelo IPCA.

Assim, em outubro, o poupador consegue ter ganho de poder aquisitivo diante do IPCA após 21 meses de perda para a inflação. A rentabilidade anualizada descontada a inflação em novembro é de 0,43%.

Retorno mensal
Durante cinco meses consecutivos, de junho a outubro, a poupança conseguiu entregar ao poupador ganho de poder aquisitivo no retorno mensal. O ganho de poder aquisitivo em setembro é o segundo maior registrado desde janeiro de 2014, com 0,58%, descontado o IPCA. O melhor mês da amostra foi em julho de 2014, com 0,6% acima do IPCA.

Deixe uma resposta