7 Soft Skills mais requisitadas pelo mercado

Quais são as suas Soft Skills? Talvez você tenha algumas e não sabe. Além disso, é bom saber que cada vez mais elas são requisitos para quem quer um lugar ao sol no mercado de trabalho.

São várias as Soft Skills, mas cada profissão, cada área de atuação, depende de algumas que são específicas para ela.

Saber quais são as Soft Skills mais requisitadas pelo mercado de trabalho, bem como ter condições de saber desenvolvê-las, é um aspecto importante na vida de qualquer profissional, independente de estar iniciando a carreira ou se já possui experiência.

Por essa razão, nesse artigo você vai saber quais são elas e com isso se preparar melhor para o mercado. Vamos lá?

A diferença entre Soft Skill e Hard Skill

Dos vários termos em inglês que o mercado de trabalho traz hoje em dia, Soft Skill e Hard Skill são alguns dos que mais são falados e ouvidos nos corredores de empresas e departamentos de recursos humanos.

“Skills” em português significa “habilidades”, “talentos”. Elas podem ser “hard”, ou seja, mais rígidas, voltadas para conhecimentos técnicos e mensuráveis, como por exemplo, o domínio de uma ferramenta e todos aqueles saberes práticos que uma determinada profissão exige.

Entre as Hard Skills de um designer, por exemplo, está o fato dele ter que dominar o Photoshop ou outra ferramenta semelhante.

Já as habilidades “soft”, ou seja, as mais suaves, compreendem aquelas que fogem um pouco da área profissional e entram no terreno da personalidade. Algumas delas são resiliência, empatia e colaboração.

Acredite, hoje em dia apresentar tais “habilidades suaves” é a chave para abrir muitas portas no mercado de trabalho.

Conheça as 7 Soft Skills mais requisitadas hoje em dia

Já faz tempo que as empresas estão também de olho nas Soft Skills. Atualmente os gestores sabem que habilidades emocionais e comportamentais são tão importantes quanto o conhecimento técnico no ambiente de trabalho.

As Soft Skills são assim, valorizam o elemento humano do profissional, apontando que é importante dominar fluentemente mais de um idioma e saber sobre as ferramentas digitais do momento, mas também possuir postura para saber conviver com os outros e trabalhar bem equipe.

Nesse contexto, é pertinente saber quais são as Soft Skills que as empresas mais valorizam atualmente. Confira!

1 – Empatia

Essa é uma das palavras do momento. Muita gente fala em empatia, o que não é surpresa, visto que ela é uma ferramenta imPortantíssima para o convívio social.

Pelo fato da empatia ser a capacidade de enxergar e compreender as dificuldades por meio do olhar de uma outra pessoa, essa habilidade se torna relevante no mundo profissional.

A empatia é uma ferramenta útil para liderar, conduzir uma equipe de pessoas e entender como cada integrante pode contribuir ao máximo com o seu potencial criativo.

Lembre-se que você pode desenvolver a sua empatia por meio do autoconhecimento. Procure imaginar, por exemplo, como você reagiria se determinada situação ocorresse com você.

2 – Autoconhecimento

Sabe quando os recrutadores questionam nas entrevistas de emprego quais são os seus pontos fortes e fracos? Pois é, essa é uma maneira para eles avaliarem o seu autoconhecimento.

O autoconhecimento é importante porque permite a você conhecer o seu potencial, mas também as suas limitações, possibilitando que você encontre maneiras de sanar as suas dificuldades e melhorar os pontos considerados fracos.

O autoconhecimento é uma Soft Skill essencial para qualquer profissional, de qualquer área do mercado.

3 – Liderança

É fato que liderar é difícil, pois envolve gerenciar pessoas de modo que todas tenham capacidade de contribuir de algum modo com a empresa. Um bom líder conhece o potencial de cada um dos integrantes do seu time e os incentiva a utilizá-lo da melhor maneira possível.

Falando assim até parece fácil, mas liderar é difícil, liderar não é ser autoritário ao extremo e nem mesmo tentar agradar a todos. Liderar é encontrar um meio termo que incentiva e inspira os seus colaboradores.

As características de um bom líder envolvem saber dar bons feedbacks, bem como estar apto a ouvir sugestões.

4 – Flexibilidade

Se até poucos anos não se ouvia muito falar em Home Office, de uns tempos para cá (e com um empurrãozinho da pandemia), o Trabalho à Distância vem conquistando uma enorme relevância em várias empresas.

Isso é apenas um dos exemplos do quanto o mercado atual de trabalho é mutável. Para sempre se manter firme e atualizado diante das repentinas mudanças, a flexibilidade se torna uma das mais importantes Soft Skills do momento.

Adaptação no competitivo universo corporativo é também evolução. Ser flexível mantém o profissional preparado e antenado para o que acontece no mercado, bem como para as tendências que despontam no horizonte.

Para desenvolver a sua flexibilidade, tenha sempre em mente que determinados cenários e modelos de negócio podem mudar em pouco tempo. Em suma, mantenha-se a anos-luz distante da tal “zona de conforto”.

5 – Inteligência emocional

Essa é a habilidade de manter as emoções sob controle. Lembre-se: não se trata de parecer um robô no convívio com os colegas de equipe, demonstrando frieza, sem mover sequer os músculos do rosto para ostentar nem que seja um ínfimo sorriso.

Nada disso, ter inteligência emocional é ter controle, é ter a capacidade de manter a calma e saber raciocinar sob pressão.

A inteligência emocional é uma habilidade que pode ser desenvolvida de várias maneiras, que vão desde um amplo autoconhecimento a até mesmo meditação.

6 – Ter criatividade

– “Ah, mas eu atuo na área das ciências exatas, não preciso ser criativo”. Talvez seja esse uma das primeiras conclusões acerca desse assunto. No entanto, hoje em dia, até mesmo para quem vive rodeado de números e cálculos, ter ideias novas se torna um diferencial.

Além do mais, a criatividade pode ser desenvolvida por qualquer profissional. Ela é como um músculo que necessita de exercícios constantes. Para isso, a dica é sempre trabalhar a sua mente.

Leia muito, bem como pratique atividades que envolvam raciocínio, como jogos, trabalhos de artesanato ou até mesmo aprender a tocar um instrumento musical.

7 – Ter uma comunicação

É uma habilidade básica para quem quer encarar o mundo corporativo. Além do mais, é importante salientar que ser comunicativo não implica apenas em ter uma boa oratória e saber falar em público.

Ela significa também saber ouvir, compreender e avaliar diferentes opiniões e sugestões no ambiente de trabalho.

É fato que nem todas as pessoas possuem uma boa comunicação. Há aqueles indivíduos mais tímidos. Porém, assim como qualquer Soft Skill, a comunicação pode ser bem trabalhada e desenvolvida.

Autoconfiança e a realização de cursos práticos de oratória e dicção são importantes aliados nesse quesito.

Acredite, soft skills são tão importantes quanto o conhecimento técnico.

Você pode ter as hard skills adequadas para a sua área, mas sem as soft skills você será um profissional incompleto. Isso ocorre porque cada vez mais o aspecto humano se torna essencial para a obtenção de bons resultados.

Criar bons produtos, oferecer serviços de qualidade e proporcionar excelente atendimento são os objetivos de qualquer empresa séria. Tais práticas envolvem conhecer o cliente e também os colegas de trabalho.

Por causo disso que noções como empatia, autoconhecimento e outras Soft Skills são essenciais para um profissional ser qualificado.

 

Deixe uma resposta