“Achei muita covardia”, diz diretor de sindicato após garantir que demissão de vigias foi a mando de Odacy Amorim

Presidente e Diretor Financeiro do Sindicato de Vigilantes teceram críticas à atuação de Odacy Amorim na demissão de vigias no IPA Petrolina.

Durante o programa “Super Manhã”, com Waldiney Passos, na rádio jornal, o presidente do Sindicato dos Vigilantes, Laércio Vasconcelos, e o Diretor Financeiro, Cláudio Arruda, criticaram demissões de vigias que tem acontecido no Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) de Petrolina, que está sob o comando de Odacy Amorim.

De acordo o presidente do sindicato, Odacy teria demitido dois vigilantes do quadro para colocar duas pessoas ligadas a ele, como cabide eleitoral. “Após a demissão, os vigias foram questionar a empresa e a direção informou que foi a pedido de Odacy”.

A principal cobrança de Laércio e Cláudio é que Odacy teria prometido, quando assumiu o cardo de presidente da instituição, que não demitiria ninguém. “Eu achei muita covardia dele conversar com a gente em uma reunião e quando a gente dá as costas recebe essa apunhalada por trás”, disse o Diretor Financeiro do Sindicato.

Laércio fez questão de ressaltar que não é contra os novos vigias, mas que os outros já haviam feito planos com os salários que receberiam. “Os outros já estavam lá, com planos para pagar suas contas, e agora?”, questionou.

Cláudio aproveitou o espaço para solicitar que Odacy revesse a situação. “O que peço é que ele reveja essa situação que ele provocou, pois é muito desgastante a gente ver nossos colegas passando necessidade”, afirmou.

2 Comentários

  • Antônio Maciel

    14 de junho de 2019 at 10:55

    Claro que colocou para ver se ganha voto dos familiares. Tá bem enganado… por isso não se elegeu pra deputado e nunca vai se eleger pra Prefeito. A vida política de Odacy já acabou! Sei de muitas outras coisas desse pauso-político. Quando ele tentar se candidatar farei questão de publicar as coisas que sei. Político nojento!

    Responder

Deixe uma resposta