Agentes de combate as endemias vão à Câmara de Vereadores de Petrolina pedir ajuda para receber incetivo adicional que não é pago há dois anos

Charles Oliveira, presidente da Associação dos Agentes de Endemias. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Por iniciativa do vereador Rodrigo Araújo (PSC), que enviou ofício ao presidente da Casa Plínio Amorim, vereador Osório Siqueira, solicitando o espaço durante a sessão, o presidente da Associação de Agentes de Combate as Endemias de Petrolina (PE), Charles Oliveira, fez uso da tribuna da Câmara de Vereadores na sessão desta quinta-feira (26), para pedir aos edis que intercedam junto a Secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque e ao prefeito Miguel Coelho, para que seja pago aos agentes o incetivo adicional, que há dois anos eles não recebem.

O incetivo adicional é um valor que é pago aos agentes, um vez por ano no valor de R$ 1.014,00, através de verba federal extra, que é destinada ao município. “Nós já procuramos a secretaria de saúde, já fizemos o requerimento junto a prefeitura sobre esse incetivo adicional, já marcamos três reuniões com a secretária e até agora não tivemos nenhuma resposta. Queremos saber porque municípios como Afrânio e Santa Maria da Boa Vista já pagaram o incetivo a seus agentes de endemias e aqui até agora nada”, questionou Charles.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (SINDSEMP), Walber Lins, que acompanhou Charles Araújo a tribuna, cobrou também novas fardas para os agentes de endemias, crachás e melhores condições de trabalho. Segundo o sindicato, o carro usado pelo os agentes para trabalhar está quebrado há dias e eles estão trabalhando em um carro sem identificação, o que dificulta o acesso as casas, porque além de estarem sem crachá, o carro também não tem identificação.

O vereador Aero Cruz (PSB), líder do governo na Câmara e o vereador Rodrigo Araújo, fazendo uso da palavra garantiram que vão levar as reivindicações ao Prefeito e a Secretária de Saúde. Aero Cruz chegou a lidar para a secretária Magnilde Albuquerque e confirmou uma reunião com os agentes para o dia 04 de maior para discutirem a pauta apresentada pela categoria.

Deixe uma resposta