ApexBrasil investe R$ 680 mil em Petrolina e promove formação de novos exportadores de frutas

(Foto: Divulgação)

Dados do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR) estimam que o Vale do São Francisco tem hoje cerca de 3 mil produtores de frutas, e destes, menos de 10% já comercializaram internacionalmente seus produtos. Foi com a proposta de ampliar estes números que a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) anunciou na última terça-feira (2), em Petrolina (PE), o investimento de R$ 680 mil para implantação do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX).

O anúncio foi feito pelo gerente de Relações Institucionais e Governamentais da ApexBrasil, Wilson Almeida, durante reunião com o prefeito Miguel Coelho, onde participaram também representantes da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Associação dos Produtores e Exportadores de Hortifrutigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco (Valexport) e do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR).

Na ocasião, Wilson Almeida destacou o potencial exportador do município e adiantou que serão capacitados inicialmente 100 produtores com perfil adequado para exportação. “Treinamos no ano passado, em todo país, aproximadamente 15 mil empresas no processo de exportação de forma planejada e segura e destas cinco mil são hoje efetivamente exportadores”, lembrou.

O prefeito Miguel Coelho também destacou a importância das exportações para o município e definiu a chegada do PEIEX como um marco divisor, visando o incremento dos negócios em todos os segmentos produtivos da cidade. “A demanda por frutas tropicais no mundo é crescente. Transformando nossos produtores em exportadores ampliamos também nossas fronteiras, geramos mais empregos, mais renda, aumentando consequentemente a circulação de mais dinheiro em nossa cidade”, pontuou.

O diretor do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina e presidente do Distrito de Irrigação Nilo Coelho – DINC, José Loyo, chamou a atenção para a inserção dos pequenos e médios produtores no programa. “Uma iniciativa extremamente importante que vai proporcionar também aos pequenos e médios produtores um conhecimento abrangente das exigências dos mercados internacionais, das certificações, da rastreabilidade dos frutos, do certificado fitossanitário de origem”, evidenciou Loyo.

As inscrições para o PEIEX são gratuitas e já podem ser feitas na sede da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (FACAPE) ou através do site do Programa.

Deixe uma resposta