Após ser destratada, paciente denuncia descaso de médico na Maternidade de Juazeiro

Como se não bastasse ter que encarar a falta de estrutura, atraso em alguns procedimentos e deficiências na execução de serviços, a população de Juazeiro (BA) tem que enfrentar a arrogância, prepotência e descaso de alguns profissionais que atuam em unidades de saúde do município.

Hoje (13), a vez foi da gestante Vanessa Lopes Pereira, de 24 anos. Ela contou ao Blog Waldiney Passos, que após sentir fortes dores na barriga, procurou o posto de saúde do bairro Perda do Lorde, onde mora. No entanto, ao chegar na unidade, foi informada que não havia médico para atendê-la, e que ela deveria procurar atendimento no Hospital Materno Infantil de Juazeiro.

Na maternidade de Juazeiro, através da triagem, a jovem foi encaminhada para o Médico Alexandre Mariano. Durante o atendimento, o médico destratou a paciente, e afirmou que a mesma deveria procurar o posto e não a maternidade, ainda segundo a paciente, o médico criticou a gestão municipal.

“Eu vou ficar atendendo aqui, corrimento vaginal, você é a terceira pessoa seguida que eu atendo com corrimento. Eu não sou obrigado a ficar atendendo isso não. Aqui é um hospital, não é um posto de saúde. Se não tem médico no posto de saúde, procura em outro posto de saúde”, diz o médico em gravação feita pela própria paciente, durante o atendimento.

De acordo com a paciente, o Dr. Alexandre também destratou uma enfermeira que trabalha na Maternidade, e é responsável pela triagem. “Eu já estava muito estressada porque ele me tratou mal, ele estava gritando comigo em um tom agressivo. Eu pedi um medicamento e ele perguntou o que a enfermeira tinha dito na triagem, quando eu falei que podia ser corrimento vaginal, ele saiu, chamou a enfermeira e começou a destratar a enfermeira dizendo que a culpa era dela, que ela deveria ter me liberado e que ele não ia ficar lá atendendo corrimento vaginal.”

Em meio à confusão, o médico receitou uma pomada e liberou a paciente. No quarto mês de gestação, Vanessa voltou para casa sem o devido atendimento, sem ser medicada e ainda sofrendo com os sintomas. Mas antes, ela registou uma denúncia na recepção da Maternidade contra o médico Alexandre Mariano.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a prefeitura de Juazeiro, para saber o posicionamento da gestão diante da denúncia feita pela paciente, além de quais medidas serão tomadas contra o médico acusado. Até o momento a prefeitura não se pronunciou sobre o caso.

Deixe uma resposta