Atleta pernambucana é pega em antidoping

Foto: Reprodução/Internet

Foto: Reprodução/Internet

A atleta pernambucana, Etiene Medeiros, que é o principal nome da natação feminina brasileira, foi flagrada no antidoping e corre o risco de não participar dos Jogos do Rio. O resultado adverso é atribuído pela equipe da atleta à utilização de um medicamento para asma, doença inflamatória das vias aéreas. A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) está ciente do caso, e o advogado Marcelo Franklin, contratado por Etiene, já monta a linha de defesa.

Segundo a assessoria de imprensa da atleta ela está “tranquila e determinada a esclarecer o assunto e provar sua inocência. Enquanto isso, ela respeitará todos os limites impostos pelas autoridades esportivas”.

Em 2015, a pernambucana tornou-se a primeira nadadora brasileira a conquistar ouro na natação em Jogos Pan-Americanos ao vencer os 100m costas em Toronto. A marca de 59s61 lhe rendeu ainda o recorde da competição e o recorde sul-americano. No Mundial de Esportes Aquáticos de Kazan, Etiene tornou-se a primeira mulher brasileira a subir ao pódio em um mundial de piscina longa ao faturar a prata nos 50m costas com o tempo de 27s26.

Com informações do Globoesporte

Deixe uma resposta