Auditoria do IGEPREV revela prejuízo de aproximadamente R$ 13 milhões no governo de Júlio Lossio

As irregularidades encontradas foram feitas durante a gestão de Lossio. (Foto: ASCOM)

Uma auditoria realizada pelo Instituto de Gestão Previdenciária do Município de Petrolina (Igeprev) revelou prejuízos de aproximadamente R$ 13 milhões aos cofres do órgão. De acordo com levantamento, as perdas são provenientes de aplicações feitas entre os anos de 2011 e 2013, durante a gestão do ex-prefeito Júlio Lossio.

Uma das irregularidades identificadas foi o direcionamento de recursos para fundos de investimentos não recomendados, como explica o diretor-presidente do Igeprev, Willames Barbosa.

“Fizemos um levantamento minucioso e identificamos uma relação de fundos de investimentos de alto risco que vêm causando sucessivas perdas financeiras para o Igeprev, algumas delas, já provocaram, inclusive, o cancelamento precoce desses investimentos que dificilmente poderão ser recuperados”, explica o diretor.

Segundo Willames, o levantamento feito pela atual gestão do Igeprev contém mais de 80 páginas e mostra que as perdas estão relacionadas a quatro investimentos de alto risco, os quais geraram resultados negativos ao instituto. Após identificar as perdas, o instituto vem se empenhando para tentar resgatar os valores perdidos.

“Em alguns casos, já estamos buscando meios de responsabilizar os causadores das perdas e encaminhando essa documentação para os órgãos responsáveis, como Ministério Público, Tribunal de Contas, entre outros. Acerca dos investimentos ainda vigentes, também estamos empenhados e averiguando as possibilidades de resgate de valores”, finalizou.

Deixe uma resposta