Casal que mandou matar pedreiro é preso em Salgueiro (PE)

Criminosos 2

Nesta quarta-feira (16) o corpo do pedreiro Joelson Bezerra o popular (Baca), foi encontrado já sem vida pela Polícia Civil de Salgueiro (PE), em um terreno, próximo a estrada que dá acesso ao Sítio Monte Alegre, neste município pernambucano.

A PC descobriu que Grigório procurou pelo pedreiro Joelson, com a desculpa de que precisava construir uma casa e queria os serviços de Joelson. Na ocasião, Grigório e Joelson combinaram que na manhã do dia seguinte, (15/03), começariam os trabalhos e Grigório iria encontrá-lo em sua casa para mostrar o terreno. Pela manhã, Grigório e a vítima, seguiram para o terreno utilizando o veículo Fiat Uno, pertencente a Joelson. Quando chegaram no local, Cícero já os aguardava.

Aproveitando-se do momento em que a vítima estava agachada, demarcando o terreno, Grigório desferiu um golpe com um cabo da enxada, fazendo com que a vítima caísse no chão. Em seguida, Cícero desferiu mais golpes com um pedaço de madeira. Após a pratica do delito, Grigório e Cícero, esconderam o corpo da vítima, cobrindo-o com pedaços de madeirite e mato.

De acordo com a PC, após investigações os agentes descobriram o casal, Maria Inês da Silva, de 35 anos e Luiz Gonçalves da Silva (36), eles são acusados de serem os mandantes do crime.

Ainda segundo a polícia na Delegacia de Salgueiro, o casal acabou confessando que contratou – Grigório Profírio Neto, (52) e Cícero Batista de Brito (34), residentes em Cabrobó, para executar, Joelson Bezerra da Silva (41) conhecido como “Baca”.

A motivação do crime está sendo apurada pela Delegada Fabiana Camargo, mas existem fortes indícios do crime ser passional. Após as formalidades legais, os presos foram recolhidos para o Presídio de Salgueiro e a Cadeia Feminina de Verdejante, respectivamente.

Fotos: Polícia Civil/Salgueiro (PE)

Deixe uma resposta