Caso Beatriz: apuração particular da família aponta que agentes da polícia teriam atrapalhado investigações

Família denuncia desvio de função de agentes da Polícia Civil (Foto: Blog Waldiney Passos)

Um novo fato trazido pela família de Beatriz Angélica Mota nessa quarta-feira (16) deve recolocar o Caso Beatriz em destaque. De acordo com Sandro Romilton, pai da garota assassinada dentro do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora em 2015, uma investigação particular apontou desvio de função de agentes da Polícia Civil de Pernambuco.

LEIA TAMBÉM:

Caso Beatriz: Lucinha Mota protesta contra presença de advogado de Alisson na Câmara de Vereadores

“Na nossa investigação paralela a gente descobriu coisas que nem gostaria de falar. Está tendo certo desvio de função, a gente está descobrindo que alguns agentes que participaram da investigação de Beatriz de uma certa maneira eles atrapalharam as investigações”, disse em entrevista no programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

Denúncias em Recife

Mãe de Beatriz, Lucinha Mota está em Recife para protocolar a denúncia na Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS) e também acionará o Ministério Público de Pernambuco (MPPE). De acordo com Sandro, a família tem nome desses agentes e um dos indícios da interferência desses policias foi o surgimento de linhas de investigação falsas para desvirtuar o trabalho da PC.

“Estamos em estado de choque, a gente espera que os agentes públicos trabalhem não em benefício próprio. As pessoas que deveriam ser as responsáveis pela elucidação procuram tirar proveito próprio, procuraram tirar algum lucro. Esperamos uma reação forte do Estado e procurar punir os verdadeiros culpados”, continuou.

Outro lado

O Blog solicitou uma nota à Polícia Civil de Pernambuco, mas até o momento ninguém a instituição não comentou a denúncia feita pela família.

2 Comentários

Deixe uma resposta