Caso Beatriz: A delegada Gleide Ângelo retorna a Petrolina

(Foto: Internet)

A delegada Gleide Ângelo, chega a Petrolina, hoje (03) para dar continuidade as investigações do caso Beatriz, esta é a segunda vez que a delegada visita à região.

Designada em dezembro de 2016 para assumir o comando das investigações do caso, da menina Beatriz Angelica, que foi assassinada com 42 facadas durante a festa de formatura de segundo grau da irmã, no Colégio Maria Auxiliadora, na noite do dia 10 de dezembro de 2015, e até hoje ninguém foi preso ou indiciado pelo o crime.

Em 13 de dezembro. A delegada esteve em reunião no Ministério Público de Pernambuco da região, quando informou que a partir dali iria analisar os 13 volumes do inquérito sobre o caso.

com informações do JC Online

Deixe uma resposta