Cesár Borges não é mais o vice-presidente de Infraestrutura do Banco do Brasil

Borges

César Borges, pediu afastamento da vice-presidência de infraestrutura do Banco do Brasil  nesta quarta-feira (2), em uma decisão que dá por encerrada sua participação no governo do Partido dos Trabalhadores (PT).

Segundo informações a saída teria se dado face ao desgaste causado pelas indefinições na coordenação política do Planalto. O ex-governador e ex-senador assumiu a função em maio de 2015 atendendo ao chamado da presidente logo após o anúncio de sua saída do Partido da República (PR), por isso o partido pressionou para que o cargo fosse desocupado, já que segundo entendimento da Direção o cargo pertence a legenda.

O nome mais cogitado para assumir a vaga é ex-deputado federal João Maia.

Borges está sem partido, desse modo deverá retornar  a Bahia para dar continuidade às suas atividades no setor privado e prosseguir com suas atividades políticas.

 

 

Deixe uma resposta