Com Dia D de vacinação, Juazeiro já conseguiu imunizar mais de 32% do público alvo da campanha

(Foto: Ascom/PMJ)

O Dia D de vacinação contra a gripe em Juazeiro levou diversos cidadãos e cidadãs aos postos de saúde no sábado (4) e o número de pessoas imunizadas no município atualmente é de 17.864, ou 32,86% do público alvo.

A campanha nacional foi aberta em abril e segue até 31 desse mês. O Dia D tinha como missão possibilitar àqueles qu trabalham durante a semana e não conseguem se vacinar, a oportunidade de imunização. Foi o que aconteceu com a vendedora Valdicleia  Lima dos Santos, que levou seu filho de cinco anos para tomar a vacina.

“É mais uma oportunidade para nós que trabalhamos durante a semana em horário comercial e não temos como levar nossos filhos até as unidades. Estamos vendo que o momento é de alerta para todos os públicos pertencentes aos grupos prioritários, por isso é importante vir buscar a vacinação para realmente estarmos todos protegidos contra o vírus”, disse.

De acordo com a secretaria de Saúde de Juazeiro (SESAU), para o dia D de campanha foram enviadas mais de 10 mil doses da vacina para Juazeiro. “É um momento incisivo e de chamamento para o público pertencente aos grupos prioritários desta campanha para que busquem as Unidades Básicas de Saúde do município de Juazeiro e realizem a sua vacinação, O vírus  está circulando em nossa região já temos casos confirmados de óbitos tanto na Bahia  quanto em Pernambucano,  este  ocorrido em Petrolina,  cidade vizinha da nossa. O alerta é  para que  consigamos atingir os 90% de vacinação do público  alvo”, afirmou  a Superintendente da Vigilância  em Saúde,  Tatiane Malta.

Além das crianças de seis meses até seis anos de idade, devem se vacinar gestantes, puérperas,  crianças de seis meses a menores de seis anos, idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde,  professores,  povos indígenas, jovens e adolescentes de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas, pessoas  privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional,  militares,  civis, bombeiros,  membros das forças armadas e guardas municipais.

Deixe uma resposta