Condutores serão submetidos a curso e exame teórico para renovar CNH

(Foto: Reprodução)

O processo de renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vai mudar. Os condutores serão submetidos a um curso de aperfeiçoamento com carga horária de 10 horas e depois deverão realizar um exame teórico. A alteração foi publicada no Diário Oficial da União no dia 8 de março, por meio da Resolução 726/2018 e passa a valer em junho desse ano.

O curso para renovar a CNH pode ser feito de maneira presencial ou a distância, sempre no período de cinco anos (validade do documento). Além disso, a renovação somente será realizada após o condutor ser submetido a um exame de aptidão física e mental (categorias A/B), exame toxicológico (categoria D/E) e ao curso de atualização ou aperfeiçoamento.

Novidades

O curso de aperfeiçoamento tem duração de 10 horas. Cada aula tem duração de 50 minutos e o condutor está proibido de realizar mais de 5 horas por dia, na modalidade presencial. Se o motorista optar pelo curso à distância, deve concluir a formação em até cinco dias.

O exame de avaliação é semelhante ao já realizado no momento da emissão da CNH e é formado por 30 questões, sendo necessário acertar pelo menos 21 das perguntas.

De acordo com o texto da Resolução, o curso de aperfeiçoamento tem “por objetivo precípuo atualizar as informações e os conhecimentos sobre as legislações de trânsito, considerando a circunstância das constantes e contínuas alterações, mantendo o condutor permanentemente ciente e consciente das determinações emanadas do legislador”.

Para renovar a CNH hoje no estado de Pernambuco o condutor desembolsa R$ 165,23, para a realização de exames de aptidão físico e mental. Com as novas obrigatoriedades, o valor da renovação deve aumentar. O órgão, no entanto, não soube informar de quanto será esse reajuste.

2 Comentários

  • Lindomar Nunes

    15 de março de 2018 at 21:52

    O Curso de Atualização para Renovação da CNH pressupõe condutores que estão com a carteira vencida há mais de 5 (cinco) anos por variados motivos, e os condutores que em sua formação, em situação anterior, na forma do art. 150 do CTB, não tenham recebido instrução de direção defensiva e primeiros socorros. O Curso de Reciclagem para Condutores Infratores é aquele destinado aos condutores que tiveram sua habilitação suspensa ou cassada e que para recuperar o direito de conduzir devem rever seus conhecimentos e práticas de condução. O Curso Preventivo de Reciclagem é destinado àqueles condutores que atingiram 14 pontos em sua carteira de habilitação demonstrando que requerem revisão de conhecimentos e buscam a possibilidade de, uma vez realizando o curso, não terem sua habilitação suspensa.

    Responder
    • Stella

      16 de março de 2018 at 08:04

      Acho uma vergonha… Nos taxam da forma cm podem. Minha habilitação só é válida por 2 anos… Sou do RJ.. Sendo CAT AD, atividade remunerada. Para renová-la terei q pagar Duda de renovação, psicotecnico, exame de vista, exame toxicológico… Oq gastaria em torno de 500 a 600 reais.. Agora com esse absurdo de curso de aperfeiçoamento terei que desembolçar algo em torno de R$1000… Como um trabalhador q hj ganha um salário e até menos cm no meu caso, pode pagar mais do q ganha para renovar uma habilitação? Não acho q isso deva ser correto.. Passei por autoescolas por 3 vezes… E agora de 2 em 2 anos terei q pagar d novo? Que isso? Não é possível q só eu acredite q isso é um absurdo.. Uma vergonha…

      Responder

Deixe uma resposta