Conselho da Juventude de Juazeiro (BA) elege nova diretoria para o biênio 2016/2018

Os novos conselheiros debateram a importância de considerar a juventude em toda a sua pluralidade, pensando políticas que dialoguem com os jovens da sede do município e do interior/Foto:ASCOM

Os novos conselheiros debateram a importância de considerar a juventude em toda a sua pluralidade, pensando políticas que dialoguem com os jovens da sede do município e do interior/Foto:ASCOM

O Conselho Municipal de Juventude (COMJUV) realizou esta semana mais uma reunião ordinária na Casa dos Conselhos, em Juazeiro(BA). O encontro, que foi aberto ao público, deu posse aos seus novos membros, nove da sociedade civil e seis do poder público (sendo um representante do poder legislativo), e elegeu sua nova mesa diretora.

Representantes de movimentos sociais, entidades religiosas ligadas à juventude, setores educacionais, dentre outras organizações não governamentais, foram empossados e elegeram Bruna Barbosa, da União Brasileira de Mulheres (UBM), como presidente e Emanuel Alves, do Levante Popular da Juventude, como 1º secretário. A indicação do poder público para os cargos de vice-presidente e 2º secretário foram, respectivamente, Stallone Lima, da Secretaria de Cultura e Juventude (SECJU), e Suzana Almeida, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEDETUR).

Os novos conselheiros debateram a importância de considerar a juventude em toda a sua pluralidade, pensando políticas que dialoguem com os jovens da sede do município e do interior, com os secundaristas, a população LGBT, negra e com as mulheres. Segundo Stallone Lima (SECJU), o Conselho representa o compromisso da sociedade civil e do poder público com os jovens. “Trata-se de um importante instrumento de controle e participação da sociedade na gestão de políticas públicas. Através desse colegiado, notamos a importância da participação dos jovens na administração pública”, afirmou.

O COMJUV atua desde 2011 e está em sua terceira gestão, com reconhecida atuação na defesa e promoção dos direitos da juventude. Ao todo, conta com 15 membros. Além dos representantes governamentais, as entidades que compõem o novo quadro para o biênio 2016/2018 são: A Rede; Levante Popular da Juventude; Amigos da Ilha do Fogo; Projeto Sopão; Juventude Católica; UBM; CTB; UBES e UNE.

Com informações da Assessoria

Deixe uma resposta